Complexo do pombo enxadrista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O conceito psicológico do complexo do pombo enxadrista, síndrome do pombo enxadrista ou complexo do pombo xadrezista foi criado na Internet como uma ironia com uso expansível a determinada atitude tomada em qualquer debate.[1] É usado para descrever o comportamento de um dos lados em uma discussão, onde um lado (invariavelmente o menos provido de referências e bases técnico-científicas, ou formalismo), sem mais contra-argumentos, age com infantilidade.[2] É comparado ao comportamento de um troll.[3][4]

Seu comportamento é descrito pela seguinte frase:

Discutir com Fulano é o mesmo que jogar xadrez com um pombo: ele defeca no tabuleiro, derruba as peças e sai voando cantando vitória.[5]

Normalmente em discussões, um dos lados, o mais fraco, quando fica sem argumentos, cai em falácias e começa a agredir verbalmente o interlocutor (propriamente a clássica falácia argumentum ad hominem), para, em seguida, sair "cantando vitória", (falácia da falsa proclamação de vitória).[6] Trata-se de uma técnica inferior de erística.

O termo chess pigeon (pombo enxadrista) surgiu de um comentário feito em 2005 na Amazon por Scott D. Weitzenhoffer em sua avaliação[7] do livro "Evolutionism Vs Creationism: An Introduction" de Eugenie Scott: "Debater com criacionistas sobre o tópico evolução é comparado a tentar jogar xadrez com um pombo – ele derruba as peças, defeca no tabuleiro e volta voando pro seu bando para cantar vitória".[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Se debatendo na Internet». Memento. Consultado em 7 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 14 de outubro de 2013 
  2. Camargo, Paulo Sergio de. (1 de janeiro de 2012). Não Minta Pra Mim! Psicologia da Mentira e Linguagem Corporal 2 ed. [S.l.]: Summus. p. 86 e 87. ISBN 8532308058 
  3. BREVES, Beatriz; SAMPAIO, Virginia. A maldade humana: como detonar uma pessoa no Facebook: baseado em uma história real. Rio de Janeiro: Mauad, 2014, 1.ed. ISBN 978-7478-633-9.
  4. «A maldade humana». Mauad, 2014 
  5. «O pombo enxadrista». Negócio Digital 
  6. «Falácia: Argumento inválido ou falho na capacidade de provar eficazmente o que alega.». Gatilho da mudança. Consultado em 7 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 26 de outubro de 2013 
  7. «Avaliação de S. D. Weitzenhoffer sobre "Evolution vs. Creationism", de Scott, Eugenie C., datada de 16 de Março de 2005». Consultado em 27 de Março de 2020 
  8. [1]