Comunidade Acorn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde fevereiro de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Em 1993, foi fundada a Comunidade Acorn, em Louisa (Virginia), com características: igualitárias (prática da partilha de renda), seculares, anarquistas, feministas e baseada no consenso. Apoia a partilha radical, a comunicação positiva, a compaixão, a sustentabilidade e o ativismo anti-opressão. É um local onde se pretende viver livre da hierarquia e da coerção. É uma integrante da Federação de Comunidades Igualitárias.

A Comunidade é uma cisão amigável da Comunidade Twin Oaks, localizada a 12 km de distância[1] [2].

A terra, o trabalho, os recursos e a renda são utilizados para o bem da Comunidade e de seus integrantes. Não crenças religiosas, políticas ou filosóficas comuns. Há reuniões semanais para tomar decisões sobre o uso de coletivo do dinheiro, das terras e de outros recursos.

Não há chefes, proprietários, investidores, gerentes ou supervisores. Se encoraja a responsabilidade pessoal, em vez da supervisão.

Existe o compromisso do apoio ao desenvolvimento de outras comunidades igualitárias por meio da Federação de Comunidades Igualitária.

A Comunidade se opõe aos organismos geneticamente modificados da Monsanto[3] e tem a venda de sementes não geneticamente modificadas como uma de suas atividades econômicas[1] [4].

Em 2013, a Comunidade tinha 29 hectares e cerca de 20 integrantes[5] [6].

Referências

  1. a b Louisa seed company sets itself apart, em inglês, acesso em 02 de novembro de 2015.
  2. Acorn Community, Mineral, Virginia, April 2004, em inglês, acesso em 02 de novembro de 2015.
  3. Acorn Community, em inglês, acesso em 2 de novembro de 2015.
  4. Searching For Happiness In 'Utopia', em inglês, acesso em 2 de novembro de 2015.
  5. Our Land, em inglês, acesso em 2 de novembro de 2015.
  6. A Cultivated Community, em inglês, acesso em 2 de novembro de 2015.