Condado de Ravensberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Condado de Ravensberga)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Grafschaft Ravensberg (de)
Condado de Ravensberga

Estado do Sacro Império

Coats of arms of None.svg
1140s – 1807 Flag of the Kingdom of Prussia (1803-1892).svg

Brasão de Ravensberga

Brasão

Localização de Ravensberga
Mapa do Círculo do Reno Inferior-Vestfália, por volta de 1560, com o Condado de Ravensberg em destaque (a vermelho)
Continente Europa
País Alemanha
Capital Bielefeld
Língua oficial alemão
Governo Monarquia absoluta
Período histórico Idade Média
 • 1140s Otâo I, Conde de Ravensberga
 • 1338 Gerardo I, Conde de Berg e de Ravensberga
 • 1500 Integrou o Círculo do Reno Inferior-Vestfália
 • 1521 João III, Duque dos Jülich-Cleves-Berg
 • 1614 Para o Brandemburgo-Prússia (Tratado de Xanten)
 • 1807 Dissolução

O Condado de Ravensberg, ou na sua forma aportuguesada Ravensberga (em alemão: Grafschaft Ravensberg ) foi um estado histórico do Sacro Império Romano-Germânico. O seu território localizava-se no leste da atual Vestfália, Alemanha, nos limites de Osning ou Floresta de Teutoburgo.

História[editar | editar código-fonte]

Ravensberg foi mencionado pela primeira vez no Século XII; a sua sede era o Castelo de Ravensberg. Os condes de Ravensberg mandaram construir, depois, o castelo de Sparrenberg, em Bielefeld, por volta de 1240–50, para onde transferiram a sua corte. Possuíam também o castelo de Limberg, próximo de Preußisch Oldendorf.

Castelo de Sparrenburg

Em 1346 o condado foi herdado pelo Ducado de Berg que, por sua vez, em 1423, também se tornou parte do Ducado de Jülich e, por fim, em 1521, integrado nos Ducados Unidos de Jülich-Cleves-Berg.

Após a Guerra de sucessão de Jülich, pelo Tratado de Xanten (1614), o Condado de Ravensberg foi atribuído ao Marca de Brandemburgo, que se tornou o Reino da Prússia em 1701, sendo administrada no âmbito da província de Minden-Ravensberg de 1719 a 1807, ano em que foi dissolvido durante as Guerras Napoleónicas.

Para além de Bielefeld, outras comunidades do Condado de Ravensberg eram Borgholzhausen, Halle, Steinhagen, Versmold, Werther, Isselhorst (atualmente parte de Gütersloh), Enger, Hiddenhausen, Rödinghausen, Spenge, Herford (excepto para Falkendiek), Bünde (excepto para Dünne e Spradow), Vlotho (exceto para Uffeln), Kirchlengern a sul do rio Werre, Preußisch Oldendorf (exceto para Hedem e Lashorst) e Bad Oeynhausen a sul do Werre.

Lista de Soberanos[editar | editar código-fonte]

Brasão de Armas dos condes de Ravensberg, por Adolf Matthias Hildebrandt, no Livro de Armas da Nobreza da Vestfália (Wappenbuch des westfälischen Adels)

Casa de Calvelage-Ravensberg[editar | editar código-fonte]

  • até 1144 Hermann I
  • ca. 1140 - ca. 1170 Otão I
  • ca.1160-ca.1180 Henrique
  • ca.1175-ca.1220 Hermann II
  • ca.1220-1244 Otão II
  • ca.1220-1249 Luís
  • 1249-1306 Otão III
  • 1306-1328 Otão IV
  • 1328-1346 Bernardo

Casa de Jülich[editar | editar código-fonte]

1348-1395 em união pessoal com o Ducado de Berg e, desde 1437 com o Ducado de Jülich-Berg

Casa de Mark[editar | editar código-fonte]

a partir de 1521 parte dos Ducados Unidos de Jülich-Cleves-Berg

Mapa Histórico do condado de Ravensberg (1798)

Casa de Hohenzollern[editar | editar código-fonte]

a partir de 1614 Marca de Brandemburgo e Reis da Prússia

Para a França pelo Tratado de Tilsit (1807), sendo incorporado no Reino da Vestfália

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • (em alemão) Sebastian Sigler / Friedrich Korte, Bielefeld und die Grafen von Ravensberg. Die Gründungsepoche von 1214 bis 1346, Editora Hans Gieselmann, Bielefeld, 2014. ISBN 978-3-923830-89-3.