Começar de Novo (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Começar de Novo
Logotipo da novela
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Romance
Drama
Comédia
Duração 50min
Criador(es) Antônio Calmon
Elizabeth Jhin
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Marcos Paulo
Elenco
Tema de abertura "Tomara" - Paula Morelenbaum
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 30 de agosto de 200415 de abril de 2005
N.º de episódios 196
Cronologia
Programas relacionados Olho no Olho
Cara & Coroa
Um Anjo Caiu do Céu

Começar de Novo é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida no horário das 19 horas, entre 30 de agosto de 2004 e 15 de abril de 2005, em 196 capítulos, substituindo Da Cor do Pecado e sendo substituída por A Lua Me Disse.[1] Foi a 67ª "novela das sete" exibida pela emissora.[2]

Escrita por Antônio Calmon e Elizabeth Jhin, com a colaboração de Álvaro Ramos, Eliane Garcia, Lílian Garcia, Mauro Wilson, Leandra Pires, Maria Helena Nascimento e Márcia Prates. A trama foi inspirada na obra O Conde de Monte Cristo de Alexandre Dumas. Dirigida por Marcelo Travesso, Gustavo Fernandez, Edson Spinello e Paulo Silvestrini, com direção geral de Luiz Henrique Rios e Carlos Araújo e núcleo de Marcos Paulo.[1]

Contou com Marcos Paulo, Natália do Vale, Eva Wilma, Marília Pêra, Luis Gustavo, Carlos Vereza, Paloma Duarte, Werner Schünemann, Antônio Abujamra, Antonio Calloni, Luíza Tomé, Manuela do Monte, Lília Cabral, Carolina Ferraz, Cássio Gabus Mendes, Fernanda Machado, Vladimir Brichta e Giselle Itié nos papéis principais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Tendo como pano de fundo a indústria do petróleo, a trama central da telenovela gira em torno do amor entre Miguel Arcanjo e Letícia, jovens habitantes da fictícia cidade de Ouro Negro, que começa quando são ainda crianças e cuja amizade se transforma numa forte paixão na adolescência. Os parentes da moça - principalmente sua mãe, Lucrécia Borges - são contra a união, pois pertencem a uma família rica e tradicional, não aceitando um pobre para casar com Letícia, que pensa o contrário da família, e gosta das pessoas pelo que são e não pelo que tem, mas sua mãe só pensa nas aparências e dinheiro.[1]

Apaixonado, o casal de apenas 17 anos tenta fugir e Lucrécia descobre que sua filha foi embora. Decidida a salvar o futuro da filha de um casamento sem recursos, achando que ela será infeliz, contrata um bandido para matar Miguel, que os persegue. Miguel leva um tiro na cabeça, para desespero de Letícia, que é levada à força de volta para sua casa, sofrendo muito pelas maldades da mãe.

Miguel acaba ficando entre a vida e a morte. O rapaz é dado como morto, pois não apresentava mais sinais vitais e seu corpo é liberado para o necrotério, mas ele acorda e seu amigo que tratava do enterro o leva para um hospital distante. Miguel se recupera do ferimento, mas fica sem memória e angustiado por não saber quase nada sobre seu passado, apenas poucas lembranças.

Para protegê-lo, pois soube que foi um atentado contra a vida dele, Ivan Mishkin, um amigo de sua família, o leva para Moscou, capital da então União Soviética.

Enquanto isso, Letícia descobre que seu grande amor morreu, entrando em profunda depressão e desespero. Para piorar tudo, descobre estar grávida de Miguel. Sua mãe descobre e fica horrorizada. Pensando mais no dinheiro que a família acumulará, e um pouco em salvar a filha de ser mãe solteira, obriga Letícia a um casamento com Anselmo, um milionário do ramo petrolífero. Sem saída, destruída por dentro e sem esperanças, achando que Miguel está morto, ela se casa e não diz ao marido que casou grávida, o fazendo pensar que o filho é dele, a mando de sua mãe, para sua infelicidade.

O tempo passa e por não se lembrar do seu passado, Miguel adota um novo nome - Andrei Ivanovitch, transformando-se num bem-sucedido empresário na Rússia e junto com seu amigo, funda uma grande empresa.

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

Trinta anos mais tarde, após inúmeros tratamentos e remédios, Miguel finalmente recupera parte da memória e decide voltar ao Brasil com seu grande mestre, o professor Dimitri Nicolaievitch para desvendar os mistérios que ainda ficaram de sua vida passada. A única coisa que ele lembrou todos esse anos foi de uma menina que o beijava, mas nem o nome dela ele sabia e sempre viveu em busca dela. Ele tenta reencontrar essa mulher, seu grande amor, Letícia. Mas ela está casada com Anselmo, seu melhor amigo na juventude, o que o deixa arrasado. Letícia fica totalmente confusa e emocionada ao saber que o homem de sua vida ainda vive.

Miguel, então, para tentar esquecê-la, se envolve com a jovem Júlia. Enquanto isso, seus inimigos Lucrécia Borges e Ademar, o corrupto prefeito da cidade, desconfiam que ele seja o jovem que julgavam estar morto há trinta anos, mas não sabem da vingança que Miguel planeja contra eles. Miguel também não sabe que é sobrinho de Elvis Doidão, um radialista casado com a simpática "natureba" Janis Doidona, uma hilária senhora, mas a única que enfrenta de igual para igual a poderosa Lucrécia Borges.

Assim o tempo passa e Letícia e Miguel se unem novamente em uma vingança, dispostos a lutar contra tudo e contra todos para viverem esse amor proibido, provando que podem começar de novo!

Elenco[editar | editar código-fonte]

Marcos Paulo interpretou o protagonista Miguel Arcanjo.
Giselle Itié interpretou a protagonista Júlia.
Carolina Ferraz interpretou Gigi.
Lília Cabral interpretou Aída.
Marília Pêra interpretou Janis Doidona.
Dalton Vigh interpretou Johnny.
Ator Personagem
Natália do Vale Letícia Borges
Marcos Paulo Miguel Arcanjo Karamazov (Andrei Ivanovitch)
Giselle Itié Júlia Magnani Moreno (Giulia Magnani)
Vladimir Brichta Pedro Borges
Eva Wilma Lucrécia Borges
Marília Pêra Janis Doidona (Marlene Emilinha Silveira)
Luis Gustavo Elvis Doidão (Glauco Silveira)
Carlos Vereza Ademar Nóbrega
Werner Schünemann Anselmo Pessoa
Fernanda Machado Sonya Karamazov
Luíza Tomé Lúcia Borges
Antonio Calloni Olavinho (Olavo Bilac Borges)
Lília Cabral Aída
Paloma Duarte Carmem Nóbrega
Antônio Abujamra Dmitri Nicolaievitch
Manuela do Monte Branca das Neves
Carolina Ferraz Gigi (Gisela Manhães)
Cássio Gabus Mendes Sid (Sidarta Gautama Silveira)
Solange Couto Joana Pimenta
Antônio Pedro Dr. Pimenta
Cássia Linhares Maria Rocha
Roberta Gualda Linda Flor de Linhares
Erik Marmo Carlos Moreno
Eduardo Galvão Arthur Rios (Paulo)
Bel Kutner Marilyn Monteiro (Rita)
Stephany Brito Dandara Gautama Silveira
Eduardo Pires Abel Borges
Kayky Brito Betinho Gautama Silveira
Juliana Lohmann Teca Borges
Marina Ruy Barbosa Aninha
Betty Gofman Anita Estrela
Guilherme Piva Márcio Estrela
Thalma de Freitas Elvira
Maurício Gonçalves Jairo
Carolyna Aguiar Isadora
Tony Tornado Xavier
Gustavo Mello Moacir
Felipe Folgosi Rico
Nívea Helen Margarida
Max Fercondini Murilo
Rosane Gofman Rosário
Maria Clara Mattos Simone
Carmo Dalla Vecchia Tenório
Dalton Vigh Johnny
Luma Costa Marcianita Estrela
Isabel Fillardis Eurídice
Pedro Malta Pepê Gautama Silveira
Guilherme Bernard Lucas
Ramon Francisco Dudu
Bruno Pereira Mário
Rafael Ciani Kiko Borges

Participação especial[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Tarcísio Filho Estêvão Cidreira
Lúcia Alves Ítala Magnani
Bruno Garcia Tiago Dinis
Thiago Rodrigues Miguel Arcanjo (jovem)
Camila dos Anjos Letícia (jovem)
Leona Cavalli Lucrécia Borges (jovem)
Edward Boggis Anselmo (jovem)
Wagner Santisteban Olavinho (jovem)
Deborah Evelyn Dora
Daniel Dantas Wagner
Odilon Wagner Péricles
Virgínia Cavendish Virgínia
Gláucio Gomes Delfino
Elaine Mickely Tânia Mimosa
Emiliano Queiroz Ivan Mishkin
Milton Gonçalves Lázaro
Oswaldo Loureiro Albert
Paula Franco Anna Karamazov
Celso Frateschi Mikail Karamazov
Lauro Góes Romualdo Cidreira
Cristina Pereira Lavínia Teodora
Rogério Fróes Eurípedes
Milena Toscano Sofia
Suzana Faini Juíza
Deyse Braga Mônica
Marco Miranda Mateus
Érika Evantini Teresa
Bruna di Túllio Roseclair
Olívia Torres Marcinha
Jaime Leibovitch Leon
Kiko Mascarenhas Sandro
Sarah Maciel Leticia (criança)
Mariah da Penha Neuza
William Vita Capanga de Lucrécia Borges
Rogério Barros Jorge
Victor Cugula Miguel Arcanjo (criança)

Elenco de apoio[editar | editar código-fonte]

Audiência[editar | editar código-fonte]

Horário # Eps. Estreia Final Posição Temporada Classificação geral
Data Primeiro
capítulo
Data Último
capítulo
Segunda — Sabádo
19:15
196
30 de agosto de 2004
40
15 de abril de 2005
33 #1 2004 - 2005 31

A novela começou com 40 pontos, com share de 59%. Esse índice é considerado ótimo, já que a novela estreou em pleno horário eleitoral. [3]

Contudo, aos poucos a audiência da novela foi caindo. Seu recorde negativo é de 22 pontos, registrado em 5 de fevereiro de 2005. Seu último capítulo registrou 33 pontos, um dos piores índices do horário das sete até então.[4]

Obteve média geral de 31 pontos. Mesmo que houvesse novelas antecessoras com audiência inferior, ela foi considerada um fracasso, por derrubar 12 pontos da antecessora Da Cor do Pecado.[5]

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Começar de Novo foi vendida para aproximadamente 15 países, entre eles Armênia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão, Turcomenistão, Uzbequistão, Ucrânia, Rússia, Portugal e Moçambique.[6]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora nacional[editar | editar código-fonte]

Capa: Marcos Paulo (as faixas 17 e 18 não foram lançadas no CD físico, apenas executadas na novela)

  1. "Feelings" - Caetano Veloso
  2. "Dificil Pra Você" - Luka & Billy
  3. "Happy Hour à Beira Mar" - Wilson Simoninha
  4. "Xamego" - Elba Ramalho
  5. "Volta" - Fábio Jr.
  6. "Você Não Vem" - Pedro Sol
  7. "Não Olhe Pra Trás" - Capital Inicial
  8. "Não Leve a Mal (Don't Get Me Wrong)" - Danni Carlos
  9. "Eu Quero Sempre Mais" - Ira! & Pitty
  10. "O Ar Que Eu Respiro" - Alex Guedes
  11. "Mantra" - Nando Reis & Hare Khrishnas
  12. "Não é Sério" - Charlie Brown Jr. & Negra Li
  13. "Guerreiro, Guerreira" - Negra Li & Helião
  14. "A Fórmula do Amor" - Penélope
  15. "Marcianita" - Leo Jaime
  16. "Tomara" - Paula Morelembaum (tema de abertura)
  17. "Sonífera Ilha" - Karla Sabah
  18. "Núcleo Base" - Ira!

Trilha sonora internacional[editar | editar código-fonte]

Capa: Vladimir Brichta

  1. "Sere Nere" - Tiziano Ferro
  2. "Take My Breath Away" - Jessica Simpson
  3. "What Am I To You?" - Norah Jones
  4. "Entra En Mi Vida" - Sin Bandera
  5. "The Reason" - Hoobastank
  6. "Let's Get Retarded" - Black Eyed Peas
  7. "Dip It Low" - Christina Milian
  8. "Flying" - Bryan Adams
  9. "Temptation" - Diana Krall
  10. "Non Dirmi Niente (Don't Make Me Over)" - Ornella Vanoni
  11. "Guajira (I Love U 2 Much)" - Yerba Buena
  12. "Seven Nation Army" - Arena
  13. "You Don't Know My Name" - Alicia Keys
  14. "Never Leave You" - EZ3
  15. "Gia" - Despina Vandi
  16. "Satellite Of Love 2004" - Lou Reed

Referências

  1. a b c d «Começar de Novo». Teledramaturgia. Arquivado desde o original em 10 de março de 2016. Consultado em 31/10/2016. 
  2. «Novela "Começar de Novo" estréia na próxima segunda-feira». Folha Ilustrada. 27 de agosto de 2004. Consultado em 23 de junho de 2015. 
  3. «"Começar de Novo" estréia com 40 pontos no Ibope». Terra. 31 de agosto de 2004. Consultado em 23 de junho de 2015. 
  4. Dirceu Alves (25 de abril de 2005). «"Começar de Novo" :Trama de Antonio Calmon foi do drama à comédia e sai do ar sem deixar saudade». Terra. Consultado em 3 de setembro de 2015. 
  5. «Ibope de novelas desaba na Globo». UOL Notícias. 18 de setembro de 2008. Consultado em 29 de Dezembro de 2010. 
  6. Começar de Novo - Curiosidades Memória Globo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]