Copa Europeia/Sul-Americana de 1993

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copa Europeia/Sul-Americana de 1993
Evento Copa Europeia/Sul-Americana de 1993
Data 12 de dezembro de 1993
Local Estádio Nacional, Tóquio
Melhor em campo Toninho Cerezo (São Paulo)
Árbitro França Joël Quiniou
Público 52.275

A Copa Europeia/Sul-Americana de 1993 foi disputada na cidade de Tóquio, no Japão, em 12 de dezembro de 1993. O confronto envolveu o São Paulo, do Brasil, campeão da Taça Libertadores da América, e o Milan, da Itália, vice-campeão da Liga dos Campeões, que substituiu o Olympique de Marselha, da França, suspenso pela UEFA por um escândalo de compra de árbitros no Campeonato Francês.

Comentando a final intercontinental entre São Paulo e Milan, o jornal espanhol El Mundo Deportivo comentou que seria uma final histórica, independentemente do resultado: se o São Paulo vencesse, igualar-se-ia ao mítico Santos de Pelé, com duas conquistas intercontinentais e de Libertadores; se o Milan vencesse, tornar-se-ia o primeiro clube tetracampeão da competição, com o jornal espanhol adicionando que era uma competição cada vez mais comercializada e afastada do interesse do futebol europeu.[1]

Clubes Participantes[editar | editar código-fonte]

Clube Classificação
Brasil São Paulo (BRA) Campeão da Copa Libertadores da América
Itália Milan (ITA) Vice-campeão da Liga dos Campeões da UEFA

A partida[editar | editar código-fonte]

A Copa Europeia/Sul-Americana de 1993 foi decidida entre o São Paulo Futebol Clube e a Associazione Calcio Milan. A equipe italiana começou a partida tendo maior domínio do jogo, mas acabou levando o primeiro gol. O lateral Cafu escapou pela direita e cruzou rasteiro para Palhinha, que tocou a bola para o fundo do gol de Rossi, aos dezenove minutos de jogo. Com o resultado adverso, a equipe milanesa passou a pressionar.

O São Paulo conseguiu segurar o time italiano na primeira etapa, mas, aos três minutos do segundo tempo, sofreu o empate, com gol do atacante Massaro. O Milan saiu para buscar a vitória e, mesmo sendo dono de uma das melhores defesas da época, não conseguiu conter o ataque são-paulino.

Aos catorze minutos, Leonardo avançou pela esquerda e tocou para Toninho Cerezo desviar e colocar o São Paulo novamente à frente. A equipe brasileira conseguia conter o ímpeto italiano, mas, aos 36 minutos, o Milan alcançou novamente a igualdade no placar: o francês Papin, de cabeça, deixou tudo igual.

O jogo parecia caminhar para a prorrogação, mas, aos 41 minutos, o atacante Müller recebeu lançamento de Toninho Cerezo e, na confusão do goleiro Rossi com um defensor italiano, a bola bateu no calcanhar do atacante são-paulino, que só teve tempo de se virar e ver a bola caminhando rumo às redes.

Com o terceiro gol, o time brasileiro, comandando por Telê Santana, conquistava o bicampeonato intercontinental.


Final[editar | editar código-fonte]

12 de dezembro de 1993 Milan Itália 2 – 3 Brasil São Paulo Estádio Nacional , Tóquio, Japão

Massaro Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48'
Papin Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Report Palhinha Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Toninho Cerezo Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59'
Müller Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Público: 52 275
Árbitro: França Joël Quiniou
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Milan
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
São Paulo
G 1 Itália Sebastiano Rossi
LD 2 Itália Christian Panucci
Z 6 Itália Franco Baresi
Z 4 Itália Alessandro Costacurta
LE 3 Itália Paolo Maldini
V 8 França Marcel Desailly
V 5 Itália Demetrio Albertini Substituído após 79 minutos de jogo 79'
M 7 Itália Roberto Donadoni
M 11 Itália Daniele Massaro
A 10 França Jean-Pierre Papin
A 9 Roménia Florin Răducioiu Substituído após 79 minutos de jogo 79'
Substitutos:
V 13 Itália Alessandro Orlando Entrou em campo após 79 minutos 79'
Z 14 Itália Mauro Tassotti Entrou em campo após 79 minutos 79'
Treinador:
Itália Fabio Capello
G 1 Brasil Zetti
LD 2 Brasil Cafu
Z 4 Brasil Ronaldão
Z 3 Brasil Válber
LE 6 Brasil André Luiz
V 5 Brasil Dinho
V 8 Brasil Doriva
M 11 Brasil Toninho Cerezo Homem do Jogo
M 10 Brasil Leonardo
A 9 Brasil Palhinha Substituído após 64 minutos de jogo 64'
A 7 Brasil Müller
Substitutos:
M 15 Brasil Juninho Paulista Entrou em campo após 64 minutos 64'
Treinador:
Brasil Telê Santana


Homem do Jogo:

Campeão[editar | editar código-fonte]

Copa Europeia/Sul-Americana de 1993
Flag of Brazil.svg
São Paulo
(2º título)

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.