Comida di Buteco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Comida di Buteco
Aperitivos próprios de um boteco brasileiro durante o concurso.
Primeira edição 2000
Período abril/maio
Local(is) Brasil
Gênero popular
Página oficial comidadibuteco.com.br

Comida di Buteco é um concurso gastronômico, considerado o maior evento gastronômico de Minas Gerais e um dos maiores do Brasil. Foi criado em 1999 pelo gastrônomo Eduardo Maya e teve seu lançamento no ano de 2000 na cidade de Belo Horizonte.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Belo Horizonte é conhecida nacionalmente conhecida como a "capital nacional do boteco". Existem na capital mineira cerca de 12.000 estabelecimentos, mais bares per capita do que qualquer outra grande cidade do Brasil. A culinária mineira é uma atração concomitante que acompanha bem a cerveja, o chope, o vinho ou a famosa cachaça mineira.[2][3]

No final do ano de 1999, em uma festa de final de ano da extinta Rádio Geraes, Eduardo Maya do programa Momento Gourmet, juntamente com João Guimarães, proprietário da emissora e Maria Eulália Araújo, Gerente de Marketing e Comercial, definiram a criação de um evento que valorizasse a tradicional cozinha de raiz e os botecos da cidade de Belo Horizonte. O evento foi batizado de Comida di Buteco, caracterizado como um concurso dedicado exclusivamente aos botecos brasileiros.[1]

Todos os anos entre abril e maio é realizada a competição anual de bares que serve de pretexto para visitar diversos estabelecimentos em mais de vinte cidades do Brasil, durante um mês em busca dos melhores petiscos ou tira-gostos, como dizem os mineiros. Quase 600 botecos disputam em categorias como higiene, temperatura da bebida, atendimento e, principalmente, tira-gosto. Os vencedores são decididos não só pelos jurados mas também por votação popular.[4]

A edição de 2020 foi cancelada por conta da pandemia de COVID-19.[5]

Expansão e abrangência[editar | editar código-fonte]

O Comida di Buteco extrapolou as fronteiras de Minas Gerais e aportou em outras cidades singulares, tais como: Rio de Janeiro, Salvador e Goiânia. No interior do estado de São Paulo o evento passou a ser realizado em Campinas, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. Depois se expandiu para a cidade de São Paulo, além de Curitiba, Brasília, Recife e Fortaleza. Posteriormente chegou também à região Norte, através de Belém e Manaus. No Sul, Florianópolis e Porto Alegre. Por fim, outras cidades, como no interior de Minas Gerais: Juiz de Fora, Montes Claros, Poços de Caldas e Ipatinga.[1]

Locais onde é realizado o Comida di Buteco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «História - 21 anos nos butecos do Brasil». Comida di Buteco. 2021. Consultado em 22 de janeiro de 2021 
  2. The New York Times. «A Town Where All The World is a Bar». Consultado em 16 de novembro de 2007 
  3. Folha Online. «Botecos de Belo Horizonte apresentam o melhor tira-gosto». Consultado em 15 de maio de 2008 
  4. Marina Mori (2021). «O que faz o Comida di Buteco ser um sucesso nacional há 20 anos». Gazeta do Povo. Consultado em 22 de janeiro de 2021 
  5. Marina Consiglio (1 de julho de 2020). «Edição de 2020 do concurso Comida di Buteco é cancelada». Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]