Companhia de Moçambique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Companhia de Moçambique GCIC foi uma companhia majestática da colónia portuguesa de Moçambique, com direitos de soberania delegados pelo Estado [1]. Tinha a concessão das terras que abrangem as actuais províncias de Manica e Sofala[2].

Esta empresa foi fundada em Fevereiro de 1891 com um capital social de cerca de 5 milhões de dólares provenientes de financiadores da Alemanha, Reino Unido e África do Sul. A concessão tinha o prazo de 50 anos, durante os quais a empresa podia, não apenas explorar os recursos e a mão-de-obra ali existente (através da cobrança de impostos), mas também subconcessionar partes do território. O Estado Português receberia 7,5% dos lucros da Companhia.

A Companhia teve a sua sede na Beira, onde controlava a administração pública e os correios[3], tendo inclusivamente criado um banco privado - o Banco da Beira - que emitia moeda, com a denominação de Libra.

Durante a Monarquia, um dos seus mais notáveis Governadores foi Manuel Rafael Gorjão Henriques (1898-1900), ao qual a população da Beira pediu, em Setembro de 1899, «um aumento dos seus impostos», como relata o Diário de Moçambique de 6 de maio de 1965. Foi também seu administrador-delegado, até à sua morte em 1914, o par do reino, Conselheiro de Estado, Ministro dos Negócios Estrangeiros e professor universitário, António Eduardo de Sousa Azevedo Vilaça.

A 8 de Dezembro de 1939 foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem do Império Colonial.[4]

A 18 de Julho de 1942, o território de Manica e Sofala passou para administração directa do governo colonial e a Companhia de Moçambique, agora com a denominação SARL, continuou a operar nos sectores agro-industrial e comercial. A 20 de Outubro de 1961 a Companhia de Moçambique converteu-se no Grupo Entreposto Comercial de Moçambique que, a 6 de Setembro de 1972 se transformou em holding, com a participação de capitais de várias sociedades, a Entreposto - Gestão e Participações (SGPS), SA.

Referências

  1. «Companhia de Moçambique / Grupo Entreposto Comercial de Moçambique». Consultado em 4 de janeiro de 2015 
  2. Torre do Tombo - História da Companhia de Moçambique
  3. História da Cª de Moç com facsimiles de selos postais
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Companhia de Moçambique". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 4 de abril de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Moçambique é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.