Conferência Permanente de Partidos Políticos da América Latina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Conferencia Permanente de Partidos Políticos de América Latina y el Caribe
Presidente Manolo Pichardo
Fundação 12 de outubro de 1979
Sede La Esperilla, Santo Domingo, República Dominicana
www.copppal.org

A Conferência Permanente de Partidos Políticos da América Latina e o Caribe (COPPPAL) é uma organização internacional de partidos políticos da América Latina e o Caribe. Foi criada a instâncias do Partido Revolucionário Institucional (PRI) em 12 de outubro de 1979 em Oaxaca, México, e aglutina a partidos liberais, social-democratas, democrata cristãos e de esquerda. Hoje em dia a COPPPAL é o foro de partidos políticos mais importante de América Latina e o Caribe.[1][2] Seu primeiro presidente (1979-1981) foi o mexicano Gustavo Carvajal Moreno (PRI).[3] Seu actual presidente é o politico dominicano Manolo Pichardo, membro do Partido da Libertação Dominicana .[4]

Membros[editar | editar código-fonte]

Os seguintes partidos políticos da região estão representados na COPPPAL (membros associados em itálico):[5]

País Partido
  Argentina Frente Grande - Partido Intransigente - Partido Justicialista - Partido Socialista - União Cívica Radical
  Belize Partido Popular Unido
  Bolívia Movimento de Esquerda Revolucionária - Movimento Nacionalista Revolucionário - Movimento Bolívia Livre
  Bonaire Partido Democrático de Bonaire
  Brasil Partido Democrático Trabalhista - Partido dos Trabalhadores - Movimento Democrático Brasileiro
  Canadá Parti Québécois
  Chile Partido Radical Social-democrata - Partido Socialista de Chile - Partido pela Democracia
  Colômbia Partido Liberal Colombiano - Pólo Democrático Independente
  Costa Rica Partido Libertação Nacional
  Cuba Partido Comunista de Cuba
Curaçao Frente Operário Liberashon 30 dei Mei 1969 - Partido Trabalhista Krusada Popular
  Domínica Dominica Labour Party
  Equador Esquerda Democrática - Partido Roldosista Equatoriano - Partido Socialista-Frente Amplo
  El Salvador Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional - Mudança Democrática
  Guatemala Unidade Nacional da Esperança
Haiti Fusão dos Social-democratas Haitianos - Organização do Povo em Luta
  Honduras Partido Liberal de Honduras Partido Liberdade e Refundación
  Jamaica People's National Party
  México Partido Revolucionário Institucional - Partido do Trabalho - Partido da Revolução Democrática
  Nicarágua Frente Sandinista de Libertação Nacional
  Paraguai Frente Guasú
  Panamá Partido Revolucionário Democrático
  Peru Partido Aprista Peruano - Partido Nacionalista Peruano
  Porto Rico Partido Independentista Puertorriqueño
  República Dominicana Partido Revolucionário Dominicano - Partido da Libertação Dominicana - Partido Revolucionário Social Democrata
  Santa Lúcia Saint Lucia Labour Party
  São Vicente e Granadinas Unity Labour Party
  Uruguai Frente Amplo - Partido Colorado - Partido Nacional
  Venezuela Movimento Eleitoral do Povo - Partido Socialista Unido de Venezuela - Acção Democrática - Movimento ao Socialismo - Movimento Eleitoral do Povo - Pela Democracia Social (PODEMOS)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cámara de Diputados de México. «LA CONFERENCIA DE PARTIDOS POLÍTICOS DE AMÉRICA LATINA (COPPPAL) DECLARACIONES, RESOLUCIONES Y OTROS DOCUMENTOS» (PDF) 
  2. Antonio Lugo Morales. «Los Partidos Politicos en Mexico Y La Sucesion Presidencial del Ano 2012» 
  3. Pedro López Díaz. «La clase política mexicana: diccionario» 
  4. COPPPAL. «Quiénes Somos». Consultado em 20 de agosto de 2017. Arquivado do original em 23 de outubro de 2016 
  5. COPPPAL. «Partidos miembros». Consultado em 20 de agosto de 2017. Arquivado do original em 23 de outubro de 2016