Conta de iPhone de 300 páginas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Uma conta de iPhone de 300 páginas frente-e-verso mandada em uma caixa de papelão pela AT&T Mobility foi o assunto de um vídeo viral feito por Justine Ezarik que se tornou um fenômeno da internet em agosto de 2007. Histórias de contas com tamanhos inesperados começaram a circular em blogs e na mídia especializada em tecnologia após o iPhone ter sido extremamente anunciado e lançado antecipadamente, mas somente o vídeo chamou a atenção da mídia. Dez dias depois, quando o vídeo já havia recebido três milhões de visitas e cobertura da mídia internacional, a AT&T mandou mensagens de texto para todos os clientes de iPhone, mudando seus modos de cobrança.[1] Dois meses depois, a revista de tecnologia da informação Computerworld incluiu o evento em uma lista chamada "Os 10 Momentos Mais Mortificantes da Tecnologia".[2]

Contexto[editar | editar código-fonte]

O iPhone original.
Para mais informações, veja: iPhone

A Apple Inc. lançou o iPhone nos EUA com um software bloqueador que permitia que o aparelho fosse somente usado somente pela rede da AT&T Mobility.[3] Após a compra, os compradores que ativavam seu contrato de serviço para o iTunes podiam escolher o modo do qual receberiam a conta, porém se nenhuma opção fosse especificada, a AT&T automaticamente ativava o modo de recebimento detalhado.[4] O modo detalhado incluía, além da listagem de chamadas telefônicas, todos os detalhes de mensagens de texto e transferências de dados na internet,[1] mesmo quando o aparelho estava desligado,[5] gerando uma série de transações insignificantes nas contas detalhadas.[1]

Após um mês de lançamento do iPhone,[6] os novos clientes começaram a receber suas primeiras contas mensais e histórias de contas com tamanhos inesperados começaram a circular. A de 300 páginas foi excepcional, mas outros usuários frequentes alegaram terem recebido contas de cinquenta a cem páginas.[7] Um dos primeiros a atrair atenção foi Ben Kuchera, um editor de jogos do website Ars Technica, que numa postagem em um blog, afirmou ter recebido uma conta de 34 folhas frente e verso e também afirmou que seu colega recebeu uma de 52, igualmente impressa dos dois lados,[8] dizendo: "enquanto muitos de nós tivemos smartphones, nunca havíamos visto uma conta assim."[9] Porém, foi o lançamento do vídeo de Justine que agiu como um catalisador para trazer a atenção da mídia para este aspecto do iPhone.[10]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

Justine Ezarik, uma designer gráfica, comediante de esquetes e blogueira da área metropolitana de Pitsburgo, recebeu sua conta de 300 páginas em 11 de agosto de 2007,[11] aos 23 anos de idade,[1] e decidiu usar como material para um vídeo, produzido por ela mesma, numa cafeteria. Ela então editou e postou o vídeo de um minuto para alguns serviços de compartilhamento de vídeos no dia 13 de agosto do mesmo ano.[12] Na primeira semana, o vídeo recebeu cerca de 500 mil visitas no YouTube, 350 mil no Revver, 500 mil no Break.com e 1.1 milhão no Yahoo Video, como mostrado nos próprios sites em 22 de agosto. O número total de visitas excedeu oito milhões no final de 2007, mas Justine afirma só ter recebido dois mil dólares, pois somente o Revver paga pelas visualizações.[11]

Referências

  1. a b c d «Contas gigantes irritam clientes do iPhone». G1. 24 de agosto de 2007. Consultado em 4 de setembro de 2010 
  2. HASKIN, David (17 de outubro de 2007). «Technology's 10 Most Mortifying Moments» (em inglês). Computerworld. Consultado em 4 de setembro de 2010 
  3. ZMOGINSKI, Felipe (27 de fevereiro de 2008). «Lei pode proibir iPhone bloqueado nos EUA». INFO Online. Consultado em 4 de setembro de 2010 
  4. PERENSON, Melissa J. (24 de agosto de 2007). «The 300-page iPhone bill to disappear» (em inglês). Network World. Consultado em 4 de setembro de 2010 
  5. BENNETT, Andrea (4 de janeiro de 2008). «Tips for using cell phones overseas» (em inglês). CNN.com. Consultado em 4 de setembro de 2010 
  6. «Phone Service» (em inglês). DNA India. 27 de agosto de 2007. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  7. O'BRIEN, Terrence (14 de agosto de 2007). «Girl Videotapes 300-Page iPhone Bill» (em inglês). Switched.com. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  8. KEIZER, Gregg (16 de agosto de 2007). «A 300-page iPhone Bill?» (em inglês). PCWorld. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  9. «The iPhone bill that's as thick as a novel» (em inglês). The Sunday Times. 24 de agosto de 2007. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  10. LYONS, Kim (16 de agosto de 2007). «The blog is on» (em inglês). Pittsburghlive.com. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  11. a b WHITNEY, Daisy (3 de dezembro de 2007). «Online Fame Easy; Ads Harder to Get» (em inglês). tvweek.com. Consultado em 8 de setembro de 2010 
  12. «Pittsburgh Blogger's 300-Page iPhone Bill Mailed In Box» (em inglês). ThePittsburghChannel. 15 de agosto de 2007. Consultado em 8 de setembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]