Colônia (propriedade)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Colônia é um tipo de propriedade existente em regiões de colonização onde grandes áreas foram, ou são, divididas em pequenas propriedades. Nestas regiões cada propriedade possui, geralmente uma área suficiente para as atividades agrícolas e/ou pecuárias, de uma família.

A medida corresponde a aproximadamente 250 000 m2 ou dez alqueires. Tendo em vista que o alqueire possui área que varia de acordo com a região, a medida superficial também sofre pequenas variações. Estas variações são menores que aquelas observadas no alqueire, visto que a colônia não é uma medida usada em regiões onde o alqueire corresponde a mais que 25 000 m2 metros quadrados.

Via de regra existem as seguintes variações:

  • 242 000 m2 - dez alqueires paulistas ou 24,2 hectares. Possui dimensões de 220 X 1100 m.
  • 250 000 m2 - dez alqueires métricos ou 25 hectares. Possui dimensão de 250 X 1000 m.

Em muitas regiões o termo é também usado para referir-se à grandeza de área equivalente ao tamanho deste tipo de propriedade. Ex.: uma propriedade com 4,5 colônias de terra, ou seja aproximadamente 110 ha.

A Região da Serra Gaúcha foi colonizada, em grande parte, em pequenas propriedades familiares, denominadas colônias, sendo de o termo é também utilizado para referir-se aos núcleos coloniais.