Comando elétrico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Exemplo: diagrama de comando e potência para partida estrela-triângulo.

Em eletricidade, comandos elétricos ou acionamentos elétricos é uma disciplina que lida com projetos de circuitos elétricos para o acionamento de máquinas elétricas. A formação nesta disciplina visa conhecer e dimensionar os principais dispositivos de comando e proteção utilizados nestes circuitos, ler e interpretar os circuitos de comandos de máquinas elétricas e conhecer os principais métodos de acionamento destas máquinas.

O conhecimento sobre comandos elétricos é bastante importante, pois em qualquer sistema elétrico industrial e/ou residencial, há sempre algum tipo de máquina ou equipamento acionado de alguma forma, por exemplo, através de um motor elétrico, que é a forma mais utilizada para obtenção de energia mecânica.

Acionamento convencional[editar | editar código-fonte]

Nos acionamentos convencionais, também conhecidos como partidas convencionais de motores, usam-se dispositivos eletromecânicos para o acionamento (partida) do motor, como contatores.

Acionamento eletrônico[editar | editar código-fonte]

Nos acionamentos eletrônicos, também conhecidos como partidas eletrônicas de motores, usam-se dispositivos eletrônicos que realizam o acionamento do motor, como soft-starters, inversores de freqüência, etc.

Dispositivos de proteção[editar | editar código-fonte]

Os dispositivos de proteção têm a função de proteger os equipamentos, circuitos eletroeletrônicos, máquinas e instalações elétricas, contra alterações da tensão de alimentação e intensidade da corrente elétrica. Nestes circuitos, a proteção é normalmente garantida por fusíveis, relé térmico e contactor motor.

Fusíveis[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Fusível

São dispositivos que asseguram a proteção contra curto-circuito.

Relés térmico[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Relé térmico

São dispositivos que asseguram a proteção dos equipamentos contra a sobrecarga.

Disjuntores motores[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Disjuntor motor

Estes são os dispositivos que realizam a proteção contra curto-circuito e sobrecarga (proteção térmica e magnética).

Dispositivos de comando e sinalização[editar | editar código-fonte]

Botoneiras[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Botoneira

As botoneiras ou botoeiras, são usadas no acionamento de motores por meio manual e servem para energizar ou desenergizar contatores, a partir da comutação de seus contatos NA ou NF.

Contator[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Contator

Os contatores são chaves de operação automática, cujo acionamento é originado pela ação eletromagnética. Os contatos NA (normalmente aberto) ou NF (normalmente fechado) do contator são acionados quando a bobina (eletromagnética) é energizada, a partir do qual os contatos ganham nova posição, durante o tempo em que a bobina estiver energizada, e quando a bobina for desernergizada os contatos retornam em suas posições normais por acção de uma mola. Os contatores são chaves que possibilitam o acionamento de motores à distância, aumentando a segurança durante o processo de acionamento.

Sinalizadores[editar | editar código-fonte]

A sinalização é um meio visual ou sonoro de chamar a atenção do operador para uma determinada situação em um circuito, máquina ou conjunto de máquinas. Ela é realizada por meio de buzinas e campainhas ou por sinalizadores luminosos com cores determinadas por normas.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • KOSOV, Irving L. Máquinas Elétricas e transformadores, 8. ed. São Paulo, Globo, 1989.
  • FILHO, João Mamede. Instalações Elétricas Industriais, 6 ed. Rio de Janeiro, LTC, 2001.
  • FILHO, João Mamede. Manual de Equipamentos Elétricos, 3 ed. Rio de Janeiro, LTC, 2005.
  • Manual de Chaves de Partida, WEG
  • Manual de Motores Elétricos, WEG
  • VAN VALKEN BURGH, Nooger e Neville, Eletricidade Básica, Vol. 5, Rio de Janeiro, Ao Livro Técnico, 1982.
  • Coleção Básica Senai de Comandos Elétricos: SENAI – DN, 1980.
  • Norma Baixa Tensão REDE CEMAT.
  • Manual de Instalações Elétrica CESP / PIRELLI / PROCOBRE.
  • Informativo de Tabelas de Dimensionamento PIRELLI.
  • Instalações Elétricas Prediais – CARVALIN, GERALDO.
  • Comandos Elétricos – SACTES. 6. Manuais WEG.
  • José Roldán, Manual de Automatização por Contactores, Plátano Edições Técnicas
  • Francisco Sacristán, M. Manutenção M. Eq. Eléctricos, Plátano Edições Técnicas, 1997
  • Tory Doll, Máquinas Eléctricas Corrente Alternada, Almedina, 1985
  • José Matias, Ludgero Leote, Automatismos Industriais, Didáctica Editora,1993
  • José Matias, Máquinas Eléctricas de Corrente Alternada, Didáctica Editora, 1994
  • José Matias, Máquinas Eléctricas Corrente Continua, Didáctica Editora, 1990

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Eletricidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.