Companhia Geral de Comércio de Pernambuco e Paraíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Companhia Geral de Comércio de Pernambuco e Paraíba foi uma empresa privilegiada, de carácter monopolista, criada pelo Marquês de Pombal, na segunda metade do século XVIII, em Portugal.

Fundada em 1756, destinava-se a controlar e fomentar a atividade comercial com as capitanias de Pernambuco e Paraíba, no Estado do Brasil. Maria I de Portugal extinguiu-lhe o monopólio, no início da década de 1780, no contexto da chamada "Viradeira".

Bandeira[editar | editar código-fonte]

A sua bandeira era retangular, de fundo branco, tendo descentrada, à esquerda, sobre uma âncora azul-claro, uma estrela grande, amarela, de sete pontas tendo ao centro a figura de Nossa Senhora da Conceição, com a cabeça rodeada por sete estrelas e os pés sobre a lua crescente.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CARREIRA, António. As Companhias pombalinas de navegação, comércio e tráfico de escravos entre a costa africana e o nordeste brasileiro. Bissau: Centro de Estudos da Guiné Portuguesa, 1969.
  • MARCOS, Rui de Figueiredo. As Companhias Pombalinas: Contributo para a História das Sociedades por Acções em Portugal. Coimbra: 1997.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.