Contrato didático

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.

Contrato didático trata-se de um conjunto de regras implícitas ou explicitas que regem as responsabilidades daqueles envolvidos nos processos de ensino e de aprendizagem.[1]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Fontes[editar | editar código-fonte]

BROUSSEAU, G. (1996). «Fundamentos e Métodos da Didáctica da Matemática». In: BRUN, Jean (org.). Didáctica das Matemáticas. Instituto Piaget (Lisboa [s.n.]). pp. 51–53. ISBN 9972-771-220-7 Verifique |isbn= (Ajuda).  SILVA, B. A. (2008). «Contrato didático». In: In: MACHADO, S. D. A. (org). Educação Matemática: Uma (nova) introdução. EDUC 3ª ed. ed. (São Paulo [s.n.]). pp. 49–75. ISBN 978-85-283-0373-5. 

  • Guy Brousseau, Fondements et méthodes de la didactique des mathématiques, Recherche en didactique des mathématiques, La Pensée Sauvage, Grenoble, 1986
  • Guy Brousseau, Théorie des situations didactiques, La Pensée Sauvage, Grenoble, 1998
  • J. Colomb, La didactique, revue EPS n° 200-201, Paris, 1986
  • Gérard Vergnaud, L’enfant, la mathématique et la réalité, Peter Lang, Berne, 1981

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]