Computação musical

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Computação Musical (CM) é um campo de pesquisa em ciência da computação com características multidisciplinares, voltado ao tratamento de elementos musicais por meio do computador.[1] Trabalhos realizados neste campo envolvem conceitos como interação humano-computador, sistemas de recomendação, inteligência computacional, projeto de hardware, educação auxiliada por computador, sistemas interativos de tempo real, entre outros. Em seu processo de desenvolvimento, diversificadas áreas de conhecimento - como pedagogia, saúde, engenharias e psicologia - têm sido relacionadas em variados tipos de aplicações.[2] De acordo com a Sociedade Brasileira de Computação (SBC), Computação Musical compreende pesquisa científica, tecnológica e artística nas áreas de composição algorítmica, análise/síntese de som, acústica musical, análise musical assistida por computador, composição musical assistida por computador, processamento digital de áudio, multimídia e qualidade de serviço[3].

Referências

  1. Gimenes, Marcelo S., et al. (2009). As estruturas verticais na improvisação de Bill Evans. (PDF). Anais do XIV Congresso da ANPPOM, Porto Alegre-RS, Brasil. 
  2. Miletto, Evandro M., et al. (2004). Introdução à computação musical (PDF). IV Congresso Brasileiro de Computação. Itajaí-SC, Brasil, ISSN 1677-2822, 883-902. 
  3. Sociedade Brasileira de Computação. «Computação Musical». Consultado em 6 de agosto de 2016