Componentes do tabaco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde dezembro de 2009).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Na combustão do tabaco produzem-se milhares de substâncias que são transportadas pelo fumo até aos pulmões. Estas substâncias atuam principalmente sobre o aparelho respiratório, mas algumas delas são absorvidas passando para a corrente sanguínea a partir da qual atuam sobre o organismo.

Tais substâncias podem agrupar-se do seguinte modo:

Nicotina: É uma droga psicoactiva responsável pela maior parte dos efeitos do tabaco sobre o organismo e gera dependência física. A duração média da nicotina no sangue é inferior a 2 horas, e se a sua concentração for reduzida aparecem os sintomas que alertam o fumante para a necessidade de um novo cigarro.

Irritantes: O fumo do tabaco contém muitas substâncias irritantes como a acroleína, fenóis, peróxido de nitrogénio, ácido cianídrico, amoníaco, etc., que provocam a alteração dos mecanismos de defesa do pulmão e a contração bronquial pela estimulação das glândulas secretoras da mucosa.

Alcatrão e outros agentes cancerígenos Todas as substâncias tóxicas que contribuem para as neoplasias associadas ao consumo do tabaco, sendo a mais estudada o alfabenzopireno.

Monóxido de Carbono: É um gás incolor de elevada toxicidade presente em grande concentração no fumo do tabaco. Este gás tem uma grande facilidade em se associar a hemoglobina, diminuindo a capacidade de transporte de oxigênio.

Outros compostos químicos[editar | editar código-fonte]

As substancias ou componentes do cigarro são:

  • Acetaldeído: Produto metabólico primário do etanol no processo de transformação em ácido acético. É um dos agentes responsáveis pela ressaca.
  • Ácido cianídrico: Cianeto altamente venenoso (bloqueia a recepção do oxigénio pelo sangue).
  • Alcatrão: Substancia tóxica e cancerígena que ajuda ao desenvolvimento de vício. Ele obstrui as vias respiratórias.
  • Amoníaco: Químico perigoso utilizado em produtos de limpeza.
  • Arsênio: Componente altamente nocivo - veneno puro.
  • Benzopireno: Substância cancerígena que ajuda no processo de combustão - faz com que o cigarro não se apague.
  • Butano: Gás incolor, inodoro mas altamente inflamável.
  • Cloreto de Vinila: Utilizado na fabricação de plásticos, brinquedos, acessórios, etc, diminui o libido, além de ser cancerígeno e altamente tóxico.
  • DDT: Agrotóxico.
  • Fenol: Ácido carbólico que corroi e irrita as nossas membranas mucosas. Caso fosse ingerido ou inalado era mortal! Para além de ser corrosivo afecta também o nosso sistema nervoso central.
  • Mercúrio e metais pesados como chumbo e cádmio: Um único cigarro contém 1 a 2 mg, pelo que como a média de vida destas substancias é de 10 a 30 anos, reduz a capacidade dos pulmões. Entre outros problemas também causa: dispnéia, fibrose pulmonar, enfisema, hipertensão, câncer nos pulmões, próstata, rins e estômago.
  • Metanol: Álcool metílico usado como combustível de foguetes e automóveis.
  • Monóxido de carbono: Gás levemente inflamável e extremamente toxico pois se combina a hemoglobina e impede o transporte de oxigênio
  • Naftalina: Substância cristalina branca, volátil, com odor característico antitraça.
  • Nicotina: É um alcalóide que também é usado como insecticida. Apesar de cheirar mal constitui o princípio activo do tabaco, sendo a substancia que provoca o vício e o cancro nos pulmões.
  • Níquel: Armazenam-se no fígado e rins, coração, pulmões, ossos e dentes - resultando em gangrena dos pés, causando danos ao miocárdio etc..
  • Pineno: Hidrocarboneto Cancerígeno - Utilizado como aromatizante.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências