Codeguim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Linguiça do tipo codeguim (acima) servida com polenta e lentilhas

codeguim (de codeghin, forma em língua vêneta; em italiano cotecchino) é um tipo de linguiça de origem italiana que, à diferença do salame, é cozido antes de ser consumido.

Na Itália é tradicionalmente servido com lentilhas no Ano-Novo. No Brasil, é ainda hoje produto típico produzido artesanalmente em regiões de colonização italiana, como o interior dos estados da Região Sul e de São Paulo.[1][2][3]

O codeguim é preparado pelo preenchimento de invólucros naturais chamados tripas com pele suína e uma mistura de gordura, carne suína com sal e especiarias. Na produção industrial nitritos e nitratos são adicionados como conservantes.[carece de fontes?]

Referências

  1. Barghini, Laura Tremolada. Grande Livro Da Cozinha Italiana, O. [S.l.]: Editora Melhoramentos. ISBN 8506027098 
  2. Vasconcellos, Paulo Mario BacariÇa (1 de janeiro de 1977). Guia prático para o fazendeiro. [S.l.]: NBL Editora. ISBN 9788521301516 
  3. Guia quatro rodas de Saõ Paulo. [S.l.]: Abril. 1 de janeiro de 1981 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.