Constrição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma píton-tapete comendo um frango.

Constrição é um método de abate de presas usado por vários espécies de serpentes. Apesar de também ser usado por algumas serpentes peçonhentas para imobilizar suas presas, a maioria das serpentes que constrigem não são peçonhentas.[1] [2]

Ao contrário do mito, as serpentes não sufocam a presa ou quebram seus ossos. Um estudo sobre a constrição em jiboias, mostrou que a constrição interrompe o fluxo sanguíneo (e, consequentemente, o fluxo de oxigênio), necessário para órgãos vitais como o coração e o cérebro, levando à morte em pouco tempo[3].

Serpentes peçonhentas que utilizam a constrição para matar suas presas incluem a muçurana, algumas espécies do gênero Boiga, alguns elapídeos e colubrídeos australianos, entre outros.

Referências

  1. Shine, R.; Schwaner, T. «Prey A serpente primeiramente dá o bote na presa e a segura, e a aperta com seu corpo delgado.»: 1067–1071. JSTOR 1445266 
  2. «Cobras». Consultado em 28 de junho de 2013 
  3. Gill, Victoria. (23 de julho de 2015). "Boa constrictors' lethal secret revealed" (em en-GB). BBC News.
Ícone de esboço Este artigo sobre cobras, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.