Colégio Militar do Estado do Tocantins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Colégio Militar do Estado do Tocantins
CMTO
Brasão de Armas do CMTO
Informação
Localização Tocantins
Número de estudantes 8 mil

O Colégio Militar do Estado do Tocantins (CMTO) é uma instituição de ensino de gestão compartilhada entre a Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esportes (SEDUC) e a Polícia Militar do Estado do Tocantins[1]. Com sede em Palmas, é composto por 13 unidades[1][2].

História[editar | editar código-fonte]

A primeira escola com gestão compartilhada com a Polícia Militar no Tocantins foi o Colégio Militar de Palmas (CPM), criado em 18 de agosto de 2009 com o nome de CEPMIL - Centro de Ensino Profissionalizante da Polícia Militar em um prédio da Secretaria de Educação no Plano Diretor Sudoeste, em Palmas, com 240 alunos matriculados[3][4]. Em 2010 passou a funcionar um segundo prédio, onde então funcionava o Centro de Ensino Médio de Palmas (CEM)[3].

Posteriormente o nome foi alterado para Colégio Cívico-Militar e Centro de Ensino Médio Cívico-Militar e, em 2019, sua denominação foi definida como Colégio Militar do Estado do Tocantins pelo Decreto nº 6.022[1].

Unidades[2][1]

Fotos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Gris, Marcelo (13 de dezembro de 2019). «Governo volta atrás e muda mais uma vez a nomenclatura dos colégios militares do Tocantins». Guarai Notícias. Consultado em 8 de maio de 2020 
  2. a b «Colégio Militar do Estado do Tocantins». Polícia Militar do Estado do Tocantins. Consultado em 8 de maio de 2020 
  3. a b «Colégio Militar do Estado do Tocantins: Perfil - histórico». Polícia Militar do Estado do Tocantins. Consultado em 8 de maio de 2020 
  4. Mota, Núbia Daiana (24 de agosto de 2019). «Educação e Polícia Militar celebram 10 anos de parceria em prol da Educação pública no Tocantins». SEDUC. Consultado em 8 de maio de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]