Colapso de edifício em Surfside

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Colapso de edifício em Surfside
Vista aérea do edifício após o colapso parcial da estrutura
Hora 1h25min (UTC−4)
Data 24 de junho de 2021 (2021-06-24)
Local Surfside, Flórida
Coordenadas 25° 52′ 23″ N, 80° 07′ 15″ O
Mortes 98
Lesões não fatais 11

Em 24 de junho de 2021, por volta da 1h25min EDT, o Champlain Towers South, um prédio de condomínio de 12 andares à beira-mar em Surfside, Flórida, Estados Unidos, um subúrbio de Miami, desabou parcialmente. Pelo menos 98 pessoas morreram e outras onze ficaram feridas como resultado do desabamento.[1][2][3][4][5][6][7] Cerca de 22 pessoas foram resgatadas da parte destruída do edifício,[8] duas pessoas foram resgatadas dos escombros.[9] Em 26 de julho, aproximadamente um mês após o desabamento, a última vítima desaparecida foi encontrada.[10][11][12][13]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

O edifício residencial, Champlain Towers South, está localizado no número 8777 da Collins Avenue (Florida State Road A1A). Foi construído em 1981 pelo empreiteiro Nathan Reiber e faz parte de um complexo junto com outros dois edifícios, um construído ao mesmo tempo e chamado Champlain Towers North, e outro construído entre os edifícios Norte e Sul em 1994 e chamado Champlain Towers East.[14] Todos os três são estruturas em forma de L com 12 andares, mas em 2021 o prédio sul continha a maioria das unidades em 136.[15] O projeto foi a primeira nova construção em Surfside após uma moratória sobre o novo desenvolvimento imposta pelo condado de Miami-Dade devido a problemas de infraestrutura de água e esgoto em Surfside durante os anos 1970. Os incorporadores pagaram à cidade 200 mil dólares em 1979 para financiar a substituição do sistema de esgoto e garantir a aprovação para a construção dos condomínios.[16] Os prédios ficam ao norte do North Beach Oceanside Park, que está localizado no bairro de North Beach, em Miami Beach.

Colapso[editar | editar código-fonte]

O edifício Champlain Towers South sofreu um colapso[17] por volta de 1h30 EDT em 24 de junho de 2021.[10] Imagens de vigilância indicam que uma grande seção centro-norte do edifício desabou primeiro, o que deixou isolado o canto nordeste, que também desmoronou aproximadamente nove segundos depois.[18][19] Das 136 unidades do edifício, compostas por apartamentos de um a quatro quartos, com áreas de 110 a 420 m²,[20] 55 foram destruídas no colapso.[4]

Causas possíveis[editar | editar código-fonte]

Bombeiros do Departamento de Resgate de Bombeiros de Miami-Dade procuram sobreviventes, 24 de junho

De acordo com a comissária da cidade de Surfside, Eliana Salzhauer, no momento do desastre, o prédio estava passando por uma inspeção para sua recertificação de 40 anos,[21] que normalmente leva um ano para ser concluída.[22] De acordo com o prefeito de Surfside, Charles Burkett, estavam sendo realizadas obras no terraço do prédio.[23]

De acordo com a pesquisa da Universidade Internacional da Flórida que analisou os dados do Satélite Europeu de Sensoriamento Remoto disponíveis publicamente, o edifício está afundando desde os anos 1990 a uma taxa significativa de cerca de 2 mm por ano. Enquanto 97 por cento de Miami Beach estavam estáveis, 1.555 dos 18.949 pontos em Miami Beach estavam afundando, a uma taxa de menos de 1 mm por ano.[24] Normalmente, no entanto, a pesquisa observou que um colapso de edifício devido ao afundamento seria provável apenas se uma parte de um edifício estivesse cedendo a uma taxa mais rápida do que outra, o que cria tensões que, por sua vez, enfraquecem a estrutura. A pesquisa também observou áreas super construídas que estavam cedendo a uma taxa significativamente mais rápida, como nas ilhas artificiais na Baía Biscayne - até 3,8 mm por ano.[25][26][27][28]

Em 2018, uma vistoria realizada pela empresa de engenharia Morabito Consultants apontou um "grande erro" na construção do deck da piscina, onde a impermeabilização não era inclinada. Ao longo dos anos, as lajes de concreto abaixo do deck foram severamente danificadas pela água. A empresa escreveu que "a falha em substituir a impermeabilização em um futuro próximo fará com que a extensão da deterioração do concreto se expanda exponencialmente" e que o reparo seria "extremamente caro". As lajes do teto da garagem, que ficava abaixo do deck, mostravam várias rachaduras finas e grandes e caixas de vergalhões expostos.[29] Não ficou claro nos registros públicos se a associação do condomínio tratou das questões levantadas no relatório.[30]

Cientistas e engenheiros do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST), uma subagência do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, chegaram ao local em 25 de julho. A equipe da agência, que investigou a queda das Torres Gêmeas do World Trade Center em 11 de setembro de 2001, decidirá se o NIST deve lançar uma investigação completa sobre o colapso e, caso contrário, ajudará a iniciar a investigação local sobre as causas do desastre.[31]

Vítimas[editar | editar código-fonte]

Socorristas durante os trabalhos de buscas por sobreviventes

Até 26 de julho de 2021, foi confirmado que noventa e oito pessoas morreram durante o colapso e outras onze ficaram feridas.[1] A primeira fatalidade identificada foi Stacie Fang, de 54 anos, mãe de um menino de 15 anos que foi resgatado dos escombros logo após o colapso.[32]

Pelo menos 31 pessoas da América do Sul que residiam ou se acreditava estarem no prédio na época do desabamento estavam entre os desaparecidos.[33] O Ministério das Relações Exteriores do Paraguai informou que a irmã da primeira-dama Silvana López Moreira, o marido de sua irmã e seus três filhos estão desaparecidos.[34] Outro cidadão paraguaio também estava desaparecido.[35] Segundo sua filha, um primo-irmão do general da Força Aérea do Chile, Alberto Bachelet, está desaparecido.[36] As outras pessoas desaparecidas foram identificadas como nove cidadãos argentinos, seis venezuelanos, seis colombianos[37] e três uruguaios.[38]

O cônsul-geral de Israel em Miami disse acreditar que 20 cidadãos israelenses estavam entre os desaparecidos.[39] A Global Affairs Canada anunciou que quatro canadenses "podem ter sido afetados" pela tragédia, sem dar mais detalhes.[40]

Referências

  1. a b «The Police Believe 98 People Died in the Condo Collapse». The New York Times. Consultado em 26 de julho de 2021 
  2. «Sobe para 95 o número de mortos em desabamento na Flórida». G1. Consultado em 13 de julho de 2021 
  3. «Death toll in Miami building collapse rises to three-ABC News». Reuters. Consultado em 25 de junho de 2021 
  4. a b «Surfside Condo Collapse, At Least One Dead.». WFOR-TV. 24 de junho de 2021. Consultado em 24 de junho de 2021 
  5. Bacon, John; Ruiz-Goiriena, Romina; Hayes, Christal (24 de junho de 2021). «'Literally pancaked': Condo building partially collapses near Miami; 35 people pulled from rubble; at least 1 dead». USA Today. Consultado em 24 de junho de 2021 
  6. Lee, Wilfredo; Spencer, Terry; Fischer, David (25 de junho de 2021). «Many feared dead after Florida beachfront condo collapse». Associated Press. Consultado em 25 de junho de 2021 
  7. Gomez Licon, Adriana; Caina Calva, Bobby (6 de julho de 2021). «4 more victims found in Florida rubble; death toll rises to 32». Arkansas Online (em inglês). Associated Press. Consultado em 6 de julho de 2021 
  8. «Condo Collapse: 'We Pulled 35 Occupants That Were Trapped; Rescue Operation Ongoing,' Miami-Dade Fire Rescue Officials». CBSMiami. 24 de junho de 2021. Consultado em 24 de junho de 2021 
  9. «What to Know About the Building Collapse in Surfside, Fla.». New York Times. 24 de junho de 2021. Consultado em 26 de junho de 2021 
  10. a b Teh, Cheryl; Jankowicz, Mia; Hall, Madison; Musumeci, Natalie. «UPDATE: 51 people remain missing after a 12-story Florida condo building collapsed, killing at least 1 person». Insider. Consultado em 24 de junho de 2021 
  11. «1 Dead, 99 Missing, Search and Rescue Underway After Partial Collapse of Surfside Condo Building». NBC Miami. 24 de junho de 2021 
  12. Torres, Amanda Batchelor, Madeleine Wright, Saira Anwer, Annaliese Garcia, Ian Margol, Andrea (24 de junho de 2021). «At least 3 dead, 99 others unaccounted for after partial building collapse in Surfside». WPLG. Consultado em 24 de junho de 2021 
  13. Bella, Timothy; Anders, Caroline; Farzan, Antonia Noori; Bellware, Kim; Kornfield, Meryl (26 de junho de 2021). «Live updates: Known death toll in Florida condo collapse rises to 5, officials say on third day of search». Washington Post (em inglês). Consultado em 26 de junho de 2021 
  14. Harkins, Gina (26 de junho de 2021). «What you need to know about the Florida condo collapse as the search for survivors continues». Washington Post (em inglês). Consultado em 26 de junho de 2021 
  15. Sangalang, J.; Bacon, J.; Ruiz-Goiriena, R. «Condo collapse near Miami: What we know about the building, units affected». Palm Beach Post. Consultado em 25 de junho de 2021 
  16. Rodriguez, Rene. «'The building was in OK shape.' The upscale condo near Miami Beach still collapsed». Miami Herald. Consultado em 26 de junho de 2021 
  17. Andrew, Scottie (25 de junho de 2021). «Pancake collapses: What they are and why they're dangerous». CNN. Consultado em 26 de junho de 2021 
  18. Hall, Jason (24 de junho de 2021). «Surveillance Video From Inside And Outside Shows Miami Building Collapse». WBZ NewsRadio 1030. Consultado em 24 de junho de 2021 
  19. «Miami building collapse: What happened, and how quickly?». BBC News. 25 de junho de 2021. Consultado em 25 de junho de 2021 
  20. «Champlain Towers South». Miami Condo Investments. 24 de junho de 2021. Consultado em 24 de junho de 2021. Cópia arquivada em 24 de junho de 2021 
  21. «'The Pool is Caving In' – Condo Collapse Victim Told Husband». poolmagazine.com. 26 de junho de 2021 
  22. Fieldstadt, Elisha; Talmazan, Yuliya. «At least 1 dead after high-rise condo building partially collapses near Miami Beach». NBC News. Consultado em 24 de junho de 2021 
  23. Bizios, E.; Bush, K.; Pires, R.; Calloway, E.; Scheinthal, A.; McIntosh, B.; Branca, S. (24 de junho de 2021). «At least 4 dead, 35 rescued and 159 unaccounted for after partial condo collapse in Surfside». 7 News Miami 
  24. Wdowinski, Shimon; Oliver-Cabrera, Talib; Fiaschi, Simone (22 de abril de 2020). «Land subsidence contribution to coastal flooding hazard in southeast Florida». Copernicus GmbH. Proceedings of the International Association of Hydrological Sciences (em inglês). 382: 207–211. Bibcode:2020PIAHS.382..207W. doi:10.5194/piahs-382-207-2020 
  25. Barton, G.; Bagenstose, K.; Beall, P.; Bajak, A.; Weise, E. (25 de junho de 2021). «Collapsed Miami condo had been sinking into Earth as early as the 1990s, researchers say». Yahoo! News 
  26. Minor, Tarik (24 de junho de 2021). «Researcher: High-rise that collapsed was sinking, due for recertification». WJXT 
  27. Sachs, Sam (24 de junho de 2021). «Collapsed Florida condo building had been shifting since 1990s, geologist says». WFLA 
  28. Julian, Hana Levi (24 de junho de 2021). «20 Jews Among Missing Persons in Florida's Surfside Condo Building Collapse». Jewish Press. Consultado em 24 de junho de 2021 
  29. Morabito Consultants (8 de outubro de 2018). Champlain Towers South Condominium Structural Field Survey Report (PDF) (Relatório). Consultado em 26 de junho de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 26 de junho de 2021 
  30. Blaskey, Sarah; Leibowitz, Aaron. «Inspectors raised concerns about a 'major error' in Champlain Tower design, records show». Miami Herald. The McClatchy Company. Consultado em 26 de junho de 2021. Cópia arquivada em 26 de junho de 2021 
  31. Brown, Julie K.; Neal, David J.; Rabin, Charles; Chang, Daniel (26 de junho de 2021). «Julie K. BroDeath toll up to 5 as search for survivors goes on. Miami-Dade orders audit of high rises». Miami Herald. Consultado em 26 de junho de 2021 
  32. «First Surfside condo collapse victim identified as Stacie Fang, mother of rescued boy». Miami Herald. mherald. 25 de junho de 2021. Consultado em 26 de junho de 2021 
  33. Sangal, A.; Wagner, M.; Macaya, M. (25 de junho de 2021). «At least 159 missing after partial building collapse near Miami». CNN. Consultado em 25 de junho de 2021 
  34. Ortiz-Blanes, Syra (24 de junho de 2021). «'Hopefully they are alive': Many missing after building collapse are from Latin America». Miami Herald. Consultado em 25 de junho de 2021. Cópia arquivada em 25 de junho de 2021 
  35. Sangal, Aditi; Wagner, Meg; Macaya, Melissa; Rocha, Veronica; Alfonso II, Fernando (24 de junho de 2021). «Family members of Paraguay's first lady are missing following Surfside collapse». CNN. Consultado em 24 de junho de 2021 
  36. Waldrop, Theresa (25 de junho de 2021). «'This is what we know about those missing in the Miami condo collapse». CNN. Consultado em 25 de junho de 2021. Cópia arquivada em 24 de junho de 2021 
  37. Sangal, Aditi; Wagner, Meg; Macaya, Melissa; Rocha, Veronica; Alfonso II, Fernando (24 de junho de 2021). «4 Venezuelan and 8 Argentinian citizens missing in Florida building collapse, according to consulates». CNN. Consultado em 24 de junho de 2021 
  38. Sangal, Aditi; Wagner, Meg; Macaya, Melissa; Rocha, Veronica; Alfonso II, Fernando (24 de junho de 2021). «3 Uruguayan citizens among those missing after building collapse». CNN. Consultado em 25 de junho de 2021 
  39. Spencer, Terry; Gomez Licon, Adriana (25 de junho de 2021). «4 confirmed dead in Miami-area condo tower collapse; 159 still missing». Los Angeles Times. Consultado em 26 de junho de 2021 
  40. «At least four Canadians 'may be affected' by Miami building collapse: Global Affairs». CP24. Canadian Press. 25 de junho de 2021. Consultado em 26 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]