Controlador de voo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Controlador de tráfego aéreo.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde agosto de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
Cinco controladores de voo do projeto Apollo avaliam uma solução para o problema no jipe da missão Apollo 17.

Controlador de voo, é a denominação atribuída as pessoas que atuam nas operações e controle de voos espaciais geralmente trabalhando em Centros de Controle de Missão, tais como o Centro de Controle de Missão Christopher C. Kraft Jr. e o Centro Europeu de Operações Espaciais, ou instalações a eles relacionadas.

Atividades[editar | editar código-fonte]

Controladores de voo, geralmente trabalham em consoles de computadores e usam telemetria para monitorar vários aspectos técnicos da missão em tempo real.

Cada controlador de voo é um especialista numa determinada área e está em contato permanente com outros especialistas na sala de apoio.

O diretor de voo, é o líder da equipe de controladores de voo, e é quem tem a responsabilidade geral sobre o sucesso e segurança da missão.

Funções[editar | editar código-fonte]

Existe um determinado conjunto de funções e hierarquia em toda missão. A quantidade de controladores envolvidos e a função que cada um exerce pode variar, mas cada função recebe uma nomenclatura padronizada e é sempre referenciada da mesma forma.[1]

Seguem alguns exemplos dessas funções e seus respectivos códigos de chamada (em inglês):

  • Diretor de voo (FLIGHT)
  • Diretor de Operações (MOD)
  • Comunicador com a Capsula (CAPCOM)
  • Cirurgião de voo (SURGEON)
  • Oficial de relações públicas (PAO)
  • Engenheiro de propulsão (BOOSTER)
  • Oficial de controle (CONTROL)
  • Gerente de eletricidade, ambiente e itens de consumo (EECOM)[2]
  • Oficial de atividades de voo (FAO)
  • Oficial de dinâmica de voo (FIDO)
  • Oficial de orientação (GUIDO)
  • Engenheiro de orientação, navegação e controle (GNC)
  • Oficial de instrumentos e comunicação (INCO)
  • Oficial de rede terrestre (NETWORK)
  • Oficial de organização e procedimentos (O&P)
  • Oficial de retrofoguetes (RETRO)
  • Engenheiro de sistemas de processamento de dados (DPS)
  • Oficial de atividade extraveicular (EVA)

Referências

  1. Petty, John (26 de abril de 2005). «Mission Control Center». NASA. Consultado em 27 de agosto de 2013 
  2. Lindsay, Hamish. «HOUSTON, WE'VE HAD A PROBLEM HERE». honeysucklecreek.net. Consultado em 27 de agosto de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]