Confrontos entre Grêmio e Santos no futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Grêmio vs. Santos
Torcidas de Grêmio e Santos.
Grêmio 29 vitória(s), 107 gol(s)
Santos 39 vitória(s), 131 gol(s)
Empates 27
Total de jogos 95
Total de gols 238
editar

Os confrontos entre Grêmio e Santos constituem um relevante duelo interestadual (Rio Grande do Sul versus São Paulo) do futebol brasileiro.[1][2][3]

História[editar | editar código-fonte]

A primeira partida entre os clubes ocorreu em 19 de maio de 1935, no Estádio da Baixada, em Porto Alegre, em um jogo amistoso que terminou com vitória dos donos da casa por 3 a 2.

Em 14 de março de 1957, foi registrada a maior goleada: o Santos, que fazia uma excursão pela região Sul do Brasil naquele ano, visitou o Grêmio e conquistou seu primeiro triunfo no histórico do confronto ao aplicar um sonoro 5 a 0 em pleno Estádio Olímpico Monumental. Essa foi a maior derrota que o Tricolor sofreu na história dentro do estádio.

No dia 28 de setembro de 1958, o clube de Porto Alegre conseguiu sua maior vitória até então: 4 a 0 no Olímpico.

Muitos duelos em confrontos eliminatórios ocorreram entre os times. O primeiro deles foi pela semifinal do Campeonato Brasileiro de 1959: na partida de ida, ocorrida na Vila Belmiro, em Santos, o time da casa goleou por 4 a 1. Na volta, um empate por 0 a 0 no Olímpico Monumental classificou o Alvinegro Praiano para a final contra o Bahia.

Em 1963, voltaram a se encontrar na semifinal do Brasileiro. Com uma vitória por 3 a 1 no Olímpico e outra por 4 a 3 no Pacaembu, o Peixe novamente eliminou o Tricolor Gaúcho do torneio.

Pela Seletiva para a Libertadores em 1999 (Torneio que decidiu a 5ª vaga do Brasil para o campeonato sul-americano), as equipes se enfrentaram pela 1ª fase. Os gremistas ficaram com a vaga para a próxima fase após uma vitória por 1 a 0 na Vila e outra por 2 a 1 no Olímpico Monumental. A vitória conquistada na Vila foi a primeira da história gaúcha no estádio.

No Brasileiro de 2002, reencontraram-se pela 3ª vez na história pela fase semifinal do campeonato. Mais uma vez, os santistas conquistaram a classificação com uma goleada por 3 a 0 em Santos e uma derrota por 1 a 0 em Porto Alegre.

Pela 44ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2004, no Teixeirão, em São José do Rio Preto, o Santos, que brigava pelo título, recebeu o Grêmio, fora rebaixado na rodada anterior e apenas lutando contra o término na última posição do campeonato. O time de Santos atropelou por 5 a 1, seguiu na briga pelo seu oitavo título brasileiro (Que viria duas rodadas depois) e decretou a equipe de Porto Alegre como lanterna do campeonato à dois jogos do fim (Com a derrota, o clube do Rio Grande do Sul não poderia mais ultrapassar o Guarani, até então vice-lanterna com 7 pontos na frente).[4]

Na Copa Libertadores de 2007, se encontraram na semifinal do torneio mais importante da América do Sul. Em um duelo emocionante, o Tricolor dos Pampas se classificou graças ao critério do gol fora de casa após vencer a ida no Olímpico por 2 a 0 e perder na Vila Belmiro por 3 a 1.[5]

Num curto intervalo de 5 anos, os times se enfrentaram 3 vezes na Copa do Brasil. Em 2010, na semifinal, o Santos levou a melhor após uma derrota por 4 a 3 no Olímpico Monumental e uma vitória por 3 a 1 na Vila. Em 2013, foi a vez do Grêmio se sair vitorioso após perder fora por 1 a 0 e vencer em casa por 2 a 0 nas oitavas de final. Por fim, pelas oitavas da Copa do Brasil de 2014, houve uma grande polêmica: o primeiro jogo, ocorrido na Arena do Grêmio e vencido pela equipe de Santos por 2 a 0, teve manifestações racistas por parte de uma torcedora tricolor, que direcionou os ataques ao goleiro Aranha, do Peixe. Por conta desse episódio, os gaúchos foram excluídos do torneio, enquanto os paulistas se classificaram para as quartas de final sem que a partida de volta ocorresse.[6]

Pela 3ª rodada do Brasileirão de 2018, na Arena do Grêmio, o clube porto-alegrense repetiu sua maior goleada diante da equipe santista: 5 a 1, igualando os 4 a 0 em 1958.

Em 2020, os clubes se encontraram novamente na Libertadores, dessa vez pelas quartas de final. O Alvinegro Praiano ficou com a vaga para a semifinal após empatar por 1 a 1 na Arena e golear por 4 a 1 na Vila Belmiro, se vingando da eliminação sofrida em 2007.[7]

Goleadas[editar | editar código-fonte]

Essas são as goleadas aplicadas por cada lado (vitórias a partir de 3 gols de diferença):

A favor do Grêmio[editar | editar código-fonte]

  1. Grêmio Rio Grande do Sul 5 x 1 São Paulo Santos (6 de maio de 2018, Campeonato Brasileiro, Arena do Grêmio).
  2. Grêmio Rio Grande do Sul 4 x 0 São Paulo Santos (28 de setembro de 1958, Jogo amistoso, Estádio Olímpico Monumental).
  3. Grêmio Rio Grande do Sul 3 x 0 São Paulo Santos (20 de março de 1985, Campeonato Brasileiro, Estádio Olímpico Monumental).
  4. Grêmio Rio Grande do Sul 3 x 0 São Paulo Santos (12 de novembro de 1996, Campeonato Brasileiro, Estádio Olímpico Monumental).
  5. Santos São Paulo 0 x 3 Rio Grande do Sul Grêmio (21 de setembro de 2019, Campeonato Brasileiro, Vila Belmiro).

A favor do Santos[editar | editar código-fonte]

  1. Grêmio Rio Grande do Sul 0 x 5 São Paulo Santos (14 de março de 1957, Jogo amistoso, Estádio Olímpico Monumental).
  2. Santos São Paulo 5 x 1 Rio Grande do Sul Grêmio (5 de dezembro de 2004, Campeonato Brasileiro, Teixeirão).
  3. Santos São Paulo 4 x 0 Rio Grande do Sul Grêmio (12 de dezembro de 1973, Campeonato Brasileiro, Pacaembu).
  4. Santos São Paulo 4 x 1 Rio Grande do Sul Grêmio (17 de novembro de 1959, Campeonato Brasileiro, Vila Belmiro).
  5. Santos São Paulo 4 x 1 Rio Grande do Sul Grêmio (19 de outubro de 1995, Campeonato Brasileiro, Vila Belmiro).
  6. Santos São Paulo 4 x 1 Rio Grande do Sul Grêmio (16 de dezembro de 2020, Copa Libertadores da América, Vila Belmiro).
  7. Santos São Paulo 3 x 0 Rio Grande do Sul Grêmio (23 de julho de 1997, Campeonato Brasileiro, Vila Belmiro).
  8. Santos São Paulo 3 x 0 Rio Grande do Sul Grêmio (1 de dezembro de 2002, Campeonato Brasileiro, Vila Belmiro).

Confrontos eliminatórios[editar | editar código-fonte]

Os clubes já se enfrentaram 9 vezes em fases de mata-mata. O Santos levou a melhor em 6 oportunidades, contra 3 do Grêmio. Nas vezes em que foi vencedor, o time paulista saiu como campeão 3 vezes, enquanto o time gaúcho não chegou a ser campeão.

Em competições da CBD/CBF[editar | editar código-fonte]

Em competições da CONMEBOL[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Confrontos – Santos x Grêmio – Acervo Histórico do Santos FC». Consultado em 27 de novembro de 2020 
  2. «No retrospecto, Santos leva boa vantagem sobre o Grêmio em duelos na Vila Belmiro - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  3. «Relembre jogos inesquecíveis entre Santos e Grêmio na história». Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes. 29 de junho de 2016. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  4. «Campeonato Brasileiro - Série A 2004». futeboldegoyaz.com.br. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  5. «Grêmio perde para o Santos, mas está na final da Libertadores». O Globo. 6 de junho de 2007. Consultado em 17 de dezembro de 2020 
  6. «STJD exclui Grêmio da Copa do Brasil por ofensas racistas a Aranha». GZH. 3 de setembro de 2014. Consultado em 28 de novembro de 2020 
  7. «Santos atropela o Grêmio e está na semifinal da Libertadores». Terra. Consultado em 17 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]