Constrição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma píton-tapete comendo um frango.

Constrição é um método de abate de presas usado por vários espécies de serpentes. Apesar de também ser usado por algumas serpentes peçonhentas para imobilizar suas presas, a maioria das serpentes que constrigem não são peçonhentas.[1] [2]

Ao contrário do mito, as serpentes não sufocam a presa ou quebram seus ossos. Um estudo sobre a constrição em jiboias, mostrou que a constrição interrompe o fluxo sanguíneo (e, consequentemente, o fluxo de oxigênio), necessário para órgãos vitais como o coração e o cérebro, levando à morte em pouco tempo[3].

Serpentes peçonhentas que utilizam a constrição para matar suas presas incluem a muçurana, algumas espécies do gênero Boiga, alguns elapídeos e colubrídeos australianos, entre outros.

Referências

  1. Shine, R.; Schwaner, T. «Prey A serpente primeiramente dá o bote na presa e a segura, e a aperta com seu corpo delgado.»: 1067–1071. JSTOR 1445266 
  2. «Cobras». Consultado em 28 de junho de 2013 
  3. Gill, Victoria (23 de julho de 2015). «Boa constrictors' lethal secret revealed». BBC News (em inglês) 
Ícone de esboço Este artigo sobre cobras, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.