Club Atlético Bella Vista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bella Vista
Escudo del Club Atlético Bella Vista.png
Nome Club Atlético Bella Vista
Alcunhas Papales
Auriblancos
Fundação 4 de outubro de 1920 (97 anos)
Estádio Parque José Nasazzi
Capacidade 8.000 pessoas
Presidente Uruguai Rubén Domínguez
Treinador Uruguai Julio César Ribas
Website cienporcientopapal
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Club Atlético Bella Vista é um clube de futebol uruguaio com sede na cidade de Montevidéu. Atualmente se encontra desafiliado por razões econômicas.


História[editar | editar código-fonte]

Em 1981, o clube disputou a Taça Libertadores da América, compondo um grupo que tinha o uruguaio Peñarol e os venezuelanos do Estudiantes e Portuguesa. Foi eliminado na primeira fase.

Em 1985, disputou novamente a Copa Libertadores. O Bella Vista estava no mesmo grupo de Peñarol e os chilenos do Colo-Colo e Magallanes. Novamente, foi eliminado na primeira fase da competição.

No ano de 1990, o clube sagrou-se Campeão Uruguaio, e obteve o direito de disputar a Libertadores do ano seguinte. Na Copa Libertadores da América de 1991, caiu no dificílimo grupo composto por Nacional, Flamengo e Corinthians. Terminou como lanterna do grupo.

Em 1993, disputou novamente a Libertadores, disputando a classificação à segunda fase com o Nacional do Uruguai e El Nacional e Barcelona, ambos equatorianos. Após uma pobre campanha, foi novamente eliminado na primeira fase.

Após uma ausência de competições internacionais por seis anos, retorna à Libertadores em 1999. E realiza uma campanha histórica: num grupo que continha Nacional, Estudiantes de Mérida e Monterrey, do México, o Auriblanco ficou em terceiro lugar, classificando-se assim para a segunda fase. Eliminou também os chilenos do Universidad Católica e passou às quartas-de-final. Mas não resistiu à força dos futuros vice-campeões, os colombianos do Deportivo Cali. Eliminado nas quartas-de-final, sua melhor campanha em Libertadores.

Sua última participação na principal competição das Américas foi em 2000. Caiu no grupo composto ainda por Bolívar, da Bolívia, Atlético-MG e Cobreloa, do Chile. Foi eliminado na primeira fase do torneio.

Por problemas financeiros, o Bella Vista não participou do Campeonato Uruguaio de Futebol 2012-13.[1]


Símbolos[editar | editar código-fonte]

  • Mascote - O mascote do Bella Vista é representado por um burro.
  • Uniforme - A camisa do Bella Vista representa a bandeira do Vaticano, metade amarela, metade branca. Daí vem o apelido Papales (papais, ou seja, os que seguem o papa). Devido ao fanatismo dado a Peñarol e Nacional pelas primeiras autoridades do clube, sugeriram que o uniforme tivesse as cores predominantes desses gigantes uruguaios.


Títulos[editar | editar código-fonte]

NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
Campeonato Uruguaio - 1ª Divisão 1 1990
Uruguai Campeonato Uruguaio - 2ª Divisão 6 1922, 1949, 1968, 1976, 1997, 2005
Uruguai Campeonato Uruguaio - 3ª Divisão 1 1959
Uruguai Liguilla Pré-Libertadores da América 1 1998
Uruguai Divisão Extra 1 1921


Referências

  1. Ovación (18 de agosto de 2012) «Bella Vista no juega el campeonato»


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de UruguaiSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol uruguaios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Club Atlético Bella Vista