Confrontos entre AEA e Atlético Araçatuba no futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
AEA X Atlético Araçatuba
AEA 0 vitória(s), 4 gol(s)
Atlético Araçatuba 1 vitória(s), 5 gol(s)
Empates 1
Total de jogos 2
Total de gols 9
editar

Os confrontos entre Associação Esportiva Araçatuba e Atlético Araçatuba constituem em um clássico do futebol da cidade de Araçatuba, por reunir as duas equipes profissionais do município.

História[editar | editar código-fonte]

A AEA foi por muito tempo a única equipe profissional da cidade de Araçatuba, fundada em 15 de novembro de 1972, a equipe teve sucesso nos anos 90, quando em 1995 a equipe jogou pela primeira vez o campeonato paulista da Série A1, a equipe permaneceu na principal divisão do estado por 5 anos, quando caiu em 2000 para a Campeonato Paulista da Série A2.[1] A equipe se licenciou em 2008, voltou a jogar profissionalmente em 2012 e 2013, se licenciou novamente e retornou em 2016.

O Atlético Araçatuba fundado em 5 de outubro de 2002, disputou seu primeiro campeonato em 2005, teve seu maior sucesso, quando conquistou o acesso da Segunda Divisão para a Série A3 em 2009, mas se licenciou em 2011, voltou em 2016 e pôde enfrentar o seu rival pela primeira vez a AEA.[2]

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Os dois rivais ficaram no mesmo grupo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o grupo 2, juntos com América, Bandeirante, Internacional de Bebedouro, José Bonifácio, Tanabi e XV de Jaú.

O primeiro confronto entre ambos, realizado em 17 de abril de 2016 pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão, foi jogado no Estádio Adhemar de Barros, local em que as duas equipes mandam seus jogos, a partida foi válida pela 1ª rodada do torneio, o mando era do Atlético Araçatuba, Dênis abriu o placar para a AEA aos 18 minutos da primeira etapa, aos 42, Souza empatou para o Atlético. No 2º tempo, aos 18 minutos, Bruno Biro virou o jogo e aos 43, Bruno Campos selou o empate entre as equipes. No dia 25 de abril, 8 dias após o confronto, a AEA foi condenada a pagar uma multa de R$ 1.600, além de perder 4 pontos no campeonato, o que ganhou na partida e mais 3, por jogar com jogadores irregulares na partida contra o Atlético Araçatuba.

O segundo duelo entre as equipes ocorreu em 5 de junho de 2016, na 8ª rodada do mesmo torneio, o Atlético Araçatuba ocupava a 5ª colocação com 8 pontos (Apenas as 4 primeiras se classificavam para a segunda fase), já a AEA estava na 8° e última colocação do grupo com apenas 2 pontos. No jogo a AEA abriu o placar com Ivanildo aos 28 minutos do primeiro tempo, na segunda etapa, aos 11 minutos, João Vitor ampliou para a AEA, mas o Atlético reagiu, e aos 15 minutos, Vinicius diminuiu, logo depois aos 18, Alexandre Pedalada empatou a partida, aos 28 minutos Souza deu a vitória de virada para o time do Atlético Araçatuba.

Após a partida houve confusão entre a Torcida Organizada da AEA Piratas Canarinhos e o presidente do Atlético Araçatuba Nei Giron, além de o preparador de goleiros do Atlético ter sido agredido com um chute, Richard, Vice-Presidente da Torcida Piratas Canarinhos, disse que tudo começou quando o Atlético virou o jogo e Nei Giron teria passado a "zoar" a torcida. "Além de fazer gestos obscenos, ele pegou uma lanterna e começou a acender, aí a torcida se revoltou mesmo", disse Richard. "Tenho imagens gravadas de tudo o que ele fez", completou. "Mas foram só dois torcedores que queriam pegá-lo eu consegui segurar os caras e ninguém o agrediu", afirmou ao Jornal Folha da Região. Quanto ao fato de um torcedor ter desferido um chute no preparador de goleiros, Richard afirma que o profissional provocou também os aeanos. "A gente estava no meio da rua e ele passou com a moto do nosso lado tirando o sarro, aí um dos meninos perdeu a cabeça e deu apenas um chute que nem nele pegou", afirmou Richard ao Jornal Folha de S.Paulo.

No final do campeonato as duas equipes acabaram sendo eliminadas na primeira fase, o Atlético Araçatuba terminou na 5ª colocação com 17 pontos, 4 a menos que o Bandeirante, que foi o 4° colocado. Já a AEA terminou na 8ª e última colocação do grupo com apenas 5 pontos, 7 a menos que o penúltimo colocado, José Bonifácio.

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 10 de outubro de 2016. Arquivado do original em 11 de outubro de 2016 
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 10 de outubro de 2016. Arquivado do original em 11 de outubro de 2016 

Predefinição:Associação Esportiva Araçatuba