Companhia Brasileira de Materiais Ferroviários

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cobrasma)
Ir para: navegação, pesquisa
TUE fabricado pela Cobrasma em 1962(em conjunto com a FNV).
TUE Série 5000(originalmente série 9000 da FEPASA,foi fabricado pela Cobrasma-Osasco entre 1978 e 1980.
Os trens da linha 3- vermelha foram fabricados pelas duas fábricas da Cobrasma em Osasco e Sumaré.

A Companhia Brasileira de Materiais Ferroviários-COBRASMA (BM&F Bovespa: CBMA3, BM&F Bovespa: CBMA4) foi uma empresa privada (Grupo Vidigal) responsável pela fabricação de parte do material ferroviário brasileiro.

Em 1987, causou fortes prejuízos a investidores ao colocar no mercado ações no valor de 108,1 milhões de reais, estimulada por projeções irreais de lucro levando a perdas os três bancos coordenadores (Bradesco, Crefisul e BCN, 124 instituições financeiras e milhares de pequenos e médios investidores.[1] O processo depois causou polêmica ao ser arquivado pelo juiz João Carlos da Rocha Mattos em 1999.[1]

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Foi criada no ano de 1944 para suprir a falta de peças dos trens importados que circulavam no país, devido à segunda guerra mundial que proíbia a importação de peças. Chegou a ser o maior fabricante de material ferroviário da América Latina, chegando a exportar para países tão distintos como Gabão e Estados Unidos da América. Nos últimos anos fabricou também trólebus. Em 1993, depois de vários pedidos de concordata, encerrou suas atividades.

Trens[editar | editar código-fonte]

A Cobrasma fabricou e/ou montou os seguintes trens urbanos:

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Metrô-SP
EBTU/CBTU - STU/SP (atual CPTM)
  • Série 400 (em conjunto com a FNV), atual Série 4400 da CPTM (Linha 12)
FEPASA (atual CPTM)
  • Série 9000 (em conjunto com o consórcio CCTU sob licença Francorail), atual Série 5000 da CPTM (Linha 8)
VLT de Campinas

Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

EBTU/CBTU/Estrada de Ferro Central do Brasil (atual Supervia)
  • Série 400 (em conjunto com a FNV)
  • Série 900 (sob licença da Francorail)

Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

CBTU Trens do Metrô-BH (sob licença da Francorail).

Trens reformados[editar | editar código-fonte]

A Cobrasma reformou seguintes trens urbanos:

(EFSJ EFCB CBTU-SP) Serie 1100 (atual CPTM)

Ônibus[editar | editar código-fonte]

A Cobrasma fabricou no início dos anos 80 uma linha de carroceria de ônibus rodoviários. Sendo a linha Trinox (adquiridos pela Viaçao Garcia) Sob Chassis Scania K112CL 6x2. Teve também as versoes da série CX, com os modelos rodoviarios CX201 para medias e longas disrancias, equipados com os chassis Scania, Volvo e Mercedes Benz, para longas distancias o modelo CX301, equipado com os chassis Scania K112TL e K113TL, além do Volvo B10M 6x2 e Volvo B58 6x2.

Muitos cobrasmas da Viação Garcia, especialmente os Scania, na verdade são CX201 com o terceiro eixo adaptado. A versão Volvo da Garcia é B10M 6x2 original. Teve também a versao para pequenas distancias e fretamento o modelo CX202, mais curto e mais baixo que as outras versoes e lançao apenas na versao 4x2. Foram equipados nos chassis apenas uma unidade Volvo B58, na empresa Ipojucatur.

Há também versao Scania K112CL porem com o comprimento de um CX201 que rodou pela Viação 1001. Os restantes eram Mercedes-Benz, porem não eram chassis e sim uma espécie de monobloco. Este projeto da Cobrasma consistia no aproveitamento das partes mecânicas do ônibus usado, como motor, câmbio, diferencial, caixa de direção etc, mas utilizando uma plataforma nova no lugar do chassis velho. Seria um reencarroçamento mas não vingou, devido à péssima situação financeira da Cobrasma. Vale lembrar também que essa plataforma também foram usadas para construir os trolebus.

Referências

  1. a b Vasconcelos, Frederico (1 de dezembro de 2003). «Suspeito já havia sido investigado em 89». Folha de São Paulo. Consultado em 28 de outubro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.