Coluna de Arcádio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frisos da coluna de Arcádio.

A Coluna de Arcádio foi uma coluna triunfal erigida em 402 em Constantinopla para comemorar o triunfo do imperador bizantino Arcádio (r. 395–408) sob a revolta do oficial ostrogodo Gainas em 400.[1] Em 421, recebeu do imperador Teodósio II (r. 408–450) uma escultura em bronze representando Arcádio;[2] em um terremoto em 740 a estátua baqueou. A pedestal da coluna foi demolido pelos otomanos em 1719, pois sua estrutura estava danificada e representava risco de desabar. Atualmente apenas sua base está in situ enquanto fragmentos de seus tambores estão no Museu Arqueológico de Istambul.[3]

Inspirada na coluna de Teodósio e na de Constantino, media cerca de 50 metros e era adornada com frisos espirais com baixos-relevos ilustrando os triunfos imperiais sob os bárbaros, tendo sua decoração sido inspirada naquela da coluna de Trajano e na de Marco Aurélio; internamente possuía uma escada que dava acesso ao topo. Sua base, que media 9 metros de altura e 6 de largura, foi decorada com esculturas representando Arcádio e Honório em cenas de majestade em três de suas faces: à leste os imperadores são aclamados pelos senadores de Roma e Constantinopla; à oeste um grupo de soldados bárbaros são humilhados perante um troféu romano; e a sul embaixadores estrangeiros trazem presentes.[3]

Referências

  1. Kazhdan 1991, p. 814.
  2. Croke 2001, p. 114.
  3. a b «Columns and Obelisks in Byzantine Constantinople» (em inglês). Consultado em 25 de março de 2013 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Croke, Brian (2001). Count Marcellinus and his Chronicle (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 0198150016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Coluna de Arcádio