Clube Atlético Estudantes de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estudantes de São Paulo
C.A. Estudantes de São Paulo.png
Nome Clube Atlético Estudantes de São Paulo
Fundação 1935
Competição Campeonato Paulista


Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
editar

O Clube Atlético Estudantes de São Paulo foi um clube brasileiro de futebol da cidade de São Paulo. O clube foi fundado em 1935 e utilizava camisa preta, com duas faixas horizontais brancas e uma vermelha no meio, calção e meias brancas.[1] Teve duas participações no Campeonato Paulista, em 1935 e 1936.

História[editar | editar código-fonte]

Com a breve extinção do São Paulo Futebol Clube, que se fundira com o Clube de Regatas Tietê, em maio de 1935, alguns de seus jogadores resolveram fundar um novo clube, surgindo, assim, o Estudantes de São Paulo.[1] Seu primeiro campeonato foi o Paulista de 1935 da APEA. O Estudantes foi vice-campeão do Torneio Início, perdendo a final para a Portuguesa, por 1 a 0.[2] A estreia do clube na competição principal foi no estádio do São Bento, na Ponte Grande, um empate por 2 a 2 com o Humberto I.[2] A primeira vitória veio no jogo seguinte: 7 a 1 sobre o Sírio.[2] O Estudantes brigou pelo título com a Portuguesa, eventualmente campeã, e o Ypiranga.[3]

No ano seguinte, o time bandeou para a LPF.[2] No torneio com times mais fortes, foi mero figurante[3], embora tenha sido vice-campeão do Torneio Início, perdendo para o Corinthians apenas nos escanteios, após empate sem gols.[2] O último jogo do Estudantes pelo Campeonato Paulista deu-se em 21 de abril de 1936, uma vitória por 6 a 3 sobre o Paulista, no Estádio Antônio Alonso, na Moóca.[2] Em 2 de junho de 1937, o clube juntou-se ao mesmo Paulista, formando o Clube Atlético Estudante Paulista.[4] O novo clube seria incorporado pelo já refundado São Paulo, no ano seguinte.

Referências

  1. a b José Jorge Farah Neto e Rodolfo Kussarev Jr. (2000). Almanaque do Futebol Paulista 2000. [S.l.]: Panini. 406 páginas 
  2. a b c d e f Rubens Ribeiro (2000). O Caminho da Bola — I Volume. [S.l.]: CNB Comunicação e Marketing. pp. 406–407, 412, 419, 428 
  3. a b Valmir Storti e André Fontenelle (1997). A História do Campeonato Paulista. [S.l.]: Publifolha. pp. 85–86. 8585940212 
  4. José Jorge Farah Neto e Rodolfo Kussarev Jr. (2002). Almanaque do Futebol Paulista 2002. [S.l.]: Panini. 297 páginas