Copa Libertadores da América de 2023

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Copa Libertadores da América de 2023
LXIV Copa Libertadores de América
CONMEBOL Libertadores 2023
Copa Libertadores da América de 2023
Dados
Participantes 47
Organização CONMEBOL
Período 7 de fevereiro – 4 de novembro
Gol(o)s 386
Partidas 155
Média 2,49 gol(o)s por partida
Campeão Fluminense (1º título)
Vice-campeão Boca Juniors
Melhor marcador Argentina Germán Cano (Fluminense) – 13 gols
Melhor ataque (fase inicial) Palmeiras – 16 gols
Melhor defesa (fase inicial) Boca Juniors – 2 gols
Maiores goleadas
(diferença)
Nacional Potosí 1–6 El Nacional
Estádio Hernando SilesLa Paz
8 de fevereiro, primeira fase
 
Melgar 5–0 Patronato
Estádio Monumental da UNSAArequipa
6 de junho, grupo H
Premiações
Melhor jogador prêmio cancelado[1]
◄◄ 2022 2024 ►►

A Copa Libertadores da América de 2023, oficialmente CONMEBOL Libertadores 2023, foi a 64ª edição da competição de futebol realizada anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). Participaram clubes das dez associações sul-americanas.

Em 8 de março, a CONMEBOL anunciou que a partida final da competição seria disputada no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.[2] Inicialmente marcada para ocorrer em 11 de novembro, foi antecipada em uma semana, passando para 4 de novembro.[3]

O Fluminense conquistou o seu primeiro título na competição ao superar o Boca Juniors na final por 2–1, após a prorrogação.[4] Com isso, teve o direito de enfrentar o campeão da Copa Sul-Americana de 2023 na Recopa Sul-Americana de 2024, assim como se classificou automaticamente para a fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2024 e para as Copas do Mundo de Clubes de 2023 e 2025.

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

As seguintes 47 equipes das 10 federações filiadas à CONMEBOL se qualificaram para o torneio:[5]

  • Campeão da Copa Libertadores da América de 2022
  • Campeão da Copa Sul-Americana de 2022
  • Brasil: 7 vagas
  • Argentina: 6 vagas
  • Demais associações: 4 vagas cada

A fase de entrada é determinada da seguinte maneira:

  • Fase de grupos: 28 equipes
    • Campeão da Copa Libertadores de 2022;
    • Campeão da Copa Sul-Americana de 2022;
    • Equipes qualificadas para as vagas 1 a 5 da Argentina e do Brasil;
    • Equipes qualificadas para as vagas 1 e 2 de todas as outras associações.
  • Segunda fase: 13 equipes
    • Equipes qualificadas para as vagas 6 e 7 do Brasil;
    • Equipe que qualificou para a vaga 6 da Argentina;
    • Equipes qualificadas para as vagas 3 e 4 do Chile e Colômbia;
    • Equipes qualificadas para a vaga 3 de todas as outras associações.
  • Primeira fase: 6 equipes
    • Equipes que se qualificaram para a vaga 4 da Bolívia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.
Associação Equipe Classificação Fase
 Argentina
(6 vagas)
Boca Juniors Campeão do Campeonato Argentino de 2022 Fase de grupos
Patronato Campeão da Copa da Argentina de 2022
Racing Melhor colocado na tabela geral da temporada de 2022
River Plate 2º melhor colocado na tabela geral da temporada de de 2022
Argentinos Juniors 3º melhor colocado na tabela geral da temporada de 2022
Huracán 4º melhor colocado na tabela geral da temporada de 2022 Segunda fase
 Bolívia
(4 vagas)
Bolívar Campeão do Torneio Apertura 2022 Fase de grupos
The Strongest Melhor colocado na tabela geral da temporada de 2022
Always Ready 2º melhor colocado na tabela geral da temporada de 2022 Segunda fase
Nacional Potosí 3º melhor colocado na tabela geral da temporada de 2022 Primeira fase
 Brasil
(7 vagas + atual campeão)
Flamengo Campeão da Copa Libertadores de 2022 Fase de grupos
Palmeiras Campeão do Campeonato Brasileiro Série A de 2022
Internacional Vice-campeão do Campeonato Brasileiro Série A de 2022
Fluminense 3º colocado do Campeonato Brasileiro Série A de 2022
Corinthians 4º colocado do Campeonato Brasileiro Série A de 2022
Athletico Paranaense 6º colocado do Campeonato Brasileiro Série A de 2022
Atlético Mineiro 7º colocado do Campeonato Brasileiro Série A de 2022 Segunda fase
Fortaleza 8º colocado do Campeonato Brasileiro Série A de 2022
 Chile
(4 vagas)
Colo-Colo Campeão do Campeonato Chileno de 2022 Fase de grupos
Ñublense Vice-campeão do Campeonato Chileno de 2022
Curicó Unido 3º colocado do Campeonato Chileno de 2022 Segunda fase
Magallanes Campeão da Copa Chile de 2022
 Colômbia
(4 vagas)
Atlético Nacional Campeão do Torneio Apertura de 2022 Fase de grupos
Deportivo Pereira Campeão do Torneio Finalización de 2022
Independiente Medellín Melhor pontuação na temporada de 2022 Segunda fase
Millonarios Campeão da Copa Colômbia de 2022
Equador
(4 vagas + campeão da Sul-Americana)
Independiente del Valle Campeão da Copa Sul-Americana de 2022 Fase de grupos
Aucas Campeão do Campeonato Equatoriano de 2022
Barcelona de Guayaquil Vice-campeão do Campeonato Equatoriano de 2022
Universidad Católica Melhor pontuação na temporada de 2022 Segunda fase
El Nacional 3º colocado da Copa Equador de 2022 Primeira fase
 Paraguai
(4 vagas)
Libertad Campeão do Campeonato Paraguaio de 2022 com a melhor pontuação Fase de grupos
Olimpia Campeão do Campeonato Paraguaio de 2022 com a pior pontuação
Cerro Porteño Melhor pontuação na temporada de 2022 Segunda fase
Nacional 2ª melhor pontuação na temporada de 2022 Primeira fase
 Peru
(4 vagas)
Alianza Lima Campeão do Campeonato Peruano de 2022 Fase de grupos
Melgar Vice-campeão do Campeonato Peruano de 2022
Sporting Cristal 3º colocado no Campeonato Peruano de 2022 Segunda fase
Sport Huancayo 4º colocado no Campeonato Peruano de 2022 Primeira fase
Uruguai
(4 vagas)
Nacional Campeão do Campeonato Uruguaio de 2022 Fase de grupos
Liverpool Vice-campeão do Campeonato Uruguaio de 2022
Deportivo Maldonado Melhor pontuação na temporada de 2022 Segunda fase
Boston River 2ª melhor pontuação na temporada de 2022 Primeira fase
 Venezuela
(4 vagas)
Metropolitanos Campeão do Campeonato Venezuelano de 2022 Fase de grupos
Monagas Vice-campeão do Campeonato Venezuelano de 2022
Carabobo 3º colocado do Campeonato Venezuelano de 2022 Segunda fase
Zamora 4º colocado do Campeonato Venezuelano de 2022 Primeira fase

Premiação financeira[editar | editar código-fonte]

Em 17 de março, a CONMEBOL anunciou uma mudança na premiação em dinheiro da competição. A partir desta edição, os clubes foram premiados por cada vitória na fase de grupos. O valor pago, por vitória, foi de 300 mil dólares — cerca de 1,5 milhão de reais. Conforme o comunicado da entidade, o objetivo é "reconhecer os méritos esportivos". Também houve um aumento nos valores das premiações em cerca de 23 por cento em relação a edição do ano passado e a competição distribuiu 207 milhões de dólares ou cerca de 1,087 bilhão de reais.[6][7]

Calendário[editar | editar código-fonte]

O calendário de cada fase foi divulgado em 7 de julho de 2022.[8]

Fase Data de sorteio Ida Volta
Primeira fase 21 de dezembro[9] 7–9 de fevereiro 14–16 de fevereiro
Segunda fase 21–23 de fevereiro 28 de fevereiro – 2 de março
Terceira fase 7–9 de março 14–16 de março
Fase de grupos 27 de março[10] 4–6 de abril
18–20 de abril
2–4 de maio
23–25 de maio
6–8 de junho
27–29 de junho
Oitavas de final 5 de julho[11] 1–3 de agosto 8–10 de agosto
Quartas de final 22–24 de agosto 29–31 de agosto
Semifinais 26–28 de setembro 3–5 de outubro
Final 4 de novembro
Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro[3]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

O sorteio das fases preliminares foi realizado, em 21 de dezembro de 2022, no Centro de Convenções da CONMEBOL, em Luque, no Paraguai.[12]

Pote 1 Pote 2
Primeira fase
Pote 1 Pote 2
Segunda fase

Para a fase de grupos, um novo sorteio foi realizado, em 27 de março de 2023, no Centro de Convenções da CONMEBOL, onde 32 equipes foram divididas em quatro potes de acordo com as respectivas colocações no ranking de clubes da CONMEBOL de 16 de dezembro de 2022 e dos quatro classificados das fases preliminares (indicados como G1 a G4).[13]

Fase de grupos Pote 1 Pote 2
Pote 3 Pote 4

Fases preliminares[editar | editar código-fonte]

Nas fases preliminares cada emparelhamento foi definido em partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a vaga seria definida direto na disputa por pênaltis, sem prorrogação. Os confrontos das duas primeiras fases foram definidos através de sorteio.[14]

  • Primeira fase: disputada por seis equipes provenientes de Bolívia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, qualifica três para a seguinte fase.
  • Segunda fase: disputada por 16 equipes, sendo 13 delas provenientes de Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela mais os três vencedores da fase anterior, qualifica oito equipes para a seguinte fase.
  • Terceira fase: disputada pelas oito equipes vencedoras da fase anterior, as quatro vencedoras avançam para a fase de grupos com as outras 28 equipes e a quatro perdedoras sendo transferidas para a fase de grupos da Copa Sul-Americana de 2023.

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Em negrito, as equipes que avançaram.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
E1 Sport Huancayo Peru 3–4 Paraguai Nacional 2–1 1–3
E2 Nacional Potosí Bolívia 2–9 Equador El Nacional 1–6 1–3
E3 Boston River Uruguai 4–1 Venezuela Zamora 3–1 1–0

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

Em negrito, as equipes que avançaram.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
C1 Carabobo Venezuela 1–3 Brasil Atlético Mineiro 0–0 1–3
C2 Nacional Paraguai 3–5 Peru Sporting Cristal 2–0 1–5
C3 Deportivo Maldonado Uruguai 0–4 Brasil Fortaleza 0–0 0–4
C4 El Nacional Equador 3–4 Colômbia Independiente Medellín 2–2 1–2
C5 Magallanes Chile 6–1 Bolívia Always Ready 3–0 3–1
C6 Curicó Unido Chile 0–2 Paraguai Cerro Porteño 0–1 0–1
C7 Boston River Uruguai 0–1 Argentina Huracán 0–0 0–1
C8 Universidad Católica Equador 1–2 Colômbia Millonarios 0–0 1–2

Terceira fase[editar | editar código-fonte]

Em negrito, as equipes que avançaram.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
G1 Millonarios Colômbia 2–4 Brasil Atlético Mineiro 1–1 1–3
G2 Huracán Argentina 0–1 Peru Sporting Cristal 0–0 0–1
G3 Fortaleza Brasil 1–3 Paraguai Cerro Porteño 0–1 1–2
G4 Magallanes Chile 1–3 Colômbia Independiente Medellín 1–1 0–2

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

Os vencedores e os segundos classificados de cada grupo avançam para as oitavas de final, enquanto os terceiros colocados foram transferidos para os play-offs da Copa Sul-Americana de 2023.

Nessa fase, cada grupo é disputado em turno e returno, todos contra todos. As equipes são classificadas de acordo com os seguintes critérios:[14]

  1. Pontos (três pontos por vitória, um ponto por empate e nenhum ponto por derrota)
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Gols marcados fora de casa
  5. Ranking CONMEBOL

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Argentina RAC Brasil FLA Chile NUB Equador AUC
1 Argentina Racing 13 6 4 1 1 13 6 +7 Fase final 1–1 4–0 3–2
2 Brasil Flamengo 11 6 3 2 1 11 5 +6 2–1 2–0 4–0
3 Chile Ñublense 5 6 1 2 3 3 10 −7 Play-offs da Sul-Americana 0–2 1–1 2–1
4 Equador Aucas 4 6 1 1 4 6 12 −6 1–2 2–1 0–0
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Brasil INT Uruguai CNF Colômbia DIM Venezuela MET
1 Brasil Internacional 12 6 3 3 0 10 6 +4 Fase final 2–2 3–1 1–0
2 Uruguai Nacional 11 6 3 2 1 9 7 +2 1–1 2–1 1–0
3 Colômbia Independiente Medellín 10 6 3 1 2 10 9 +1 Play-offs da Sul-Americana 1–1 2–1 4–2
4 Venezuela Metropolitanos 0 6 0 0 6 4 11 −7 1–2 1–2 0–1
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Brasil PAL Bolívia BOL Equador BAR Paraguai CPO
1 Brasil Palmeiras 15 6 5 0 1 16 6 +10 Fase final 4–0 4–2 2–1
2 Bolívia Bolívar 12 6 4 0 2 11 7 +4 3–1 1–0 2–0
3 Equador Barcelona de Guayaquil 4 6 1 1 4 7 12 −5 Play-offs da Sul-Americana 0–2 2–1 2–2
4 Paraguai Cerro Porteño 4 6 1 1 4 5 14 −9 0–3 0–4 2–1
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Brasil FLU Argentina RIV Peru SCR Bolívia STR
1 Brasil Fluminense 10 6 3 1 2 10 6 +4 Fase final 5–1 1–1 1–0
2 Argentina River Plate 10 6 3 1 2 11 11 0 2–0 4–2 2–0
3 Peru Sporting Cristal 8 6 2 2 2 8 10 −2 Play-offs da Sul-Americana 1–3 1–1 1–0
4 Bolívia The Strongest 6 6 2 0 4 5 7 −2 1–0 3–1 1–2
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Grupo E[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Equador IDV Argentina ARG Brasil COR Uruguai LIV
1 Equador Independiente del Valle 12 6 4 0 2 10 5 +5 Fase final 3–2 3–0 2–0
2 Argentina Argentinos Juniors 11 6 3 2 1 8 6 +2 1–0 0–0 2–1
3 Brasil Corinthians 7 6 2 1 3 7 6 +1 Play-offs da Sul-Americana 1–2 0–1 3–0
4 Uruguai Liverpool 4 6 1 1 4 4 12 −8 1–0 2–2 0–3
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Grupo F[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Argentina BOC Colômbia DPE Chile COL Venezuela MON
1 Argentina Boca Juniors 13 6 4 1 1 9 2 +7 Fase final 2–1 1–0 4–0
2 Colômbia Deportivo Pereira 8 6 2 2 2 5 5 0 1–0 1–1 2–1
3 Chile Colo-Colo 6 6 1 3 2 3 5 −2 Play-offs da Sul-Americana 0–2 0–0 1–0
4 Venezuela Monagas 5 6 1 2 3 3 8 −5 0–0 1–0 1–1
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Grupo G[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Brasil ATP Brasil ATM Paraguai LIB Peru ALI
1 Brasil Athletico Paranaense 13 6 4 1 1 9 4 +5 Fase final 2–1 1–0 3–0
2 Brasil Atlético Mineiro 10 6 3 1 2 7 5 +2 2–1 0–1 2–0
3 Paraguai Libertad 7 6 2 1 3 6 7 −1 Play-offs da Sul-Americana 1–2 1–1 1–2
4 Peru Alianza Lima 4 6 1 1 4 3 9 −6 0–0 0–1 1–2
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Grupo H[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG Classificado Paraguai OLI Colômbia ATN Argentina PAT Peru MEL
1 Paraguai Olimpia 14 6 4 2 0 13 4 +9 Fase final 3–0 1–0 4–1
2 Colômbia Atlético Nacional 10 6 3 1 2 8 8 0 2–2 0–1 3–1
3 Argentina Patronato 6 6 2 0 4 6 11 −5 Play-offs da Sul-Americana 0–2 1–2 4–1
4 Peru Melgar 4 6 1 1 4 9 13 −4 1–1 0–1 5–0
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Saldo de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Fase final[editar | editar código-fonte]

Após a conclusão da fase de grupos, um sorteio, em 5 de julho — na sede da CONMEBOL, em Luque, no Paraguai — definiu o chaveamento das equipes classificadas a partir das oitavas de final até a final.[15][11]

As equipes que finalizaram em primeiro lugar na fase de grupos (pote 1 no sorteio) enfrentam as equipes que finalizaram em segundo lugar (pote 2), não havendo restrições nos confrontos, portanto podendo ser sorteadas equipes de um mesmo país ou que integraram o mesmo grupo na fase anterior. A pontuação obtida na fase de grupos serve para a definição dos mandos de campo até a semifinal, com as equipes melhores posicionadas sempre realizando o jogo de volta como equipe mandante, sendo numeradas de 1 a 16.[15][11]

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

Seed Grp Equipe Pts J V E D GP GC SG Sorteio das oitavas de final
1 C Brasil Palmeiras 15 6 5 0 1 16 6 +10 Pote 1
2 H Paraguai Olimpia 14 6 4 2 0 13 4 +9
3 A Argentina Racing 13 6 4 1 1 13 6 +7
4 F Argentina Boca Juniors 13 6 4 1 1 9 2 +7
5 G Brasil Athletico Paranaense 13 6 4 1 1 9 4 +5
6 E Equador Independiente del Valle 12 6 4 0 2 10 5 +5
7 B Brasil Internacional 12 6 3 3 0 10 6 +4
8 D Brasil Fluminense 10 6 3 1 2 10 6 +4
9 C Bolívia Bolívar 12 6 4 0 2 11 7 +4 Pote 2
10 A Brasil Flamengo 11 6 3 2 1 11 5 +6
11 B Uruguai Nacional 11 6 3 2 1 9 7 +2
12 E Argentina Argentinos Juniors 11 6 3 2 1 8 6 +2
13 G Brasil Atlético Mineiro 10 6 3 1 2 7 5 +2
14 D Argentina River Plate 10 6 3 1 2 11 11 0
15 H Colômbia Atlético Nacional 10 6 3 1 2 8 8 0
16 F Colômbia Deportivo Pereira 8 6 2 2 2 5 5 0
Fonte: CONMEBOL
Regras para classificação: 1) Pontos; 2) Diferença de gols; 3) Gols marcados; 4) Gols marcados como visitante; 5) Ranking CONMEBOL.

Esquema[editar | editar código-fonte]

As equipes que estão na parte superior do confronto possuem o mando de campo no primeiro jogo e em negrito as equipes classificadas.

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 1 a 10 de agosto  22 a 31 de agosto  27 de setembro a 5 de outubro  4 de novembro
                                         
 Uruguai Nacional 0 2 2 (2)  
 Argentina Boca Juniors (pen) 0 2 2 (4)  
   Argentina Boca Juniors (pen) 0 0 0 (4)  
   Argentina Racing 0 0 0 (1)  
 Colômbia Atlético Nacional 4 0 4
 Argentina Racing 2 3 5  
   Argentina Boca Juniors (pen) 0 1 1 (4)  
   Brasil Palmeiras 0 1 1 (2)  
 Colômbia Deportivo Pereira 1 1 2  
 Equador Independiente del Valle 0 1 1  
   Colômbia Deportivo Pereira 0 0 0
   Brasil Palmeiras 4 0 4  
 Brasil Atlético Mineiro 0 0 0
 Brasil Palmeiras 1 0 1  
   Argentina Boca Juniors 1
   Brasil Fluminense (pro) 2
 Argentina Argentinos Juniors 1 0 1  
 Brasil Fluminense 1 2 3  
   Brasil Fluminense 2 3 5
   Paraguai Olimpia 0 1 1  
 Brasil Flamengo 1 1 2
 Paraguai Olimpia 0 3 3  
   Brasil Fluminense 2 2 4
   Brasil Internacional 2 1 3  
 Bolívia Bolívar (pen) 3 0 3 (5)  
 Brasil Athletico Paranaense 1 2 3 (4)  
   Bolívia Bolívar 0 0 0
   Brasil Internacional 1 2 3  
 Argentina River Plate 2 1 3 (8)
 Brasil Internacional (pen) 1 2 3 (9)  

Final[editar | editar código-fonte]

4 de novembro Boca Juniors Argentina 1 – 2 (pro) Brasil Fluminense Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
17:00 (UTC−3)
Advíncula Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72' Relatório Cano Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36'
John Kennedy Gol marcado aos 99 minutos de jogo 99'
Público: 69 232[16]
Renda: R$ 31.702.250,00[17]
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa Libertadores da América de 2023
Brasil
FLUMINENSE
Campeão
(1.º título)

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
Colômbia Dorlan Pabón Atlético Nacional Melgar 3–1 (C) 20 de abril [19]
Argentina Germán Cano Fluminense River Plate 5–1 (C) 2 de maio [20]

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os dez maiores públicos do campeonato:

Público Mandante Placar Visitante Estádio Data Fase Ref.
1 69 232 Boca Juniors Argentina 1–2 Brasil Fluminense Maracanã 4 de novembro Final [21]
2 67 515 Fluminense Brasil 2–2 Brasil Internacional Maracanã 27 de setembro Semifinal [22]
3 67 066 Flamengo Brasil 1–0 Paraguai Olimpia Maracanã 3 de agosto Oitavas [23]
4 66 362 River Plate Argentina 2–0 Brasil Fluminense Mâs Monumental 7 de junho Grupo D [24]
5 64 696 River Plate Argentina 2–1 Brasil Internacional Mâs Monumental 1 de agosto Oitavas [25]
6 64 047 Fluminense Brasil 2–0 Paraguai Olimpia Maracanã 24 de agosto Quartas [26]
7 63 963 Flamengo Brasil 2–1 Argentina Racing Maracanã 8 de junho Grupo A [27]
8 62 978 River Plate Argentina 4–2 Peru Sporting Cristal Mâs Monumental 19 de abril Grupo D [28]
9 62 924 Flamengo Brasil 4–0 Equador Aucas Maracanã 28 de junho Grupo A [29]
10 62 910 River Plate Argentina 2–0 Bolívia The Strongest Mâs Monumental 27 de junho Grupo D [30]

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Oficialmente a CONMEBOL não reconhece uma classificação geral de participantes na Copa Libertadores. A tabela a seguir classifica as equipes de acordo com a fase alcançada e considerando os critérios de desempate.

Classificado à Mundial de Clubes de 2023 e à Recopa Sul-Americana de 2024 Transferidos à Copa Sul-Americana de 2023

Seleção da Libertadores[editar | editar código-fonte]

A CONMEBOL divulgou, em 8 de novembro de 2023, a seleção da Libertadores de 2023.[31]

Goleiro Defensores Meias Atacantes

Argentina Sergio Romero
(Boca Juniors)

Peru Luis Advíncula
(Boca Juniors)
Brasil Nino
(Fluminense)
Uruguai Joaquín Piquerez
(Palmeiras)

Colômbia Jhon Arias
(Fluminense)
Brasil André
(Fluminense)
Brasil Alan Patrick
(Internacional)
Brasil PH Ganso
(Fluminense)

Equador Enner Valencia
(Internacional)
Argentina Germán Cano
(Fluminense)
Brasil Paulinho
(Atlético Mineiro)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. a b c d Classificados da terceira fase preliminar automaticamente alocados no Pote 4.

Referências

  1. «Prêmio de craque da Libertadores 2023 foi 'cancelado'; Cano era o grande favorito». Terra. Consultado em 19 de novembro de 2023 
  2. Siqueira, Igor (8 de março de 2023). «Conmebol anuncia que final da Libertadores 2023 será no Maracanã». UOL. Consultado em 8 de março de 2023 
  3. a b «Conmebol muda data da final da Libertadores para 4 de novembro». Ge.globo. 24 de abril de 2023. Consultado em 24 de abril de 2023 
  4. «Fluminense é campeão da Libertadores pela 1ª vez com gols de Cano e Kennedy contra o Boca Jrs». UOL. 4 de novembro de 2023. Consultado em 4 de novembro de 2023 
  5. Palumbo, Bia (1 de novembro de 2022). «Os 35 clubes classificados para a Libertadores 2023». 90min.com. Consultado em 2 de novembro de 2022 
  6. «Conmebol anuncia premiação aos times por vitórias nas fases de grupos da Libertadores e Sul-Americana». ge. 17 de março de 2023. Consultado em 17 de março de 2023 
  7. «Por primera vez, CONMEBOL entregará premios por partidos ganados en Fase de Grupos» [Pela primeira vez, a CONMEBOL premiará as partidas vencidas na Fase de Grupos] (em espanhol). CONMEBOL. 17 de março de 2023. Consultado em 17 de março de 2023 
  8. «Calendario de torneos de la CONMEBOL 2023» [Calendário dos torneios CONMEBOL 2023] (em espanhol). CONMEBOL. 7 de julho de 2022. Consultado em 17 de março de 2023 
  9. «Copa Libertadores y Sudamericana 2023: Conmebol confirma fecha para el sorteo de las fases previas» (em espanhol). ADN Radio. 22 de novembro de 2022. Consultado em 23 de novembro de 2022 
  10. «Libertadores: Conmebol altera data do sorteio da fase de grupos». ge. 6 de março de 2023. Consultado em 7 de março de 2023 
  11. a b c «Conmebol define data do sorteio das oitavas da Libertadores e Sul-Americana». UOL. 17 de junho de 2023. Consultado em 17 de junho de 2023 
  12. «Conmebol marca sorteios de Libertadores e Sul-Americana para 21 de dezembro». ge. 21 de novembro de 2022. Consultado em 21 de dezembro de 2022 
  13. «Conmebol altera data do sorteio da fase de grupos da Libertadores 2023». Lance!. 3 de março de 2023. Consultado em 16 de março de 2023 
  14. a b «CONMEBOL Libertadores / Manual de Clubes 2023» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 7 de fevereiro de 2023 
  15. a b «CONMEBOL Libertadores / Manual de Clubes 2023» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 11 de junho de 2023 
  16. «Boca Juniors X Fluminense - Ao Vivo - Tempo Real». ESPN. 4 de novembro de 2023. Consultado em 5 de novembro de 2023 
  17. «Fluminense x Boca bate recorde de renda em valores nominais entre clubes do futebol brasileiro» 
  18. a b «CONMEBOL Libertadores. Goleadores». CONMEBOL. Consultado em 5 de abril de 2023 
  19. «Com três gols de ex-São Paulo, Atlético Nacional bate Melgar na Libertadores». Ge.globo. 20 de abril de 2023. Consultado em 20 de abril de 2023 
  20. «Faz o L! Cano marca hat-trick e Fluminense vence o River Plate por 5 a 1 na Libertadores». Jovem Pan. 2 de maio de 2023. Consultado em 2 de maio de 2023 
  21. «Fluminense x Boca Juniors bate recorde de renda em valores nominais entre clubes do futebol brasileiro». Ge.globo. 4 de novembro de 2023. Consultado em 5 de novembro de 2023 
  22. «Fluminense x Internacional quebra recorde de público dos brasileiros na Libertadores 2023; veja ranking». Ge.globo. 28 de setembro de 2023. Consultado em 28 de setembro de 2023 
  23. «Flamengo x Olimpia quebra recorde de público dos brasileiros na Libertadores 2023; veja ranking». Ge.globo. 3 de agosto de 2023. Consultado em 3 de agosto de 2023 
  24. «River Plate X Fluminense - Ao Vivo - Tempo Real». ESPN. 7 de junho de 2023. Consultado em 8 de junho de 2023 
  25. «River Plate X Internacional - Ao Vivo - Tempo Real». ESPN. 1 de agosto de 2023. Consultado em 2 de agosto de 2023 
  26. «Fluminense vence Olimpia no jogo de ida das quartas de final da Libertadores; veja resultado». Lance. 24 de agosto de 2023. Consultado em 25 de agosto de 2023 
  27. «Flamengo vence Racing com gols de garotos do Ninho e encaminha vaga na Libertadores». Ge.globo. 8 de junho de 2023. Consultado em 8 de junho de 2023 
  28. «River Plate X Sporting Cristal - Ao Vivo - Tempo Real». ESPN. 19 de abril de 2023. Consultado em 20 de abril de 2023 
  29. «Flamengo goleia o Aucas-EQU e avança em segundo lugar na Libertadores». CNN. 28 de junho de 2023. Consultado em 29 de junho de 2023 
  30. «River Plate X The Strongest - Ao Vivo - Tempo Real». ESPN. 27 de junho de 2023. Consultado em 28 de junho de 2023 
  31. «El GET elige al Once Ideal de la CONMEBOL Libertadores 2023». CONMEBOL. 8 de novembro de 2023. Consultado em 9 de novembro de 2023 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]