Confederação do Cordeiro Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
   |- style="font-size: 85%;"
       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"
   |- style="font-size: 85%;"
       | Erro::  valor não especificado para "continente"


ق قویونلو
(Āq Quyūnlū)

Aq Qoyunlu
Blank.png
1378 – 1501 Safavid Flag.svg
Localização de {{{nome_comum}}}
Capital
Língua oficial
Governo Monarquia
Governante
 • 1378-1435 Cara Iuluque Osmã
 • 1501-1501 Murade ibne Iacube
História
 • 1378 Fundação
 • 1501 Dissolução

A Confederação do Cordeiro Branco (em persa: آق قویونلو; romaniz.: Āq Quyūnlū; em turco: Ak Koyunlu) foi uma confederação que governou a atual Arménia, Azerbaijão, o leste da Turquia, a maior parte do seu território no Irão e Iraque de 1378 a 1501.[1][2]

De acordo com o turcoólogo alemão Gerhard Doerfere, é muito estranho que a palavra "Aqqoyunlu e Qaraqoyunlu turcomanos: turcomeno" ainda leve à confusão. Em qualquer caso, os "turquemenos" de Aqqoyunlu e Qaraoyunlu são oguzes.[3]

Como resultado do governo dos turcomanos Qaraqoyunlu e Aqqoyunlu na região, muitas tribos turcomanas se mudaram para lá, e o restante delas estabeleceu o estado safávida no Irã. Parte da importante herança que eles nos deram hoje é a língua oghuz ou turcomano usada em certas partes da Gunchikhan Anatólia. A língua nativa Aq Qoyunlus foi oguz.[4]

Referências

  1. Kaushik Roy, Military Transition in Early Modern Asia, 1400-1750, (Bloomsbury, 2014), 38;"Post-Mongol Persia and Iraq were ruled by two tribal confederations: Akkoyunlu (White Sheep) (1378–1507) and Qaraoyunlu (Black Sheep). They were Persianate Turkoman Confederations of Anatolia (Asia Minor) and Azerbaijan."
  2. electricpulp.com. «AQ QOYUNLŪ – Encyclopaedia Iranica». www.iranicaonline.org. Consultado em 25 de março de 2018 
  3. Gerhard doerfer, Turks in Iran, p.  248
  4. M. Behramnejâd, "Karakoyunlus, Akkoyunlus: Turkmen Dynasties in Iran and Anatolia", p.  14
Ícone de esboço Este artigo sobre Estado extinto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.