Concord Music

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nuvola apps kcmpartitions.png
Este artigo não está em nenhuma categoria (desde julho de 2019).
Por favor, categorize-o para que seja listado com suas páginas similares.
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Concord Music Group
Razão social Concord Bicycle Music LLC
Empresa privada
Atividade Música e entretenimento
Fundação 1973 (como Concord Jazz)

2004 (como Concord Music Group)

Sede Beverly Hills, Califórnia
Proprietário(s) Alchemy Copyrights
Empresa-mãe Alliance Entertainment (1994-1999)
Norman Lear (1999-2008)
Village Roadshow Pictures (2008-2013)
Barings Asset Management (2013-presente)
Website oficial https://www.concord.com

Concord Music Group é uma empresa de música independente localizada em Beverly Hills, California, com distribuição mundial (inclusive nos EUA) pela Universal Music Group.[1][2] A companhia é especializada em gravações (Concord Records, Fantasy Records, Rounder Records, Telarc Records, Loma Vista Recordings) e publicação de músicas (Boosey & Hawkes, Imagem).

O catálogo da Concord consiste em mais de 12,000 álbuns e 390,000 composições. Concord possui 267 álbuns vencedores do Grammy, e 388 títulos foram certificados pela RIAA.

História[editar | editar código-fonte]

A empresa foi fundada em 1973 em Concord, Califórnia por Carl Jefferson, um vendedor de carros e entusiasta de jazz. Jefferson produziu a primeira gravação da Concord Jazz pelos guitarristas Herb Ellis e Joe Pass. Ele nomeou a gravadora após o Concord Jazz Festival, onde ele organizou alguns anos antes. Jefferson vendeu a Concord para a Alliance Entertainment em 1994 e morreu no ano seguinte.[3] Em 1999, o produtor de cinema e televisão Norman Lear e o executivo Hal Gaba compraram a empresa.[4] Em 2002, a empresa mudou sua sede para Beverly Hills, Califórnia.

Em 2004, a Concord Records adquiriu a Fantasy, Inc., dona das gravadoras Prestige, Fantasy, Milestone, Riverside, e Specialty, e o catálogo da Stax Records pós-Atlantic Records. Concord então combinou Fantasy para formar a independente Concord Music Group.[5] Concord se juntou à Starbucks para lançar o álbum Genius Loves Company de Ray Charles,[6] que ganhou oito Grammys, incluindo Álbum do Ano.[7] Em 2005, Concord comprou a Telarc.[8] Em 18 de Dezembro de 2006, Concord anunciou o re-lançamento da gravadora de soul Stax; direitos do nome eram previamente da Fantasy. Novos contratos incluiam Isaac Hayes e Angie Stone.[9]

Em 12 de Março de 2007, Concord Music Group e Starbucks juntamente fundaram a Hear Music.[10] O álbum Memory Almost Full de Paul McCartney foi lançado em Junho de 2007.[11] Hear Music lançou álbuns de Joni Mitchell, James Taylor, e John Mellencamp.

Em 2008, a Village Roadshow Pictures Group (VRPG) e a Concord completaram sua fusão, resultando na criação de um novo diversificado grupo de entretenimento, a Village Roadshow Entertainment Group.[12] Em Abril de 2010, foi anunciado que Paul McCartney transferiu os direitos de distribuição de seus álbuns pós-Beatles da EMI para a Concord.[13]

Concord comprou a Rounder Records em 2010.[14] A distribuição é mantida principalmente pela Universal Music Group.[15] Em mercados menores, como na África e no Leste Europeu, gravadoras independentes locais que representam a Universal licenciam o catálogo.[15] Em 2012, Concord Music Group designou quatro distintas unidades operacionais: Fantasy Label Group (Hear Music, Stax, Fantasy), Rounder Label Group, Concord-Telarc Label Group (Concord Jazz/Heads-Up/Telarc) e Prestige Group.

Esperanza Spalding foi honrada com um Grammy de Melhor Artista Novo in 2011, um primeiro para a Concord.[16] Os artistas da Concord Music Group ganharam 8 Grammy Awards na cerimônia de prêmios de 2013, muitos de qualquer gravadora.[17]

Em 25 de Março de 2013, Wood Creek Capital Management, uma afiliada do MassMutual Financial Group, comprou a Concord Music Group da Village Roadshow Entertainment Group.[18] Em 31 de Outubro de 2013, The Bicycle Music Company adquiriu o catálogo anterior da Wind-up Records incluindo as gravações de mais de 1,600 músicas incluindo álbuns de Creed, Evanescence, Seether e Alter Bridge. The Bicycle Music Company então fechou um acordo de serviços com a empresa irmã Concord Music Group para comercializar o catálogo anterior da Wind-up Records para varejistas e consumidores.[19]

Em 1 de julho de 2014, a gravadora de Tom Whalley, Loma Vista Recordings (lar de artistas como St. Vincent, Little Dragon, Spoon, Cut Copy, Marilyn Manson, Ghost, e a trilha sonora de Django Unchained, nomeada ao Grammy, entre outros) assinou uma de parceria estratégica mundial com a Concord Music Group. Nos termos do acordo, Concord fornece fundos para relações de novos talentos e desenvolvimento de artistas, tal qual fornecer serviços para a Loma Vista.[20] Em 8 de Julho de 2014, Concord Music Group anunciou a aquisição do catálogo da Vee-Jay Records incluindo mais de 5,000 gravações de Little Richard, John Lee Hooker, Betty Everett, Jimmy Reed, Jerry Butler, The Staple Singers, Gene Chandler, e os Dells, além de muitos outros.[21]

Em 1 de abril de 2015, Concord Music Group anunciou que havia adquirido a Vanguard Records e a Sugar Hill Records da Welk Music Group. Simultaneamente, também foi anunciado que a Concord Music Group se fundiu à Bicycle Music Company, uma editora musical independente, gravadora, e gerente de direitos para formar a completamente integrada companhia de música gravada e publicação Concord Bicycle Music. Concord Music e Bicycle Music irão operar como divisões individuais dentro da Concord Bicycle Music, com a Concord Music Group sendo principalmente responsável por atividades de música gravada e Bicycle supervisionando publicação e gerenciamento.[22] Em Maio de 2015, Concord Bicycle Music adquiriu a Fearless Records e o restante da Wind-Up Records, o catálogo anterior da última havia sido adquirido pela The Bicycle Music Company em Outubro de 2013.[23] A aquisição da Fearless também incluiu a editora Fearmore Music Publishing, junto com a operação de mercado interno da empresa.[24]

Em Setembro de 2015, a Concord adquiriu uma participação significante na Razor & Tie, o que inclui as gravadoras Razor & Tie e Washington Square, uma editora musical, e a franquia Kidz Bop. Artistas da Razor & Tie incluem The Pretty Reckless, All That Remains, Red Sun Rising e Starset.[25] Em Dezembro de 2015, a banda americana de rock R.E.M. assinou um contrato de distribuição plurianual com a Concord, que cobre seus álbuns lançados pela Warner Bros. Records.[26]

Em 2 de Junho 2017, Concord adquiriu a editora musical Imagem [27] por 500 milhões de dólares. Este acordo incluiu os direitos de canções por Daft Punk, Phil Collins, Pink Floyd, Mark Ronson, Boosey & Hawkes, e Rodgers & Hammerstein.[28] Em Julho de 2017, Concord adquiriu os catálogos anteriores de muitos ex-artistas da Warner Music Group, incluindo Jewel, as Violent Femmes, Taking Back Sunday, e Sérgio Mendes.[29] Concord também adquiriu parte do catálogo anterior da Victory Records.

Em Setembro de 2017, Concord adquiriu a Savoy Records. O acordo do catálogo trouxe mais de 3,000 gravações originais para a empresa. Savoy foi fundada em 1942 e gravou discos de Charlie Parker, Miles Davis, Dizzy Gillespie, John Coltrane e Dexter Gordon. [30]

Em 1 de Fevereiro de 2018, Concord adquiriu a Tams-Witmark Music Library,[31] que licencia scripts e pontuações de musicais da Broadway para teatros profissionais e amadores. Das propriedades da Tams-Witmark estão Kiss Me, Kate; My Fair Lady; Gypsy; Bye Bye Birdie; Hello, Dolly!; Cabaret; Man of La Mancha e A Chorus Line. Em Fevereiro de 2018, Concord adquiriu a gravadora de trilha sonora e música clássica Varèse Sarabande.[32] Em 27 de Julho de 2018, Concord adquiriu a gravadora latina Fania.[33] Em Agosto de 2018, Concord adquiriu o catálogo da gravadora britânica Independiente.[34] Em Dezembro de 2018, Concord adquiriu a editora teatral Samuel French, Inc.[35]

[editar | editar código-fonte]

A lista ativa da Concord Music inclui James Taylor, Chick Corea, Alison Krauss, Ben Harper,[36] Esperanza Spalding, Christian Scott, Arturo Sandoval, Booker T. Jones, Kenny G, George Benson, Steve Martin, Alejandro Escovedo e AFI. The company's master catalog recordings includes John Coltrane, John Fogerty, Frank Sinatra, Creedence Clearwater Revival, Ray Charles, Miles Davis, Little Richard, Otis Redding, Thelonious Monk, Isaac Hayes, Ella Fitzgerald, Tony Bennett and Albert King.[37]

O catálogo de publicação da Concord inclui George Harrison, Mark Ronson, Daft Punk, Dolly Parton, Robert Johnson, Igor Stravinsky, Pink Floyd, Andrew Lloyd Webber, Nine Inch Nails, Social Distortion, e Kaiser Chiefs.

Suas editoras musicais incluem Rodgers & Hammerstein, Harrisongs, the Tams-Witmark Music Library, Boosey & Hawkes, Imagem, the Bicycle Music Company, e Fania Records.

Selos[editar | editar código-fonte]

Ativos[editar | editar código-fonte]

Extintos/Inativos[editar | editar código-fonte]

  • Feinery Records
  • Flying Fish Records
  • Galaxy Records
  • Bandit Records
  • HighTone Records
  • Kicking Mule Records
  • Playboy Jazz Records
  • Reality Records
  • Rockingale Records
  • The Jazz Alliance Records
  • Vee-Jay Records
  • Volt Records
  • Concord Picante
  • Hear Music
  • Monterey Jazz Festival Records
  • Peak Records
  • Specialty Records
  • Telarc International Corporation
  • Heads Up International
  • Concord Concerto
  • Stretch Records
  • Sugar Hill Records
  • Takoma Records
  • The Bicycle Music Company
  • Vanguard Records
  • Wind-Up Records
  • Contemporary Records
  • Debut Records
  • Good Time Jazz Records
  • Milestone Records
  • Original Blues Classics
  • Original Jazz Classics
  • Pablo Records
  • Prestige Records
  • Riverside Records
  • Fania Records
  • Independiente
  • Delicious Vinyl

Links externos[editar | editar código-fonte]

[https://www.concord.com/ Site oficial]

  1. "Concord Music Being Shopped to Private-Equity Firms, Not Strategic Suitors", Billboard, 5 December 2012
  2. "Concord Music Group to be Sold to Wood Creek Capital Management", Billboard, 25 March 2013
  3. Zych, David (1 November 1998). «Concord Jazz». JazzTimes. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  4. Lewis, Randy (1 May 2010). «Concord Music Group marches to its own beat». Los Angeles Times. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  5. «Concord Records Completes Acquisition of Fantasy, Inc.». www.businesswire.com. 1 December 2004. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  6. «Concord Records and Starbucks Partner to Create Historic Ray Charles Duets CD». www.businesswire.com. 23 March 2004. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  7. Boucher, Geoff (14 February 2005). «Ray's 'Genius' Loves Company». Los Angeles Times. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  8. «Concord Music buys Telarc». Los Angeles Times. 21 December 2005. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  9. «Stax Relaunches With Hayes, Stone, White Tribute». Billboard. 18 December 2006. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  10. Woodward, Curt (12 March 2007). «Starbucks launches Hear Music record label». The Seattle Times. Consultado em 20 September 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  11. About.com Classic Rock "Paul McCartney - Memory Almost Full" Arquivado em 2013-04-04 no Wayback Machine., About.com Classic Rock
  12. Suzi Price "Village Roadshow Pictures Group And Concord Music Group Join Forces", JazzReview.com, 29 January 2008
  13. Sean Michaels "Paul McCartney cuts ties with EMI", The Guardian, 22 April 2010
  14. Lawless, John (14 April 2010). «Rounder acquired by Concord Music Group». Bluegrass Today. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  15. a b «Distribution». Concord Music Group. 3 de janeiro de 2012. Consultado em 12 de julho de 2013 
  16. Huffington Post "Esperanza Spalding: Grammy Award 2011 Winner For Best New Artist", Huffington Post, 25 May 2011
  17. "Concord, Warner Bros. Lead Record Labels With Most Grammy Awards at 2013 Ceremony", Billboard.com, 11 February 2013
  18. "Concord Music Group to be Sold to Wood Creek Capital Management", Billboard.com, 25 March 2013
  19. "Bicycle Music Acquires Wind-Up Records' Back Catalog, Cuts Deal with Concord Music Group (Exclusive)", Billboard.com, 31 October 2013
  20. "Tom Whalley's Loma Vista Goes to Concord Music Group", Billboard.com, 1 July 2014
  21. "Concord Music Group Acquires Famed Soul Label Vee-Jay Records", Billboard.com, 8 July 2014
  22. "Concord and Bicycle Merge to Form Concord Bicycle Music, Acquires Vanguard and Sugar Hill Records", Billboard.com, 1 April 2015
  23. [1] Arquivado em maio 18, 2015[Erro data trocada], no Wayback Machine.
  24. "Concord Continues Acquisition Binge with Fearless Records, Wind-Up Deals", Billboard.com, 6 May 2015
  25. Newman, Melinda (30 September 2015). «Razor & Tie Forms New Company With Concord Bicycle Music». Billboard. Consultado em 8 September 2016  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  26. Newman, Melinda (15 December 2015). «R.E.M. Taps Concord Bicycle to Handle Group's Warner Bros. Catalog». Billboard. Consultado em 20 September 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  27. «Concord Bicycle Music Acquires Imagem Music Group». Music Connection. Consultado em 10 de novembro de 2017 
  28. Ingham, Tim (2 de junho de 2017). «Concord's $500m+ Imagem buy marks the birth of a major player in music». Music Business Worldwide. Consultado em 12 de julho de 2017 
  29. «Concord buys yet again in multi-million dollar deal with Warner». Music Business Worldwide. 6 July 2017  Verifique data em: |data= (ajuda)
  30. «Concord Music Acquires the Renowned Savoy Label Group». Concord Music. Consultado em 10 de janeiro de 2019 
  31. «Concord Music Expands Theatrical Reach With Acquisition of Tams-Witmark Music Library». Playbill. Consultado em 1 de fevereiro de 2018 
  32. «Concord buys movie music label Varèse Sarabande, signs Cutting Edge deal». Music Business Worldwide. 7 February 2018  Verifique data em: |data= (ajuda)
  33. «Concord acquires independent Latin music company Fania - Music Business Worldwide». Music Business Worldwide. 27 July 2018. Consultado em 20 September 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  34. Brandle, Lars (6 August 2018). «Concord Music Acquires U.K. Indie Label Independiente Records». Billboard. Consultado em 20 September 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  35. Schneider, Marc (17 December 2018). «Concord Music Acquires Samuel French, Storied Theatrical Publisher». Billboard. Consultado em 17 January 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  36. American Songwriter "Ben Harper’s Stax Records Debut Get Up! Due In January", American Songwriter, October 3, 2012
  37. American Songwriter "Concord Music Group Acquires Rounder Records", American Songwriter, 14 April 2013