Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.

Copa Emirates de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Copa Emirates de 2017
Dados
Participantes 4
Anfitrião Emirates Stadium
Período 29 de julho de 201730 de julho de 2017
Gol(o)s 13
Partidas 4
Média 3,25 gol(o)s por partida
Campeão Inglaterra Arsenal
Vice-campeão Espanha Sevilla
Melhor marcador Inglaterra Theo Walcott (2 Gols)

A Copa Emirates de 2017 foi um torneio amistoso de futebol, realizado na pré-temporada e organizado pelo Arsenal no seu estádio local, o Emirates Stadium. Foi a nona edição da Copa Emirates, uma competição inaugurada em 2007. Realizada no fim de semana dos dias 29 e 30 de julho de 2017, os participantes foram o Arsenal, o Sevilla, o RB Leipzig e o Benfica. Foi a primeira edição realizada desde 2015, quando ocorreu uma reconstrução do gramado, deixando a competição em hiatus na edição de 2016.

Cada equipe disputou duas partidas, com três pontos concedidos para cada vitória, um ponto para o empate e nenhum ponto para a derrota. Um ponto adicional foi concedido para cada gol marcado. Como a competição só possuiu quatro partidas, o Arsenal acabou por não enfrentar o RB Leipzig, bem como não ocorreu o embate entre Sevilla e Benfica. No primeiro dia do torneio, o Sevilla derrotou o RB Leipzig com um único gol, enquanto o Arsenal superou ao Benfica por 5–2. Apesar do Sevilla derrotar o Arsenal no segundo jogo e alcançar o número máximo de vitórias, os ingleses se sagraram campeões por terem marcado mais gols durante os dois dias. O RB Leipzig derrotou o Benfica por dois gols e encerrou na terceira posição.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

A Copa Emirates foi inaugurada em julho de 2007, depois que o Arsenal finalizou os planos para organizar uma competição de pré-temporada em seu próprio estádio.[1] A competição recebe este nome devido ao principal patrocinador do Arsenal, Emirates; a associação entre a companhia aérea com o clube de futebol iniciou em 2004.[2][3] O Arsenal venceu o primeiro torneio, que contou com a presença de mais de 110 mil pessoas nos dois dias.[4] Em 2016, a Copa Emirates foi cancelada para facilitar obras de reconstrução de partes do gramado essenciais no Emirates Stadium.[5] A edição de 2017 foi televisionada ao vivo no Reino Unido pela Quest e pela ESPN Deportes nos Estados Unidos.[6][7]

Resumo[editar | editar código-fonte]

Franco Cervi marcou o primeiro gol do Benfica contra o Arsenal.

O RB Leipzig enfrentou o Sevilla na partida de abertura do torneio. A equipe alemã não contava com o atacante Timo Werner, fato que fez o treinador Ralph Hasenhüttl nomear o recém-contratado Jean-Kévin Augustin como titular.[8] O meio-campista Emil Forsberg obrigou o goleiro do Sevilla Sergio Rico a fazer uma boa defesa no início da partida, com um chute de longa distância.[8] O RB Leipzig continuou a criar chances e no minuto 18 uma bola jogada sobre a defesa do Sevilla encontrou a Augustin. O chute de voleio do atacante, no entanto, foi sobre o gol e em direção às arquibancadas. O primeiro ataque importante do Sevilla aconteceu logo após a marca de meia hora de jogo, e resultou em uma penalidade.[8] O desarme de Bernardo em Walter Montoya na grande área foi considerado como uma falta, apesar dos replays no vídeo mostrarem que o defensor conseguiu tirar a bola do meio-campo do Sevilla de forma limpa. Wissam Ben Yedder cobrou a penalidade com sucesso e assim deu a vantagem no placar ao Sevilla.[9] O jogo manteve-se em 1–0, apesar de ambos os clubes criarem chances de mudar o marcador final da partida.[9]

O Arsenal enfrentou o Benfica no jogo seguinte. Os anfitriões saíram atrás no marcador; um passe longo de Pizzi no campo do Arsenal foi interceptado e dominado por Jonas e chegou até a Franco Cervi, cuja finalização desviou em Per Mertesacker e foi para dentro do gol.[10] Theo Walcott respondeu marcando duas vezes em nove minutos e virando o placar, mas Eduardo Salvio igualou para os campeões portugueses antes do intervalo.[10] No segundo tempo, o Arsenal marcou três gols - primeiro, um gol contra de Lisandro López, após, uma jogada bem trabalhada que acabou com a conclusão do atacante Olivier Giroud e, finalmente, o gol de Alex Iwobi, cujo chute alcançou a parte de cima da rede.[11] O recém-contratado Sead Kolašinac esteve envolvido diretamente na construção dos três gols; por isso, o treinador do Arsenal, Arsène Wenger, afirmou em uma entrevista depois do jogo sobre sua contribuição: "Hoje ele foi influente, os dois primeiros gols vieram dele. Ele parece habilidoso e o tempo de sua disponibilidade no futuro é muito bom".[12]

No segundo dia do torneio, o RB Leipzig venceu o Benfica por dois gols. Halstenberg abriu o marcador no minuto, em uma jogada bem trabalhada com Federico Palacios, antes de concluir o chute no canto superior esquerdo da rede.[13] O RB Leipzig garantiu a vitória no segundo período quando Marvin Compper marcou. Após uma cobrança de falta de Dominik Kaiser, o defensor cabeceou a bola sobre o goleiro do Benifca, Bruno Varela.[13] O RB Leipzig terminou o torneio em terceiro lugar com cinco pontos, enquanto o Benfica terminou na lanterna, com dois pontos.[14] Hasenhüttl ficou encantado com o desempenho de sua equipe, dizendo aos jornalistas: "Estou orgulhoso de como os nossos jovens jogadores tocaram a bola. A recuperação constante da posse foi a chave para a vitória".[15]

O Arsenal entrou no último dia da competição sabendo que um empate seria suficiente para ganhar a Copa Emirates.[16] Alexandre Lacazette começou criando chances para o Arsenal, assim como fez Mesut Özil, enquanto Ben Yedder se destacava no lado de Sevilla na linha de três, que também tinha Nolito e Joaquín Correa.[16] Depois de um primeiro tempo sem alterações no marcador, o Sevilla abriu o placar após uma inversão de bola de Ben Yedder encontrar a Correa, que em velocidade conseguiu superar ao goleiro Petr Čech.[17] Lacazette empatou para o Arsenal, mas os anfitriões sofreram novamente o revés após uma conclusão de longe de Steven N'Zonzi que acertou ao canto superior direito.[18] O Sevilla ganhou, mas apesar de um aproveitamento de 100%, terminou em segundo lugar porque os pontos do Arsenal e a diferença de gols eram idênticos aos deles, e o clube espanhol marcou menos gols nos dois dias.[17]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Cada time disputou dois jogos, com três pontos concedidos para a vitória, um para o empate, nenhum para a derrota, e um ponto extra para cada gol marcado.[19]

Pos. Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Inglaterra Arsenal 9 2 1 0 1 6 4 2
2 Espanha Sevilla 9 2 2 0 0 3 1 2
3 Alemanha RB Leipzig 5 2 1 0 1 2 1 1
4 Portugal Benfica 2 2 0 0 2 2 7 -5

Fonte:[14]

Partidas[editar | editar código-fonte]

Todas as partidas seguem o fuso horário do verão inglês (UTC+1).

29 de julho RB Leipzig Alemanha 0 – 1 Espanha Sevilla Emirates Stadium, Londres
14:00
Reportagem Wissam Ben Yedder Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35' (pen.) Árbitro: InglaterraING Stuart Attwell
29 de julho Arsenal Inglaterra 5 – 2 Portugal Benfica Emirates Stadium, Londres
16:20
Theo Walcott Gol marcado aos 24 minutos de jogo 24', Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32'
Lisandro Lopez Gol contra marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Giroud Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64'
Iwobi Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Reportagem Cervi Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11'
Eduardo Salvio Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39'
Árbitro: InglaterraING Anthony Taylor

30 de julho RB Leipzig Alemanha 2 – 0 Portugal Benfica Emirates Stadium, Londres
14:00
Marcel Halstenberg Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Marvin Compper Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53'
Reportagem Árbitro: AustráliaAUS Peter Green
30 de julho Arsenal Inglaterra 1 – 2 Espanha Sevilla Emirates Stadium, Londres
16:20
Alexandre Lacazette Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62' Reportagem Joaquin Correa Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
Steven N'Zonzi Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Árbitro: InglaterraING Andre Marriner

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

Theo Walcott foi o artilheiro da competição com dois gols marcados.

Ao marcar dois gols na partida diante do Benfica, o atacante inglês Theo Walcott, do Arsenal, foi o artilheiro da competição.[10] Todos os outros dez atletas marcaram um gol cada.[17]

Pos. Nome Equipe Gols
1 Inglaterra Walcott, TheoTheo Walcott Arsenal 2
2 França Ben Yedder, WissamWissam Ben Yedder Sevilla 1
Argentina Cervi, FrancoFranco Cervi Benfica
Alemanha Compper, MarvinMarvin Compper RB Leipzig
Argentina Correa, JoaquínJoaquín Correa Sevilla
França Giroud, OlivierOlivier Giroud Arsenal
Alemanha Halstenberg, MarcelMarcel Halstenberg RB Leipzig
Nigéria Iwobi, AlexAlex Iwobi Arsenal
França Lacazette, AlexandreAlexandre Lacazette Arsenal
França N'Zonzi, StevenSteven N'Zonzi Sevilla
Argentina Salvio, EduardoEduardo Salvio Benfica

Referências

  1. «Valencia replace Hamburg at Emirates Cup». Arsenal F.C. 11 de junho de 2007. Consultado em 4 de agosto de 2017.. Cópia arquivada em 29 de junho de 2016 
  2. «The Emirates Cup». Emirates. Consultado em 4 de agosto de 2017.. Cópia arquivada em 5 de abril de 2016 
  3. «Arsenal FC and Emirates Stadium». Emirates. Consultado em 4 de agosto de 2017. 
  4. «Emirates Cup brings out the big guns». Al Bawaba. 21 de abril de 2008. Consultado em 8 de setembro de 2017.. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2017 
  5. Valente, Allan (18 de abril de 2016). «Arsenal cancel Emirates Cup». Sky Sports. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  6. «Emirates Cup to be shown live and exclusively on Quest». Eurosport. 17 de julho de 2017. Consultado em 8 de setembro de 2017.. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2017 
  7. Harris, Christopher (5 de julho de 2017). «ESPN Deportes to broadcast Emirates Cup featuring Arsenal, Benfica, Sevilla and RB Leipzig». World Soccer Talk. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  8. a b c «RB Leipzig 0–1 Sevilla – as it happened». Bundesliga. 29 de julho de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  9. a b «RB Leipzig 0 Sevilla 1: Ben Yedder strike downs Bundesliga side». AOL. 29 de julho de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  10. a b c McVeigh, Niall (29 de julho de 2017). «Arsenal 5–2 Benfica: Emirates Cup friendly – as it happened». theguardian.com. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  11. Young-Myles, Oliver (30 de julho de 2017). «Arsenal 5–2 Benfica: Theo Walcott scores twice in Emirates Cup». Sky Sports. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  12. Lawrence, Amy (30 de julho de 2017). «Poorly Alexis Sánchez is staying, says Arsène Wenger after Arsenal victory». The Observer. London. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  13. a b «RB Leipzig 2–0 Benfica in the Emirates Cup – As it happened!». Bundesliga. 30 de julho de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  14. a b «Arsenal win Emirates Cup despite lesser wins than Sevilla». The Indian Express. Mumbai. 31 de julho de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  15. RBLeipzig_EN (30 de julho de 2017). «RB Leipzig English – post match comments» (Tweet) – via Twitter 
  16. a b Smyth, Rob (30 de julho de 2017). «Arsenal 1–2 Sevilla: Emirates Cup friendly – as it happened». theguardian.com. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  17. a b c Hytner, David (30 de julho de 2017). «Beaten Arsenal lift Emirates Cup despite Sevilla finishing with 100% record». The Guardian. London. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  18. «Emirates Cup: Arsenal claim trophy despite Sevilla defeat». BBC Sport. 30 de julho de 2017. Consultado em 5 de agosto de 2017. 
  19. «Emirates Cup – Competition rules & regulations». Arsenal F.C. 27 de julho de 2007. Consultado em 8 de setembro de 2017.. Cópia arquivada em 29 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]