Codominância

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com dominância incompleta.

Codominância é um tipo de interação entre alelos de um gene onde não existe relação de dominância (o filho não possui a mesma característica do pai, e sim um novo fenótipo). O indivíduo heterozigoto que apresenta dois genes funcionais, produz os dois fenótipos, isto é, ambos os alelos do gene em um indivíduo diploide se expressam.[1]

A codominância ocorre quando os dois alelos do heterozigoto são ativos. Na dominância incompleta, o hÍbrido representa um terceiro fenótipo, enquanto que, na codominância, dois fenótipos se apresentam no heterozigoto.[2]

Vaca malhada, da raça Lydia, resultante de cruzamento de um animal de pelos avermelhados com um outro, de pelos brancos.
Fenótipo da Camellia japonica obtido mediante cruzamento da planta de flores vermelhas com a planta de flores brancas.

Referências

  1. «Dominância Completa,Incompleta e Co-Dominância». Consultado em 30 de setembro de 2014 
  2. Antônio Pezzi,Demétrio Gowdak e Neide Mattos (2012). Biologia. Genética,Evolução e Ecologia. 3 3 ed. São Paulo-SP: FTD. 28 páginas. ISBN 978-85-322-7307-9 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.