Coleopterologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Coleção coleopterológica do AMNH.

A Coleopterologia é um ramo da entomologia que estuda a estrutura, fisiologia, comportamento, evolução e classificação dos coleópteros.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O termo coleopterologia é de origem grega, formado pela união das palavras: κολεός (koleos "estojo"), πτερόν (pteron "asas"), λόγος (logos "palavra, tratado, estudo"), e -ία (-ía "ação, qualidade").

História[editar | editar código-fonte]

Aristóteles, cunhou o termo κολεόπτερος (coleópteros), há mais de dois mil anos, para descrever os insetos que possuem suas asas posteriores protegidas por um "estojo". Inclusive, foi o primeiro a descrever Trichodes apiarius.[1] Como todas as ciências da vida, a Coleopterologia permaneceu estagnada até a época de Linnaeus, que propôs a nomenclatura binomial. Mas é Jan Swammerdam quem propôs os princípios da organização à entomologia e uma definição científica aos coleópteros.[2] Em 1844, LeConte publicou seus primeiros artigos dedicados aos coleópteros. Mais tarde, ele se tornaria um especialista de renome mundial no assunto e é considerado o primeiro coleopterologista da história.

Referências

  1. Bodson, Liliane. (1994). Ancient views on pests and parasites of livestock. Argos. (10): 303–310. Consultado em 24 de junho de 2018.
  2. Burmeister, Hermann. (1836). A manual of entomology.
Ícone de esboço Este artigo sobre coleópteros é um esboço relacionado ao Projeto Coleoptera. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.