Code Lyoko: Evolution

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Code Lyoko: Evolution
Code Lyoko: Evolution (PT)
Informação geral
Formato série
Gênero Comédia
Drama
Ação
Ficção Cientifica
Duração 23 minutos
Estado Terminada
Criador(es) Thomas Romain
Tania Palumbo
País de origem  França
Idioma original {{{idioma}}}
Produção
Diretor(es) Luccio di Rossa (live-action)
Florian Ferrier (3D)
Exibição
Emissora de televisão original França France 4
França Boing
Portugal Canal Panda
Portugal Biggs
Transmissão original 5 de janeiro de 201319 de dezembro de 2013
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 26
Cronologia
Code Lyoko

Code Lyoko: Evolution foi uma série live-action e uma sequela do série animada francesa Code Lyoko.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um ano após os eventos da série original, Aelita Schaeffer, Jeremie Belpois, Odd Della Robbia, Ulrich Stern, Yumi Ishiyama e William Dunbar retornam às suas vidas diárias e rotinas na Academia Kadic. X.A.N.A, apesar de seu sucesso em derrotá-lo anteriormente, de repente reaparece, renasceu com mais força e poder do que nunca. Os protagonistas retomam suas antigas vidas duplas para proteger a humanidade dos esquemas malvados de X.A.N.A mais uma vez. Juntou-se por William Dunbar, que finalmente foi aceito como o sexto guerreiro Lyoko e um genial feminino não confiável chamado Laura Gauthier, os sete heróis estão empenhados em desvendar os motivos de tal retorno e exterminar X.A.N.A, o malévolo e mau, consciente e autônomo Sistema de inteligência artificial / multi-agente que está ameaçando o mundo mais uma vez.

Episódios[editar | editar código-fonte]

  • 01 - X.A.N.A 2.0
  • 02 - Cortex
  • 03 - Spectromania
  • 04 - Senhora Einstein
  • 05 - Rivalidade
  • 06 - Suspeitas
  • 07 - Contagem regressiva
  • 08 - Vírus
  • 09 - Como enganar a X.A.N.A
  • 10 - O despertar do guerreiro
  • 11 - Encontro
  • 12 - Caos em Kadic
  • 13 - Sexta-feira 13
  • 14 - Intruso
  • 15 - Os Sem Códigos
  • 16 - Confusão
  • 17 - Uma futuro profissional assegurado
  • 18 - Teimosia
  • 19 - A Armadilha
  • 20 - Espionagem
  • 21 - Falsas Aparências
  • 22 - O Motim
  • 23 - Tristeza de Jeremy
  • 24 - Paradóxo Temporal
  • 25 - Desastre
  • 26 - A Última Missão (Último Episódio)

Televisão[editar | editar código-fonte]

França França[editar | editar código-fonte]

Em França, a série foi exibida originalmente entre 5 de janeiro de 2013 e 19 de dezembro de 2013, no France 4. Repetiu no Boing em 2016.

Portugal Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, a sequela estreou no Canal Panda em 2013, com dobragem portuguesa. Repetiu no Biggs em 2014.

Audições[editar | editar código-fonte]

O site oficial da série publicou em 2012 o lançamento de "Code Lyoko Evolution". Previsto para 2013, "Code Lyoko Evolution" foi uma série em Live-Action, dividido no mundo real com atores e o mundo virtual em 3D.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Code Lyoko: Evolution
Personagens França Atores
Aelita Schaeffer Léonie Berthonnaud
Jeremy Belpois Marin Lafitte
Odd Della Robbia Gulliver Bevernaege
Ulrich Stern Quentin Merabet
Yumi Ishiyama Mélanie Tran
William Dunbar Diego Mestanza
Laura Gauthier Pauline Serieys
Mr. Delmas Eric Soubelet
Elisabeth "Sissi" Delmas Clémency Haynes
Franz Hopper Hugues Massignat
Suzanne Hertz Sophie Fougère
Jim Morales Bastien Thelliez

Cancelamento[editar | editar código-fonte]

A série teve no total 26 episódios, mas acabou com um cliffhanger. O penultimo episódio, "Desastre" revelou um novo inimigo, um cientista chamado Tyron, enquanto que o episódio seguinte, "A Última Missão", revela que Anthea, a mãe de Aelita, casou com Tyron, e que ele não só é o padrasto de Aelita, com também o seu tutor legal. Para azar de Aelita, a mãe quer que ela saia da Kadic e que vá para a Suiça ter com ela. O grupo consegue derrotar X.A.N.A, mas ainda têm de enfrentar Tyron. No entanto, tal não aconteceu, pelo cancelamento da série, que se devia a um orçamento muito baixo.

Criticas[editar | editar código-fonte]

A maioria das criticas sobre a série foram intensamente negativas, com a maioria das pessoas a desejar mais, e melhor da série. Enquanto o novo design da animação CGI teve criticas entre o bom, e o nem tanto, todo o resto acabou tendo classificações extremas, quase todas elas negativas.