ArcelorMittal Aços Longos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Um prédio da ArcelorMittal Aços Longos.

A ArcelorMittal Aços Longos (antiga Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira[1]) é uma empresa do setor siderúrgico que surgiu da aquisição da Companhia Siderúrgica Mineira pelo grupo belga-luxemburguês ARBED em 11 de dezembro de 1921.

História[editar | editar código-fonte]

A instalação do pólo produtivo se deu com a construção de uma moderna usina siderúrgica na cidade de João Monlevade, Minas Gerais. No lançamento da pedra fundamental da usina, compareceu até o presidente da república, Getúlio Vargas. Na década de 60 associou-se à Bekaert para produção de aços trefilados, arames farpados e lisos, etc.

Ainda no final dos anos 80, a Belgo começava a se preparar para a nova realidade que se antevia, com o lançamento de seu plano de gestão pela qualidade. A necessidade se impunha não apenas pelo crescimento da concorrência no mercado interno, mas porque também o quadro da globalização começava a exercer pressão sobre as empresas brasileiras.

A década de 90 foi, assim, um período de grandes mudanças. Na área tecnológica, a Belgo buscou atualizar sua estrutura produtiva, o que se refletiu, entre outros, na inauguração de um moderno trem de laminação em Monlevade, responsável por sucessivos ganhos de qualidade do fio-máquina. Também investiu na mudança dos cinco altos-fornos da usina, que funcionavam a carvão vegetal, substituindo-os por apenas um, de grande capacidade produtiva, inaugurado no ano 2000 e que opera com coque importado.

A Belgo investiu na recuperação do setor de laminados, a partir da aquisição de empresas como a Cofavi – Companhia Ferro e Aço de Vitória, em 1993, e da Dedini S/A Siderúrgica, em Piracicaba, São Paulo), em 1994. No ano seguinte, arrendou a Siderúrgica Mendes Júnior, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Adquiriu posteriormente participação em algumas empresas siderúrgicas no Peru, Chile, Argentina, e Canadá.

Em 2001 ocorreu a fusão entre a ARBED, a Usinor (França) e a Aceralia (Espanha) surgindo a Arcelor, da qual a Belgo faz parte. Em 2006, houve uma fusão entre a Arcelor e a empresa indiana Mittal e que em julho de 2007 se transformou na Arcelor Mittal Monlevade.

A empresa está situada próxima da chamada Região Metropolitana do Vale do Aço, região metropolitana composta principalmente pelos municípios de Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo, sendo que nos dois últimos estão instaladas duas outras grandes siderúrgicas, respectivamente a Usiminas e a ArcelorMittal Timóteo (antiga Acesita).

Referências

  1. Cimm (19 de maio de 2008). «Belgo agora é ArcelorMittal Aços Longos». Consultado em 16 de setembro de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]