Constante de tempo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Em física e engenharia, a constante de tempo, referida usualmente pela letra grega , (tau), caracteriza a resposta ao degrau de um sistema linear invariante no tempo, de primeira ordem. Exemplos incluem circuitos RC e circuitos RL. É também usado para caracterizar a resposta ao degrau de vários sistemas de processamento de sinais; fitas magnéticas, transmissores, radiorreceptores e filtros digitais; que podem ser modelados ou aproximados a sistemas lineares invariantes no tempo de primeira ordem.

A Constante de tempo (τ), é definida como sendo o tempo que se leva para um instrumento alcançar 63,2% de resposta estabilizada correspondente ao estímulo função degrau.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]