Colégio Abílio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Colégio Abílio foi uma instituição de ensino que se celebrizou por ter inspirado a obra O Ateneu do escritor brasileiro Raul Pompeia, que lá estudou.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira unidade foi criada pelo médico e educador baiano Abílio César Borges (Barão de Macaúbas), em sociedade com Epifânio Reis, em 1 de agosto de 1871, na Rua Ipiranga 4 (atual número 70), no palacete que havia pertencido ao jurista Teixeira de Freitas e depois a José Luís Cardoso de Sales, primeiro barão de Irapuã e que em 1886 seria adquirido pela Sociedade Amantes da Instrução, que lá criaria o Instituto João Alves Afonso. Com a dissolução da sociedade no final da década, o colégio passou a se chamar Epifânio Reis. Mudando-se para Barbacena, Minas Gerais, em 1881 o Barão de Macaúbas instalou ali a segunda unidade do Colégio Abílio, por onde passaram ilustres personalidades da vida pública mineira. O prédio, que ainda hoje preserva características da construção original, serviu de sede para o antigo Colégio Militar de Minas Gerais e hoje é a sede do comando da Escola Preparatória de Cadetes-do-Ar. Essa unidade funcionou até 1888. Em 1883, seu filho, Joaquim Abílio Borges abriu no Rio de Janeiro a terceira unidade do Colégio Abílio, inicialmente na Praia de Botafogo, 172, onde funcionou até abril de 1890.[1] Depois foi transferido para a Rua Marquês de Abrantes, 20[2] e finalmente para o antigo palacete do Barão de Alegrete, na Praia de Botafogo, 374,[3] imóvel já demolido onde funcionou depois o Colégio Aldridge e, mais à frente, o Colégio Anglo-Americano. Funcionou até meados da década de 1910.[4]


Referências

  1. Endereço e data obtidos em anúncio de aluguel ou venda do palacete onde funcionava o colégio no Jornal do Commercio de 21 de março de 1890.
  2. Endereço obtido em anúncio do colégio na página 7 do Jornal do Commercio de 31 de dezembro de 1904.
  3. Endereço obtido no anúncio do colégio na Gazeta de Notícia de 29 de março de 1914.
  4. Informações sobre a história do colégio coligidas na Gazeta de Notícias, 2/10/1949, pág. 11 e em Ana Maria Jacó-Vilela (org.), Dicionário Histórico de Instituições de Psicologia no Brasil, verbete Colégio Abílio.
Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.