Clube Ferroviário do Recife

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros clubes com este nome, veja Ferroviário (desambiguação).
Ferroviário do Recife
Clube Ferroviário do Recife
Nome Clube Ferroviário do Recife
Alcunhas Ferrim
Mascote Trem
Fundação 17 de março de 1928 (90 anos)
Estádio Estádio da Vila Ipiranga
Capacidade 500 lugares
Localização Recife, Pernambuco, Brasil
Presidente Pablo Richard
Competição Licenciado
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Clube Ferroviário do Recife é um clube brasileiro de futebol, da cidade do Recife, no estado de Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

O Ferroviário foi fundado em 17 de março de 1928 com o nome de Associação Atlética Great Western, depois Ferroviário Esporte Clube do Recife. A sede atual pertencia ao Sr. Soares Raposo, rico fazendeiro e o maior abatedor de gado do estado. Em 1928, Soares Raposo vendeu todo o seu patrimônio à empresa Great Western. Os ingleses cederam esse patrimônio a Associação Atlética Great Western. Em 1932, o clube participou pela primeira vez da Primeira Divisão estadual, com o nome de Associação Atlética Great Western. A partir de 1955, passou a usar o nome de Clube Ferroviário do Recife.

Contabilizando as participações como Great Western, o clube participou de 55 edições do Campeonato Pernambucano, até 1994, quando foi rebaixado para a segunda divisão estadual - é o quinto colocado entre os times que mais disputaram a primeira divisão (ficando atrás de Santa Cruz, Náutico, Sport e América do Recife).

Declínio[editar | editar código-fonte]

Após o rebaixamento, o Ferroviário quase voltou à Primeira Divisão em 1995 e 1999, porém não voltaria novamente a fazer outras campanhas de destaque, chegando a se ausentar por 4 anos do futebol profissional. As últimas participações da equipe foram na Copa Pernambuco, em 2007 e 2008, sem sucesso. Desde então, permanece afastado das competições promovidas pela FPF.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Durante o período de atividade no futebol profissional, o clube utilizava os estádios do "Trio de Ferro" da capital pernambucana (Aflitos, Ilha do Retiro e Arruda), porém com a proibição da utilização dos mesmos por mais de uma equipe, o "Ferrim" passou a mandar seus jogos em 5 municípios diferentes: Ipojuca (Estádio Antônio Dourado), Igarassu (Estádio Alfredo Bandeira de Melo), Brejo da Madre de Deus (Estádio Municipal Valdomiro Silva), Lagoa de Itaenga (Estádio Valter Dantas Caldeira) e Limoeiro (Estádio José Vareda), estes últimos já nas 2 últimas participações do clube na Copa Pernambuco.

Desempenho em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro Série B 1972[editar | editar código-fonte]

O "Ferrim" participou da competição nacional e movimentou muito o bairro de Afogados no ano de 1972. O time fez má campanha e terminou na 21ª colocação.

Campeonato Pernambucano da Primeira Divisão[1][editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

  • América vs Ferroviário
Ver artigo principal: Clássico Suburbano

Notas e referências

  1. «Primeira Divisão do Campeonato Pernambucano». RSSSF Brasil. Consultado em 17 de dezembro de 2008. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.