Copa Libertadores da América de 1963

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Taça Libertadores da América de 1963
IV Copa dos Campeões da América
Dados
Participantes 9
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 7 de abril11 de setembro
Gol(o)s 64
Partidas 20
Média 3,2 gol(o)s por partida
Campeão Brasil Santos (2º título)
Vice-campeão Argentina Boca Juniors
Melhor marcador Argentina Sanfilippo (Boca Juniors) – 7 gols
Melhor ataque (fase inicial) Uruguai Peñarol – 14 gols
Melhor defesa (fase inicial) 1 gol:
Maior goleada
(diferença)
Peñarol Uruguai 9 – 1 Equador Everest
Estádio CentenárioMontevidéu
30 de abril, Grupo 2
◄◄ Libertadores 1962 Soccerball.svg Libertadores 1964 ►►

A Taça Libertadores da América de 1963, originalmente denominada Copa dos Campeões da América pela CONMEBOL, foi a quarta edição do torneio. Participaram as equipes de 8 países. Não houve representantes da Bolívia e Venezuela.

O Santos, campeão do ano anterior, novamente sagrou-se campeão de maneira invicta, ao derrotar na final o Boca Juniors, da Argentina.

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

País Equipe Cidade Classificação Títulos Participação
 Argentina
(1 vaga)
Boca Juniors Buenos Aires Campeão do Campeonato Argentino de 1962 0 (não possui)
 Brasil
(1 vaga + atual campeão)
Santos Santos Campeão da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro de 1962 1 (1962)
Botafogo Rio de Janeiro Vice-campeão do Campeonato Brasileiro de 1962 0 (não possui)
 Chile
(1 vaga)
Universidad de Chile Santiago Campeão do Campeonato Chileno de 1962 0 (não possui)
 Colômbia
(1 vaga)
Millonarios Bogotá Campeão do Campeonato Colombiano de 1962 0 (não possui)
Equador
(1 vaga)
Everest Guayaquil Campeão do Campeonato Equatoriano de 1962 0 (não possui)
 Paraguai
(1 vaga)
Olimpia Assunção Campeão do Campeonato Paraguaio de 1962 0 (não possui)
 Peru
(1 vaga)
Alianza Lima Lima Campeão do Campeonato Peruano de 1962 0 (não possui)
Uruguai
(1 vaga)
Peñarol Montevidéu Campeão do Campeonato Uruguaio de 1962 2 (1960, 1961)

Tabela[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Grupo 1[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Botafogo 8 4 4 0 0 6 1 +5
Peru Alianza Lima 3 4 1 1 2 2 3 -1
Colômbia Millonarios 1 4 0 1 3 0 4 -4
  ALI BOT MIL
Alianza Lima 0-1 0-0
Botafogo 2-1 1-0*
Millonarios 0-1 0-2

* O Botafogo ganhou os pontos do jogo, não realizado por desistência do clube colombiano. O resultado da partida ficou 1x0.

Grupo 2[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V E D GP GC SG
Uruguai Peñarol 4 2 2 0 0 14 1 13
Equador Everest 0 2 0 0 2 1 14 -13
Data Partida Estádio Cidade
09/06 Everest Equador 0-5 Uruguai Peñarol - Guayaquil
07/07 Peñarol Uruguai 9-1 Equador Everest - Montevidéu

Grupo 3[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Argentina Boca Juniors 6 4 3 0 1 9 6 +3
Paraguai Olimpia 4 4 2 0 2 7 10 -3
Chile Universidad de Chile 2 4 1 0 3 7 7 0
  BOC OLI UCH
Boca Juniors 5-3 1-0
Olimpia 1-0 2-1
Universidad de Chile 2-3 4-1

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Chave A[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V E D GP GC SG
Argentina Boca Juniors 4 2 2 0 0 3 1 +2
Uruguai Peñarol 0 2 0 0 2 1 3 -2
Data Partida Estádio Cidade
07/08 Peñarol Uruguai 1-2 Argentina Boca Juniors - Montevidéu
15/08 Boca Juniors Argentina 1-0 Uruguai Peñarol - Buenos Aires

Chave B[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V E D GP GC SG
Brasil Santos 3 2 1 1 0 5 1 +4
Brasil Botafogo 1 2 0 1 1 1 5 -4
Data Partida Estádio Cidade
22/08 Santos Brasil 1-1 Brasil Botafogo Pacaembu São Paulo
28/08 Botafogo Brasil 0-4 Brasil Santos Maracanã Rio de Janeiro

Finais[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V E D GP GC SG
Brasil Santos 4 2 2 0 0 5 3 +2
Argentina Boca Juniors 0 2 0 0 2 3 5 -2
4 de setembro de 1963
Santos Brasil 3 – 2 Argentina Boca Juniors Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Público: 63.376
Árbitro: França Marcel Albert Bois
Auxiliares:

Coutinho Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2' Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21'
Lima Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28'
Sanfilippo Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89'
11 de setembro de 1963
Boca Juniors Argentina 1 – 2 Brasil Santos La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)
Público: 50.000
Árbitro: França Marcel Albert Bois
Auxiliares: Werner Treichel e Eunápio de Queiros

Sanfilippo Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46' Coutinho Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'
Pelé Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82'
Libertadores 1963
Flag of Brazil.svg
SANTOS FUTEBOL CLUBE
Campeão
(2º título)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]