Confeitaria Colombo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vista do interior da Confeitaria Colombo.

A Confeitaria Colombo é uma confeitaria localizada no Centro da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. É um dos principais pontos turísticos da Região Central da cidade. O site U City Guides elegeu a Confeitaria Colombo um dos 10 mais belos cafés do mundo.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A confeitaria foi fundada em 1894 pelos imigrantes portugueses Joaquim Borges de Meireles e Manuel José Lebrão, tendo um extenso rol de clientes célebres na sociedade brasileira.

Sua arquitetura e ambiente permitem ter uma ideia de como teria sido a Belle Époque na então capital da República. Entre 1912 e 1918, os salões do interior da confeitaria foram reformados, com um toque Art Nouveau, com enormes espelhos de cristal trazidos de Antuérpia, emoldurados por elegantes frisos talhados em madeira de jacarandá. Os móveis de madeira do interior foram esculpidos na mesma época pelo artesão Antônio Borsoi.

Em 1922, as suas instalações foram ampliadas com a construção de um segundo andar, com um salão de chá. Uma abertura no teto do pavimento térreo permite ver a claraboia do salão de chá, decorada com belos vitrais.

Entre os clientes famosos da confeitaria, estão Chiquinha Gonzaga, Olavo Bilac, Emílio de Meneses, Rui Barbosa, Villa-Lobos, Lima Barreto, José do Patrocínio, Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Alberto I da Bélgica e Isabel II do Reino Unido,[2] entre muitos outros.

Em 2002, a confeitaria criou o Espaço Memória, onde mantém, em exposição, louças, baixelas, fotos, cardápios e embalagens de produtos que foram utilizados ao longo da história da confeitaria.[3]

Atualmente, o segundo andar é ocupado pelo restaurante Cristóvão, nome que, assim como o da confeitaria, homenageia o navegador Cristóvão Colombo.[4]

Filiais[editar | editar código-fonte]

Em 1944, a tradicional casa abriu uma filial em Copacabana, na esquina da Avenida Nossa Senhora de Copacabana com a Rua Barão de Ipanema, que funcionou até 2003, quando se mudou para o Forte de Copacabana[5]. O antigo endereço da filial de Copacabana é, atualmente, ocupado por uma agência do Banco do Brasil, nomeada Colombo em homenagem à confeitaria.

A Confeitaria Colombo também possuiu uma segunda filial no Barra Shopping, localizada na praça de alimentação Rio Antigo. Inaugurada em 1992, a loja possuía vitrais projetados por Burle Marx.[6] A filial foi fechada ainda na década de 1990.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Confeitaria Colombo

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Top 10: Most BEAUTIFUL CAFES in the World," UCityGuides. Acessado em 11 de agosto de 2013.
  2. Confeitaria Colombo. Disponível em http://www.confeitariacolombo.com.br/site/espaco-memoria/. Acesso em 15 de setembro de 2016.
  3. Confeitaria Colombo. Disponível em http://www.confeitariacolombo.com.br/site/espaco-memoria/. Acesso em 15 de setembro de 2016.
  4. Confeitaria Colombo. Disponível em http://www.confeitariacolombo.com.br/site/restaurante-cristovao/. Acesso em 15 de setembro de 2016.
  5. Seu restaurante, http://www.seurestaurante.com.br/restaurante.php?id_rest=1214 .
  6. Sefaz, BR, http://www.sefaz.es.gov.br/painel/BMBio60.htm .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]