Cofator (bioquímica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Os cofatores (AO 1945: cofactores) são substâncias inorgânicas necessárias ao funcionamento das enzimas, como exemplo as mostradas no quadro abaixo.[1] Se um "cofator" for orgânico, recebe o nome de coenzima.

Várias enzimas humanas são proteínas conjugadas, tendo moléculas de íons metálicos de cobre, zinco e manganês, é por isso que necessitamos ingerir esses e outros tipos de íons em nossa dieta, já que nosso organismo não as produz.

Exemplos de elementos inorgânicos que servem como cofatores[editar | editar código-fonte]

Elementos inorgânicos que servem como cofatores das enzimas
Cu2+ Citocromo oxidase
Fe2+ ou Fe3+ Citocromo oxidase, catalase, peroxidase
K+ Piruvato quinase
Mg2+ Hexoquinase, glicose-6-fosfatase, piruvato quinase
Mn2+ Arginase, ribonucleotídeo redutase
Mo Dinitrogenase
Ni+2 Urease
Se Glutationa peroxidase
Zn2+ Anidrase carbônica, desidrogenase alcoólica, carboxipeptidase A e B

Referências

  1. NELSON, David; et al. Princípios de Bioquímica de Lehninger. [S.l.: s.n.] 
Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço relacionado ao Projeto Química. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.