Conservatório de Música Popular Brasileira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Conservatório de Música Popular Brasileira é uma instituição gerenciada pelo Instituto Curitiba de Arte e Cultura, parte integrante da Fundação Cultural de Curitiba. O objetivo do conservatório é promover o ensino, a pesquisa e a produção de eventos artístico-culturais relacionados à música brasileira, popular autoral e folclórica.

Sede

A sede está localizada no setor histórico de Curitiba, em um prédio construído em 1897 para servir de residência à família de Manoel Antonio Guimarães Neto. O "Sobrado dos Guimarães", como ficou conhecido, foi posteriormente ocupado para diversas atividades comerciais sucessivas, até ser adquirido pela prefeitura de Curitiba na década de 1980. Em 1992 o prédio foi reformado para abrigar o conservatório, sob a coordenação dos arquitetos Fernando Popp e Valéria Bechara. Na sede da instituição existem uma biblioteca e uma fonoteca, com acervos relacionados à música popular brasileira (MPB).

Cursos

Dentre os cursos oferecidos, destacam-se os de violão, piano popular, viola caipira, guitarra, baixo elétrico, bateria e percussão, flauta transversal, flauta doce, trompete, clarinete e canto. Aproximadamente 700 alunos frequentam os cursos a cada semestre.

Apresentações

O Conservatório promove apresentações semestrais de seus alunos no "Afina-se", além de trazer artistas locais para se apresentarem mensalmente no "Domingo Onze e Meia". Promove também semanalmente o evento "Roda de Choro", sempre com músicos convidados da cena curitibana. Além disso, recebe artistas da MPB de passagem por Curitiba as sextas-feiras no "Bate-papo musical", tendo como últimas visitas grandes músicos Yamandu Costa e Gilson Peranzzetta.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]