Confissão de fé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O confissão de fé é uma fórmula doutrinária ou profissão de .[1]

História[editar | editar código-fonte]

Vários movimentos do protestantismo e do cristianismo evangélico publicaram confissões de fé.[2]

Judaísmo[editar | editar código-fonte]

No judaísmo, há os 13 princípios de fé judaicos.[3]

Cristianismo[editar | editar código-fonte]

A primeira confissão de fé foi publicada no Cristianismo, o Credo niceno-constantinopolitano em 325.[4] Vários movimentos protestantes e evangélicos publicaram confissões de fé.[5]

Confissões de fé protestantes[editar | editar código-fonte]

Islam[editar | editar código-fonte]

Em Islam, há a Seis Axiomas da Fé.[6]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Encyclopædia Britannica, Encyclopedia of World Religions, Encyclopædia Britannica, USA, 2008, p. 249
  2. J. Gordon Melton, Encyclopedia of Protestantism, Infobase Publishing, USA, 2005, p. 170
  3. Louis Jacobs, Principles of the Jewish Faith: An Analytical Study, Wipf and Stock Publishers, USA, 2008, p. 14
  4. Everett Ferguson, Encyclopedia of Early Christianity, Routledge, USA, 2013, p. 418
  5. J. Gordon Melton, Encyclopedia of Protestantism, Infobase Publishing, USA, 2005, p. 170
  6. B. LEWIS, V.L. MENAGE, Ch.PELLAT et J.SCHACHT, Encyclopédie de l'islam nouvelle éditions tome III, BRILL, France, 1990, p. 1200-1201