Continental Airlines

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Continental Airlines
IATA CO
ICAO COA
Indicativo de chamada CONTINENTAL
Fundada em 1934 (como Varney Speed Lines)
Principais centros
de operações
Programa de milhagem OnePass até 31 de Dezembro de 2011; Mileage Plus a partir de 1 de Janeiro de 2012
Aliança comercial Star Alliance
Frota 346
Destinos 140
Companhia
administradora
United Continental Holdings, Inc.
Lounge Presidents Club
Subsidiária(s) Chelsea Food Services
Slogan Work Hard. Fly Right.
Sede Estados Unidos Chicago, Estados Unidos
Pessoas importantes

Walter T. Varney (Fundador) Louis Mueller (Fundador) Jeffery A. Smisek (Chairman e CEO) Zane Rowe (CFO)

Sítio oficial continental.com
A antiga sede da Continental Airlines - Continental Center I, Downtown Houston

A Continental Airlines foi uma companhia aérea dos Estados Unidos. Era a quinta maior companhia aérea dos Estados Unidos e uma das maiores do mundo até sua fusão com a United Airlines, criando a 3ª maior companhia aérea do mundo. A Continental começou suas atividades com o nome de Varney Speed Lines. A empresa inaugurou vôos de passageiros e transporte postal em 15 de julho de 1934, entre as cidades de El Paso e Pueblo, com uma pequena frota de Lockheed Vegas.

Em julho de 1937 adotou o nome de Continental Airlines e no final de 1954 adquiriu a Pioneer Airlines, passando a usufruir da extensa malha desta empresa nos estados do Texas e Novo México.

Suas origens regionais começaram a mudar em 1957, quando inaugurou vôos entre Los Angeles e Chicago, com escalas em Denver e Kansas City. A realização destes vôos só foi possível graças ao recebimento dos primeiros Douglas DC-7B, suplementados no ano seguinte pelos Vickers Viscount 800. Pela terceira vez consecutiva em apenas dois anos, uma nova substituição de equipamento ocorreu em 1959, com a entrada em serviços dos primeiros Boeing 707-120. Com estes quadrimotores a Continental deu seus primeiros passos na era da aviação a jato.

Já nos anos 80, a Texas Air Corp., controladora da Texas International Airlines, tornou-se sócia majoritária da Continental e fundiu as duas empresas em outubro de 1982, mantendo-se o nome Continental. A fusão em nada ajudou a já debilitada saúde financeira da empresa: em 1983 solicitou pela primeira vez sua concordata preventiva, o famoso "Chapter 11".

Em 1986, após sua reestruturação, dispensou a concordata. Em 1987 as empresas New York Air e People Express foram compradas e novos problemas começaram a surgir, levando-a a solicitar novamente concordata.

A situação só melhorou no início da administração Gordon Bethune, que conseguiu, a partir da segunda metade da década de 90, reorganizar a empresa e torná-la competitiva.

A frota passou por um processo de racionalização, aeronaves mais antigas e onerosas foram aposentadas, os funcionários ganharam nova moral e começaram a receber participações em dinheiro nos resultados do grupo. Novas rotas internacionais foram sendo conquistadas: hoje a Continental voa para quase toda a Europa, e também para o Oriente Médio, Ásia, América Latina e Caribe, desde seus dois principais hubs, Newark e Houston.

Hoje em dia, operado uma das frotas mais modernas dos Estados Unidos, a Continental foi a quinta maior empresa aérea de seu país e uma das melhores na qualidade de serviços. Prova disso é que já ganhou duas vezes o cobiçado prêmio de "Airline of The Year" da revista Air Transport World.

Frota[editar | editar código-fonte]

Boeing 737-900 da Continental Airlines.
Frota da Continental Airlines, Dezembro de 2009
Aeronave Total Ordens Passangeiros
(First/Economy)
Boeing 737-300 1 0 124(12/112)
Boeing 737-500 34 0 114(8/106)
Boeing 737-700 36 0 124(12/112)
Boeing 737-800 117 05 152(20/132) - 157(16/141)
160(16/144) - 155(14/141)
Boeing 737-900 12 0 173(20/153)
Boeing 737-900ER 30 173(20/153)
Boeing 757-200 41 0 175(16/159)
Boeing 757-300 18 3(usado) 216(24/192)
Boeing 767-200ER 10 0 174(25/149)
Boeing 767-400ER 16 0 235(35/200) - 256(20/236)
Boeing 777-200ER 20 5 285(50/235) - 276(50/226)
Boeing 787-8 0 11
Boeing 787-9 0 14
Total 335 34

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.