Concentração Popular Ortodoxa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Concentração Popular Ortodoxa
Laikós Orthódoxos Synagermós
Λαϊκός Ορθόδοξος Συναγερμός
Presidente Georgios Karatzaferis
Fundação 14 de setembro de 2000
Sede 52, Kallirois Avenue, 117 45 Atenas, Grécia
Ideologia Nacionalismo grego[1]
Populismo de direita[2][3][4]
Conservadorismo religioso[5]
Euroceticismo[6]
Espectro político Direita[7] a extrema-direita[3][4]
Ala jovem Juventude do comício ortodoxo
Antecessor Nova Democracia (cisão)
Afiliação nacional Unidade Nacional
Parlamento Helénico
1 / 300
Regiões modernas da Grécia
43 / 725
Cores Azul
Página oficial
www.laos.gr

Concentração Popular Ortodoxa (em grego: Λαϊκός Ορθόδοξος Συναγερμός, Laïkós Orthódoxos Synagermós, LAOS) é um partido político grego populista e de tendência nacionalista, fundado por Geórgios Karatzaféris, depois de ser expulso da Nova Democracia.

Concentração Popular Ortodoxa foi membro do grupo Europa da Liberdade e da Democracia no Parlamento Europeu.

Resultados Eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status
2004 162 492 2,2 (5.º)
0 / 300
Extra-parlamentar
2007 271 809 3,8 (5.º) Aumento1,6
10 / 300
Aumento10 Oposição
2009 386 152 5,6 (4.º) Aumento1,8
15 / 300
Aumento5 Oposição
05/2012 182 925 2,9 (9.º) Baixa2,7
0 / 300
Baixa15 Extra-parlamentar
06/2012 97 099 1,6 (9.º) Baixa1,3
0 / 300
= Extra-parlamentar
01/2015 63 698 1,0 (11.º) Baixa0,6
0 / 300
= Extra-parlamentar
09/2015 Não concorreu

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/-
2004 252 429 4,1 (5.º)
1 / 24
2009 366 615 7,1 (4.º) Aumento3,0
2 / 22
Aumento1
2014 154 027 2,7 (8.º) Baixa4,4
0 / 21
Baixa2

Referências

  1. Lacroix, Justine; Nicolaīdis, Kalypso (2011). European Stories: Intellectual Debates on Europe in National Contexts. Oxford: Oxford University Press. p. 188. ISBN 978-0-19-959462-7 
  2. Gemenis, Kostas (2008) "The 2007 Parliamentary Election in Greece", Gemenis, Kostas (março de 2008). «The 2007 Parliamentary Election in Greece». Taylor and Francis. Mediterranean Politics. 13 (1): 95–101. doi:10.1080/13629390701862616. 
    Gemenis, Kostas; Dinas, Elias (julho de 2010). «Confrontation still? Examining parties' policy positions in Greece». Palgrave Macmillan. Comparative European Politics. 8 (2): 179–201. doi:10.1057/cep.2008.28. 
  3. a b Hainsworth, Paul (2008), The Extreme Right in Western Europe, Routledge, p. 66 
  4. a b Art, David (2011), Inside the Radical Right: The Development of Anti-Immigrant Parties in Western Europe, Cambridge University Press, p. 188 
  5. Papadopoulos, Alex G. (8 de maio de 2012). «The Puzzle of the 2012 Greek Elections». International Policy Digest. Consultado em 2 de junho de 2012 
  6. Vasilopoulou, Sofia (2010), Euroscepticism and the radical right: domestic strategies and party system dynamics (PDF) (PhD thesis), The London School of Economics and Political Science (LSE), pp. 157– 
  7. «"First term judged by second," 10 August 2007». Ekathimerini.com. Consultado em 10 de janeiro de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.