Copa Intercontinental de 1967

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copa Intercontinental de 1967
VII Intercontinenal Cup 1967
WCCF1967-Celtic.jpg
Cartaz feito pelo Racing anunciando a primeira partida do torneio.
Dados
Participantes 2
Organização CONMEBOL e UEFA
Anfitrião Escócia (1º jogo)
 Argentina (2º jogo)
Uruguai (3º jogo)
Período 18 de outubro4 de novembro
Gol(o)s 5
Partidas 3
Média 1,67 gol(o)s por partida
Campeão Argentina Racing (1º título)
Vice-campeão Escócia Celtic
Melhor marcador Cárdenas (Racing) – 2 gols
◄◄ 1966 Soccerball.svg 1968 ►►

A oitava edição da Copa Intercontinental, também conhecido como Mundial Interclubes, ocorreu em 1967. Foi disputada em duas partidas regulamentares e uma de desempate entre o campeão europeu e o sul-americano.

Em 27 de outubro de 2017, após uma reunião realizada na Índia, o Conselho da FIFA reconheceu os vencedores da Copa Intercontinental como campeões mundiais.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1967, a AFC e a CONCACAF, já tinham estabelecidos os seus torneios continentais de clubes. O então presidente da FIFA, Stanley Rous, propôs expandir a Copa Intercontinental, e que passaria a ser realizado pela entidade máxima do futebol mundial. Porém, as organizadoras da Copa Intercontinental, UEFA e CONMEBOL, foram contrárias a proposta.[3][4]

Sendo assim, esta edição foi disputada entre dois times que nunca haviam disputado a Copa Intercontinental até então.

O Celtic foi o primeiro clube escocês a vencer a Liga dos Campeões da UEFA e chegar à Copa Intercontinental. O Racing ganhara pela primeira vez a Libertadores da América. As expectativas eram mais ou menos iguais para os dois times.

Ambos os clubes vinham com uma vitória apertada de 2–1 nos campeonatos continentais. O Celtic sobre a Internazionale, da Itália e o Racing sobre o Nacional do Uruguai, este, no jogo de desempate, tendo empatado em 0–0 nos outros dois jogos.

A decisão[editar | editar código-fonte]

A primeira partida foi na Escócia, e a equipe do Racing não suportou a pressão no estádio lotado. Passou a maior parte da partida se defendendo e terminou sofrendo uma derrota por 1 a 0, gol de Mc Neill. Na Argentina os escoceses chegaram muito perto do título. Abriram o placar, com um gol de pênalti de Gemmell. Mas Raffo empatou no 2º tempo, e o valente Juan Carlos “Chango” Cardenas marcou o gol da virada já nos acréscimos.

No dia 4 de novembro de 1967 Racing e Celtic entraram no Estádio Centenário dispostos a fazer história. A partida dura, foi decidida aos 11 da segunda etapa. Cardenas puxou um contra-ataque, ficando indeciso se chutava ou cruzava para Maschio ou Raffo. Mas Maschio o gritou e mando-o chutar ao gol, e o jogador não teve dúvidas. Acertou um belo chute de canhota a 30 metros do gol, 1 a 0. Os cinco mil argentinos que haviam atravessado o Rio da Prata vibravam, enquanto o atacante argentino vibrava abraçado a Juan José Pizutti. Naquele momento, ambos entravam para a história do futebol, ao dar o primeiro título intercontinental para o futebol argentino.

O site do Racing a cita como o primeiro e único título mundial da equipe.[5]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Localidade das equipes que disputaram a Copa Intercontinental 1967.
Confederação Equipe Classificação Participação
CONMEBOL Argentina Racing Campeão da Copa Libertadores da América de 1967
UEFA Escócia Celtic Campeão da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1966–67

Chaveamento[editar | editar código-fonte]

  A Classificação[NOTA] Copa Intercontinental 1967
                     
 Escócia Celtic 2  
 Itália Internazionale 1  
   Escócia Celtic 1 1 0
   Argentina Racing 0 2 1
 Argentina Racing 0 0 2
 Uruguai Nacional 0 0 1
Notas

Partidas[editar | editar código-fonte]

Jogo de ida[editar | editar código-fonte]

18 de outubro de 1967 Celtic Escócia 1 – 0 Argentina Racing Hampden Park, Glasgow
20:00 (UTC+0)
McNeill Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69' Público: ≈103.000
Árbitro: EspanhaESP Juan Gardeazábal
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Celtic
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Racing
 
CELTIC:
G Escócia Simpson
LD Escócia Craig
Z Escócia McNeill (C)
Z Escócia Gemmell
LE Escócia Clark
M Escócia Murdoch
M Escócia Auld
A Escócia Johnstone
A Escócia Lennox
A Escócia Wallace
A Escócia Hughes
Treinador:
Escócia Jock Stein
RACING:
G Argentina Cejas
LD Argentina Martín (C)
Z Argentina Perfumo
Z Argentina Díaz
LE Argentina Basile
M Argentina Mori
M Argentina Rulli
A Argentina Raffo
A Argentina Cárdenas
A Argentina Rodríguez
A Argentina Maschio
Treinador:
Argentina Juan José Pizzuti

Jogo de volta[editar | editar código-fonte]

1 de novembro de 1967 Racing Argentina 2 – 1 Escócia Celtic Juan Domingo Perón, Avellaneda
19:30 (UTC−3)
Raffo Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48'
Cárdenas Gol marcado aos 93 minutos de jogo 93'
Gemmell Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21' (pen) Público: ≈100.000
Árbitro: UruguaiURU Esteban Marino
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Racing
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Celtic
 
RACING:
G Argentina Cejas
LD Argentina Martín (C)
Z Argentina Perfumo
Z Uruguai Chabay
LE Argentina Basile
M Argentina Rulli
M Brasil Cardoso
A Argentina Raffo
A Argentina Cárdenas
A Argentina Rodríguez
A Argentina Maschio
Treinador:
Argentina Juan José Pizzuti
CELTIC:
G Escócia Fallon
LD Escócia Craig
Z Escócia McNeill (C)
Z Escócia Gemmell
LE Escócia Clark
M Escócia Murdoch
M Escócia O'Neil
A Escócia Johnstone
A Escócia Lennox
A Escócia Wallace
A Escócia Chalmers
Treinador:
Escócia Jock Stein

Jogo de desempate[editar | editar código-fonte]

4 de novembro de 1967 Racing Argentina 1 – 0 Escócia Celtic Centenário, Montevidéu
15:50 (UTC−3)
Cárdenas Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' Público: 65 172
Árbitro: ParaguaiPAR Rodolfo Pérez Osório
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Racing
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Celtic
 
RACING:
G Argentina Cejas
LD Argentina Martín (C)
Z Argentina Perfumo
Z Uruguai Chabay
LE Argentina Basile
M Argentina Rulli
M Brasil Cardoso
A Argentina Raffo
A Argentina Cárdenas
A Argentina Rodríguez
A Argentina Maschio
Treinador:
Argentina Juan José Pizzuti
CELTIC:
G Escócia Fallon
LD Escócia Craig
Z Escócia McNeill (C)
Z Escócia Gemmell
LE Escócia Clark
M Escócia Murdoch
M Escócia Auld
A Escócia Johnstone
A Escócia Lennox
A Escócia Wallace
A Escócia Hughes
Treinador:
Escócia Jock Stein

Campeão[editar | editar código-fonte]

Copa Intercontinental de 1967
Flag of Argentina.svg
RACING
1° titulo

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências