Conjunto do Khānegāh e do Santuário do Xeque Safi al-Din

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Conjunto do Khānegāh e do Santuário do Xeque Safi al-Din em Ardabil *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Sheikh-safi.jpg
Conjunto do Khānegāh e do Santuário do Xeque Safi al-Din
País  Irão
Tipo Cultural
Critérios i, ii, iv
Referência 1345
Região** Ásia e Oceania
Coordenadas 38° 04′ N 46° 17′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 2010  (34ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

O Conjunto do Khānegāh e do Santuário do Xeque Safi al-Din (em persa: مجموعه آرامگاه و خانقاه شیخ صفی الدین) é a tumba do Xeque Safi-ad-din Ardabili localizada em Ardabil, Irã.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O Xeque Safi, um eminente líder de uma ordem Sufi Islâmica estabelecida pelos Safávidas, nasceu em Ardabil onde este complexo localiza-se. As construções no complexo ficam em volta de uma porção interna e o complexo todo é rodeado por um grande jardim.[2]

Planta do complexo

O Mausoléu do Xeque Safi foi a primeira construção feita pelo seu filho, o Xeque Sadr al-Dīn Mūsā, após a morte do xeque em 1334.[3] O complexo foi construído entre o início do Século XVI e fim do Século XVIII. O mausoléu é um domo alto, circular, em forma de torre, decorado com azulejos azuis e com 17 metros de altura. Também como parte do complexo há muitas seções que servem com uma variedade de funções com o passar dos séculos como biblioteca, mesquita, escola, mausoléu, cisterna, hospital, cozinha, padaria e alguns escritórios. Várias partes do mausoléu são separadas por oito portões, que representam as oito atitudes do Sufismo.[4] [5]

Muitas partes foram adicionadas gradualmente à estrutura principal durante o Império Safávida. Um número de xeques safávidas e seus haréns, bem como vítimas das batalhas dos Safávidas incluindo a Batalha de Chaldiran, foram enterrados aqui.

Galeria[editar | editar código-fonte]

UNESCO[editar | editar código-fonte]

A UNESCO inscreveu o Conjunto do Khānegāh e do Santuário do Xeque Safi al-Din em Ardabil como Patrimônio Mundial por "usar a arquitetura tradicional iraniana a fim de maximizar o uso do espaço disponível para acomodar uma variedade de funções. Constitui um raro conjunto de elementos da arquitetura medieval Islâmica"[6]

Referências

  1. Sheikh Safi al-din Khānegāh and Shrine Ensemble in Ardabil - UNESCO World Heritage Centre Whc.unesco.org (2010-07-29). Visitado em 2010-08-02.
  2. Ching, D.K.. A Global History of Architecture. Hoboken, New Jersey: John Wiley & Sons, Inc., 2007. 479 p. ISBN 0-471-26892-5
  3. [http://www.kufic.info/architecture/allahdome/allahdome.htm Square Kufic
  4. [http://whc.unesco.org/en/list/1345 Sheikh Safi al-din Khānegāh and Shrine Ensemble in Ardabil - UNESCO World Heritage Centre
  5. [http://www.tehrantimes.com/index_View.asp?code=224084 tehran times : Two more Iranian sites added to UNESCO World Heritage List
  6. Sheikh Safi al-din Khānegāh and Shrine Ensemble in Ardabil. UNESCO World Heritage Centre - World Heritage List (whc.unesco.org). Em inglês ; em francês ; em espanhol. Páginas visitadas em 30/12/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Conjunto do Khānegāh e do Santuário do Xeque Safi al-Din