Confrontos entre Palmeiras e Flamengo no futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Palmeiras versus Flamengo
Torcidas de Palmeiras e Flamengo.
Palmeiras 47 vitória(s), 199 gol(s)
Flamengo 42 vitória(s), 180 gol(s)
Empates 34
Total de jogos 123
Total de gols 379
editar

Palmeiras versus Flamengo é o clássico interestadual brasileiro de grande rivalidade entre a equipe de São Paulo (SP), Palmeiras e da equipe do Rio de Janeiro (RJ), Flamengo.[1]

O clássico, disputado desde 1929, reúne duas das equipes com maior torcida do Brasil, de maiores conquistas oficiais e da região do País de maior poderio econômico e concentração populacional.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro confronto se deu no estádio da rua Coronel Nogueira Padilha, em Sorocaba, em 29 de março de 1929. O time carioca venceu por 1 a 0. Desde então, foram 122 duelos, com 47 triunfos alviverdes e 42 rubro-negros, além de 33 empates.

Uma das várias curiosidades que cercam o clássico é o fato de o Flamengo foi o último adversário dos palmeirenses com sua antiga denominação. Pelo Torneio Quinela de Ouro (pentagonal que também incluía Fluminense, São Paulo e Corinthians), a 25 de março de 1942, houve um empate em 2 a 2.

Após este jogo, o clube da colônia ítalo-paulistana teve de mudar de nome, por força de determinação do então presidente Getúlio Vargas. Como o Brasil entrara em guerra com o Eixo, formado por Alemanha, Itália e Japão, o governo ordenou que todos os clubes, colégios e entidades cujos nomes fizessem referência a essas nações teriam de alterá-los.[3]

Palmeiras e Flamengo já decidiram campeonatos no nível nacional e internacional, além de terem se enfrentado em fases eliminatórias em competições nacionais.

Copa Mercosul de 1999[editar | editar código-fonte]

A primeira decisão em torneios oficiais entre as duas equipes foi realizada em dezembro de 1999, quando o time rubro-negro e a equipe alviverde fizeram as finais da Copa Mercosul de 1999. O Flamengo sagrou-se campeão da competição, após vencer o Palmeiras no primeiro jogo, disputado no Maracanã, por 4 a 3,[4] e empatar o segundo duelo, no Palestra Itália, por 3 a 3.[5]

Supercopa do Brasil de 2021[editar | editar código-fonte]

A segunda decisão entre os clubes foi na Supercopa do Brasil de 2021, que reuniu as equipes campeãs de 2020 do Campeonato Brasileiro (Flamengo) e da Copa do Brasil (Palmeiras) em jogo único disputado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, em abril de 2021. O campeão do torneio nacional foi Flamengo, que conquistou a taça em disputa por pênaltis, após uma partida decisiva bastante disputada que terminou empatada por 2 a 2.[6]

Torcida do Palmeiras na arquibancada do Estádio Centenário na final da Libertadores

Copa Libertadores da América de 2021[editar | editar código-fonte]

O mais importante duelo entre os clubes na história deste clássico nacional foi a final da Copa Libertadores da América de 2021. A partida, disputada em jogo único em Montevideo, no Uruguai, no Estádio Centenário, reunia uma série de fatos históricos marcantes, sendo, entre eles, a primeira vez que ambos as equipes duelavam no torneio,[7] o duelo que trazia os clubes mais fortes economicamente do Brasil na época, a primeira vez que os dois últimos campeões de Libertadores se enfrentaram numa final e a possibilidade de o Brasil ter um novo clube tricampeão da Libertadores.[8]

Na final, em jogo transmitido pela TV para mais de 200 países do planeta,[9] o Palmeiras venceu o Flamengo por 2 a 1, na prorrogação, com gol decisivo marcado pelo atacante Deyverson.[10] Com o título, a equipe alviverde se transformou no clube com melhor desempenho na história da Libertadores, com uma série de recordes à frente do demais compatriotas e o único time na história a ter conquistado a Copa Libertadores duas vezes no mesmo ano, já que havia conquistado o bicampeonato em janeiro de 2021, na final da edição de 2020 contra o Santos, no Estádio do Maracanã.[11]

Jogadores em comum[editar | editar código-fonte]

Zinho, que brilhou no Flamengo e no Palmeiras

Outra característica do confronto são as presenças de craques históricos com ambas as camisas. Foram os casos, por exemplo, do apoiador Zinho, campeão da Copa União de 1987 e do Brasileiro de 1992 pelo time carioca e bi-brasileiro pelo paulista, em 1993 e 1994; do atacante Paulo Nunes, campeão carioca, brasileiro e da Copa do Brasil pelo Fla, e da Copa do Brasil, Mercosul e Libertadores pelo alviverde; do apoiador Djalminha, que festejou títulos cariocas, nacional e da Copa do Brasil na Gávea, e o Paulista de 1996 no Parque Antártica; do atacante Luizão, também campeão paulista de 1996 pelo Palmeiras, e da Copa do Brasil de 2006 pelo Flamengo; e do zagueiro Júnior Baiano, ganhador da Copa do Brasil de 1990 e do Brasileiro de 1992 pelo rubro-negro; e da Mercosul de 1998 e da Libertadores de 1999, pelo alviverde. Da mesma lista, fazem parte ainda Alecsandro, Edílson, Sérgio (goleiro), Cláudio, David Braz, Egídio, Gaúcho e Marquinhos.[12]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro[editar | editar código-fonte]

As estatísticas pelo Campeonato Brasileiro:[13]

Palmeiras Flamengo
Vitórias 21 21
Empates 21
Partidas 63
Gols marcados 81 87
Total de gols 168

Partidas decisivas[editar | editar código-fonte]

Em finais
Em outras fase eliminatórias nas competições da CBF

Referências

  1. RODRIGUES, Rodolfo. «Palmeiras não vence o Flamengo há 5 jogos, mas leva vantagem no histórico». UOL. Consultado em 21 de janeiro de 2021 
  2. «Sudeste concentra 55,2% do PIB do país, diz IBGE». Consultado em 2 de outubro de 2017 
  3. «De Palestra Itália ao Palmeiras: a história por trás da 'revolução' | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 27 de abril de 2021 
  4. "Fla bate Palmeiras e joga por empate", Folha de S.Paulo, 17 de dezembro de 1999
  5. "Flamengo é campeão da Mercosul", Folha de S.Paulo, 21 de dezembro de 1999
  6. «Em jogaço, Fla vence Palmeiras nos pênaltis e é campeão da Supercopa». Universo Online. 11 de abril de 2021. Consultado em 13 de abril de 2021 
  7. "Palmeiras x Flamengo: últimos campeões da Libertadores em busca do tri e em duelo inédito! Apostar em quem?", ESPN, 30 de setembro de 2021
  8. "Pela primeira vez na história, Libertadores terá final entre os dois últimos campeões", Globo Esporte.com, 29 de setembro de 2021
  9. Guia Oficial da Final da Libertadores de 2021 (PDF). [S.l.]: Conmebol. p. 59 
  10. "Palmeiras vence Flamengo na prorrogação e conquista 3º título da Libertadores", CNN, 27 de novembro de 2021
  11. "Palmeiras alcança recordes com o terceiro título da Libertadores", Folha de S.Paulo, 27 de novembro de 2021
  12. «Palmeiras x Flamengo: uma rivalidade sem fronteiras». ge. Consultado em 20 de fevereiro de 2021 
  13. «Flamengo x Palmeiras: Quem venceu mais vezes o confronto? | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 20 de fevereiro de 2021