Copa das Confederações FIFA de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copa das Confederações FIFA de 2017
Кубок конфедераций 2017 (em russo)
2017 FIFA Confederations cup.png.png
Logomarca oficial da competição.
Dados
Participantes 8
Organização FIFA
Anfitrião  Rússia
Período 17 de junho – 2 de julho
Gol(o)s 43
Partidas 16
Média 2,69 gol(o)s por partida
Campeão Bandeira da Alemanha Alemanha (1º título)
Vice-campeão Flag of Chile.svg Chile
3º colocado Flag of Portugal.svg Portugal
Melhor marcador 3 gols:
Melhor ataque (fase inicial) 7 gols:
Melhor defesa (fase inicial) 2 gols:
Maior goleada
(diferença)
Nova Zelândia Flag of New Zealand.svg 0 – 4 Flag of Portugal.svg Portugal
Estádio KrestovskySão Petersburgo
24 de junho, Grupo A, 3.ª rodada
Público 628 334
Média 39 270,9 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
(FIFA)
Alemanha Julian Draxler
Melhor goleiro
(FIFA)
Chile Claudio Bravo
Fair play
(FIFA)
Bandeira da Alemanha Alemanha
◄◄ 2013 Soccerball.svg 2021 ►►

A Copa das Confederações FIFA de 2017 (português brasileiro) ou Taça das Confederações FIFA de 2017 (português europeu) foi a décima edição da Copa das Confederações FIFA, um campeonato quadrienal organizado pela Federação Internacional de Futebol, realizado entre 17 de junho e 2 de julho de 2017 na Rússia.[1] É considerado um evento teste para a Copa do Mundo FIFA de 2018, a ser realizado na Rússia em 2018.[2]

A Rússia, como o país-sede, a Alemanha como campeã da Copa do Mundo FIFA de 2014 e Portugal, como campeão do Campeonato Europeu de Futebol de 2016, são as três seleções que representaram a União das Federações Europeias de Futebol sendo assim a primeira vez na história do evento em que três times do mesmo continente participaram da mesma edição. A Austrália participou como a campeã da Copa da Ásia de 2015 e assim foi a primeira equipe a disputar a competição por duas diferentes confederações, tendo representado a Confederação de Futebol da Oceania em 1997, 2001 e mais recentemente a 2005.

O Brasil, que venceu as três edições anteriores (2005, 2009 e 2013), não conseguiu se classificar para a competição após ser derrotado pelo Paraguai nas quartas de final da Copa América de 2015. Desde 1997, esta foi a primeira vez que o Brasil não participou da competição. A vaga da Confederação Sul-Americana de Futebol foi para o Chile, campeão do campeonato continental.

A Alemanha derrotou o Chile na final por 1–0 e conquistou seu primeiro título da Copa das Confederações.[3] Na disputa pelo terceiro lugar, Portugal venceu o México por 2–1 na prorrogação, após empate por 1–1 no tempo normal.[4]

Qualificação[editar | editar código-fonte]

As oito vagas para a competição foram destinadas ao país anfitrião (Rússia), o campeão da Copa do Mundo FIFA de 2014 e os seis campeões dos campeonatos continentais. Caso alguma equipe se qualificasse por mais de um método (por exemplo, se o campeão da Copa do Mundo também ganhasse o campeonato continental), a segunda melhor equipe do seu campeonato continental se qualificaria.

Após a Rússia conseguir a vaga como país anfitrião, a Alemanha foi a segunda equipe a se qualificar, depois de vencer a Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil. Na final, a Alemanha conquistou seu quarto título mundial, após uma vitória na prorrogação por 1-0 contra a Argentina.[5] A Austrália foi a terceira equipe a se qualificar, após de vencer a Coréia do Sul por 2-1 na prorrogação, pela Copa da Ásia de 2015. Esta vitória marcou o primeiro título da Austrália na Copa da Ásia, após sua saída da Confederação de Futebol da Oceania em 2006.[6] O Chile foi a quarta equipe a se classificar pela Copa América de 2015, após vencer a Argentina por 4–1 na disputa por pênaltis, depois de empatarem em 0–0 no tempo normal.[7]

Após conquistar a Copa Ouro da CONCACAF de 2015, o México teve que enfrentar os Estados Unidos, campeões da Copa Ouro da CONCACAF de 2013, em uma partida para definir o classificado à Copa das Confederações. Nesta partida, o México conquistou a classificação e foi a quinta equipe a se classificar, após vencer por 3-2 na prorrogação.[8] A Nova Zelândia foi a sexta equipe a se classificar para o torneio, após derrotar a Papua Nova Guiné por 4-2 na disputa por pênaltis, depois de um empate em 0-0 no tempo normal, pela Copa das Nações da OFC de 2016.[9]

Portugal foi a sétima equipe a se classificar, após de derrotar o país anfitrião, a França, por 1–0 na prorrogação, na final do Campeonato Europeu de Futebol de 2016.[10] Camarões foi a última equipe a se classificar, após vitória por 2-1 contra o Egito na Campeonato Africano das Nações de 2017.[11]

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

Seleção Confederação Qualificação Data da qualificação Participações Melhor resultado
Flag of Russia.svg Rússia UEFA Anfitrião 2 de dezembro de 2010 Estreante
Bandeira da Alemanha Alemanha UEFA Campeão da Copa do Mundo FIFA de 2014 13 de julho de 2014 3ª (1999 e 2005) 3º lugar (2005)
Flag of Australia.svg Austrália AFC Campeão da Copa da Ásia de 2015 31 de janeiro de 2015 4ª (1997, 2001 e 2005)[a] Vice-campeão (1997)
Flag of Chile.svg Chile CONMEBOL Campeão da Copa América de 2015 4 de julho de 2015 Estreante
Flag of Mexico.svg México CONCACAF Campeão da Copa Ouro da CONCACAF de 2015[12] 10 de outubro de 2015 (1995, 1997, 1999, 2001, 2005 e 2013) Campeão (1999)
Flag of New Zealand.svg Nova Zelândia OFC Campeão da Copa das Nações da OFC de 2016 8 de junho de 2016 4ª (1999, 2003 e 2009) 8º lugar (2009)
Flag of Portugal.svg Portugal UEFA Campeão do Campeonato Europeu de 2016 10 de julho de 2016 Estreante
Flag of Cameroon.svg Camarões CAF Campeão da Copa das Nações Africanas de 2017 5 de fevereiro de 2017 3ª (2001 e 2003) Vice-campeão (2003)
Notas

Sedes[editar | editar código-fonte]

Quatro cidades receberão jogos da competição.[13][14] Todos as quatro sedes também serão sedes da Copa do Mundo FIFA de 2018. Em 8 de outubro de 2015, a FIFA e o Comitê Organizador Local anunciaram as sedes.[15] Das quatro, Sóchi e Cazã sediaram eventos esportivos recentemente, os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 e o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2015, respectivamente.

São Petersburgo Moscou
Estádio Krestovsky
(Estádio de São Petersburgo)
Arena Otkrytie
(Estádio Spartak)
Capacidade: 66 881 Capacidade: 44 829
RUS-2016-Aerial-SPB-Krestovsky Stadium 01.jpg Stadium Spartak in Moscow.jpg
Cazã Sóchi
Arena Kazan Estádio Olímpico de Fisht
(Estádio Fisht)
Capacidade: 45 015 Capacidade: 47 659
Kazan-kazanarena.jpg Fisht Stadium.jpg

Arbitragem[editar | editar código-fonte]

Esta é a lista de árbitros e assistentes que atuarão na competição.[16]

Confederação Árbitros Assistentes Árbitro Reserva Árbitros de vídeo
AFC Arábia SauditaKSA Fahad Al-Mirdasi Arábia SauditaKSA Abdulah Alshalwai
Arábia SauditaKSA Mohammed Al Abakry
UzbequistãoUZB Ravshan Irmatov
IrãIRN Alireza Faghani IrãIRN Reza Sokhandan
IrãIRN Mohammadreza Mansouri
CAF GâmbiaGAM Bakary Gassama BurundiBDI Jean Claude Birumushahu
QuêniaKEN Marwa Range
SenegalSEN Malang Diedhiou
CONCACAF Estados UnidosUSA Mark Geiger CanadáCAN Joe Fletcher
Estados UnidosUSA Charles Morgante
Estados UnidosUSA Jair Marrufo
CONMEBOL ArgentinaARG Néstor Pitana ArgentinaARG Hernan Maidana
ArgentinaARG Juan Pablo Belatti
ParaguaiPAR Enrique Cáceres
BrasilBRA Sandro Ricci
ColômbiaCOL Wilmar Roldán ColômbiaCOL Alexander Guzman
ColômbiaCOL Cristian de La Cruz
OFC Polinésia FrancesaTAH Abdelkader Zitouni
UEFA SérviaSRB Milorad Mažić SérviaSRB Milovan Ristic
SérviaSRB Dalibor Djurdjevic
RomêniaROU Ovidiu Hațegan
PortugalPOR Artur Soares Dias
FrançaFRA Clément Turpin
ItáliaITA Gianluca Rocchi ItáliaITA Elenito Di Liberatore
ItáliaITA Mauro Tonolini
EslovêniaSVN Damir Skomina EslovêniaSVN Jure Praprotnik
EslovêniaSVN Robert Vukan

Elencos[editar | editar código-fonte]

Cada seleção precisa enviar uma lista preliminar de convocados contendo 30 jogadores. Desta lista preliminar, a seleção precisa enviar uma lista final contendo 23 jogadores (três destes precisam ser goleiros) até uma data limite delimitada pela FIFA. Jogadores da lista final podem ser substituidos devido a lesões até 24 horas antes do seu primeiro jogo. A lista oficial de convocados foi divulgado pela FIFA em 8 de junho de 2017.[17][18]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Equipes qualificadas para a competição, por confederação:

O sorteio foi realizado em 26 de novembro de 2016, às 18:00 (UTC+3), na Academia Nacional de Tênis da Rússia em Cazã.[19]

Para o sorteio, as oito equipes participantes foram divididas em dois potes. O primeiro pote continha a Rússia, por ser anfitriã, e as três equipes melhores classificadas no ranking da FIFA em novembro de 2016,[20] sendo composto por Alemanha, Chile e Portugal. Já o segundo pote continha as quatro equipes restantes, México, Austrália, Nova Zelândia e o representante da Confederação Africana de Futebol.[21]

As oito equipes foram divididas em dois grupos de quatro, com cada grupo contendo duas equipes do primeiro pote e duas equipes do segundo pote. Durante o sorteio, as equipes foram sorteadas alternadamente. Por ser o país-sede, a Rússia foi automaticamente designada para a primeira posição do grupo A no sorteio. Uma vez que havia três equipes da Europa, um dos dois grupos automaticamente teria duas equipes da mesma confederação, sendo a primeira vez que isso acontecerá em uma Copa das Confederações FIFA.[22]

Entre parênteses, a posição da equipe no Ranking da FIFA de novembro de 2016.

Pote 1 Pote 2

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

Todas as partidas seguem o fuso horário de Moscou (UTC+3).

Zona de classificação à fase final
Zona de eliminação

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção
Pts J V E D GP GC SG
1 Flag of Portugal.svg Portugal 7 3 2 1 0 7 2 +5
2 Flag of Mexico.svg México 7 3 2 1 0 6 4 +2
3 Flag of Russia.svg Rússia 3 3 1 0 2 3 3 0
4 Flag of New Zealand.svg Nova Zelândia 0 3 0 0 3 1 8 –7
17 de junho Rússia Flag of Russia.svg 2 – 0 Flag of New Zealand.svg Nova Zelândia Estádio Krestovsky, São Petersburgo
18:00
Boxall Gol contra marcado aos 31 minutos de jogo 31' (g.c.)
Smolov Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Relatório Público: 50 251
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán
18 de junho Portugal Flag of Portugal.svg 2 – 2 Flag of Mexico.svg México Arena Kazan, Cazã
18:00
Quaresma Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34'
Cédric Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Relatório Hernández Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42'
Moreno Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Público: 34 372
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana

21 de junho Rússia Flag of Russia.svg 0 – 1 Flag of Portugal.svg Portugal Arena Otkrytie, Moscou
18:00
Relatório Cristiano Ronaldo Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8' Público: 42 759
Árbitro: ItáliaITA Gianluca Rocchi
21 de junho México Flag of Mexico.svg 2 – 1 Flag of New Zealand.svg Nova Zelândia Estádio Olímpico de Fisht, Sóchi
21:00
Jiménez Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Peralta Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72'
Relatório Wood Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42' Público: 25 133
Árbitro: GâmbiaGAM Bakary Gassama

24 de junho México Flag of Mexico.svg 2 – 1 Flag of Russia.svg Rússia Arena Kazan, Cazã
18:00
Araujo Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30'
Lozano Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Relatório Samedov Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25' Público: 41 585
Árbitro: Arábia SauditaKSA Fahad Al-Mirdasi
24 de junho Nova Zelândia Flag of New Zealand.svg 0 – 4 Flag of Portugal.svg Portugal Estádio Krestovsky, São Petersburgo
18:00
Relatório Cristiano Ronaldo Gol marcado aos 33 minutos de jogo 33'
Bernardo Silva Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
André Silva Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Nani Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Público: 56 290
Árbitro: Estados UnidosUSA Mark Geiger

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção
Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira da Alemanha Alemanha 7 3 2 1 0 7 4 +3
2 Flag of Chile.svg Chile 5 3 1 2 0 4 2 +2
3 Flag of Australia.svg Austrália 2 3 0 2 1 4 5 –1
4 Flag of Cameroon.svg Camarões 1 3 0 1 2 2 6 –4
18 de junho Camarões Flag of Cameroon.svg 0 – 2 Flag of Chile.svg Chile Arena Otkrytie, Moscou
21:00
Relatório Vidal Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Vargas Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Público: 33 492
Árbitro: EslovéniaSVN Damir Skomina
19 de junho Austrália Flag of Australia.svg 2 – 3 Bandeira da Alemanha Alemanha Estádio Olímpico de Fisht, Sóchi
18:00
Rogic Gol marcado aos 41 minutos de jogo 41'
Juric Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Relatório Stindl Gol marcado aos 5 minutos de jogo 5'
Draxler Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44' (pen)
Goretzka Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48'
Público: 28 605
Árbitro: Estados UnidosUSA Mark Geiger

22 de junho Camarões Flag of Cameroon.svg 1 – 1 Flag of Australia.svg Austrália Estádio Krestovsky, São Petersburgo
18:00
Anguissa Gol marcado aos 45+1 minutos de jogo 45+1' Relatório Milligan Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' (pen) Público: 35 021
Árbitro: SérviaSRB Milorad Mažić
22 de junho Alemanha Bandeira da Alemanha 1 – 1 Flag of Chile.svg Chile Arena Kazan, Cazã
21:00
Stindl Gol marcado aos 41 minutos de jogo 41' Relatório Sánchez Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' Público: 38 222
Árbitro: IrãIRN Alireza Faghani

25 de junho Alemanha Bandeira da Alemanha 3 – 1 Flag of Cameroon.svg Camarões Estádio Olímpico de Fisht, Sóchi
18:00
Demirbay Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48'
Werner Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66', Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Relatório Aboubakar Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78' Público: 30 230
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán
25 de junho Chile Flag of Chile.svg 1 – 1 Flag of Australia.svg Austrália Arena Otkrytie, Moscou
18:00
Rodríguez Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67' Relatório Troisi Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42' Público: 33 639
Árbitro: ItáliaITA Gianluca Rocchi

Fase final[editar | editar código-fonte]

  Semifinais Final
28 de junho – Cazã
 Flag of Portugal.svg Portugal  0 (0)  
 Flag of Chile.svg Chile (pen)  0 (3)  
 
2 de julho – São Petersburgo
     Flag of Chile.svg Chile  0
   Bandeira da Alemanha Alemanha  1
Terceiro lugar
29 de junho – Sóchi

2 de julho – Moscou

 Bandeira da Alemanha Alemanha  4  Flag of Portugal.svg Portugal  2
 Flag of Mexico.svg México  1    Flag of Mexico.svg México  1

Semifinais[editar | editar código-fonte]

28 de junho Portugal Flag of Portugal.svg 0 – 0 (pro) Flag of Chile.svg Chile Arena Kazan, Cazã
21:00
Relatório Público: 40 855
Árbitro: IrãIRN Alireza Faghani
    Penalidades  
Quaresma Erro (Defesa)
João Moutinho Erro (Defesa)
Nani Erro (Defesa)
0 – 3 Convertido Vidal
Convertido Aránguiz
Convertido Sánchez
 

29 de junho Alemanha Bandeira da Alemanha 4 – 1 Flag of Mexico.svg México Estádio Olímpico de Fisht, Sóchi
21:00
Goretzka Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6', Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8'
Werner Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59'
Younes Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Relatório Fabián Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Público: 37 923
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana

Disputa pelo terceiro lugar[editar | editar código-fonte]

2 de julho Portugal Flag of Portugal.svg 2 – 1 (pro) Flag of Mexico.svg México Arena Otkrytie, Moscou
15:00
Pepe Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Adrien Gol marcado aos 104 minutos de jogo 104' (pen)
Relatório Luís Neto Gol contra marcado aos 54 minutos de jogo 54' Público: 42 659
Árbitro: Arábia SauditaKSA Fahad Al-Mirdasi

Final[editar | editar código-fonte]

2 de julho Chile Flag of Chile.svg 0 – 1 Bandeira da Alemanha Alemanha Estádio Krestovsky, São Petersburgo
21:00
Relatório Stindl Gol marcado aos 20 minutos de jogo 20' Público: 57 268
Árbitro: SérviaSRB Milorad Mažić

Premiações[editar | editar código-fonte]

Copa das Confederações FIFA de 2017
Alemanha
ALEMANHA
Campeã
(1º título)
Troféu FIFA Fair Play Bola de Ouro Chuteira de Ouro Luva de Ouro
Bandeira da Alemanha Alemanha AlemanhaGER Julian Draxler AlemanhaGER Timo Werner ChileCHI Claudio Bravo
Bola de Prata Chuteira de Prata
ChileCHI Alexis Sánchez AlemanhaGER Leon Goretzka
Bola de Bronze Chuteira de Bronze
AlemanhaGER Leon Goretzka AlemanhaGER Lars Stindl

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Fonte: FIFA[23]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, todos os jogos da prova serão emitidos pela RTP na RTP1 (quase todos os jogos serão emitidos em directo, com as excepções a serem o México vs Rússia e o Chile vs Austrália).[24][25]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Na TV aberta, a Rede Bandeirantes transmitiu ao vivo todos os jogos da competição (exceto aqueles em horários simultâneos), após conseguir o licenciamento junto à Rede Globo, dona dos direitos, que não transmitiu o torneio devido a ausência da Seleção Brasileira. O SporTV teve direitos exclusivos na TV Fechada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Copa das Confederações FIFA de 2017

Notas

  1. Ainda não definido na época do sorteio.

Referências

  1. «Ethics: Executive Committee unanimously supports recommendation to publish report on 2018/2022 FIFA World Cup™ bidding process». FIFA.com. 19 de dezembro de 2014 
  2. «Blatter makes Russia visit». FIFA. Consultado em 21 de julho de 2011 
  3. «Alemanha vence o Chile e é campeã da Copa das Confederações». Zero Hora. Consultado em 9 de julho de 2017 
  4. «Portugal vira na prorrogação e fica com o terceiro lugar nas Confederações». Terra. Consultado em 9 de julho de 2017 
  5. «Alemanha é campeã da Copa do Mundo de 2014». Portal do Governo Brasileiro. Consultado em 9 de julho de 2017 
  6. «Austrália vence Coreia na prorrogação e conquista a Copa da Ásia em casa». Globo Esporte. Consultado em 9 de julho de 2017 
  7. «Chile é campeão da Copa América ao vencer a Argentina nos pênaltis». EBC. Consultado em 9 de julho de 2017 
  8. «México vence a Copa Ouro e decide vaga na Copa das Confederações com os EUA». UOL. Consultado em 9 de julho de 2017 
  9. «Nova Zelândia é campeã da Oceania e vai à Copa das Confederações». ESPN. Consultado em 9 de julho de 2017 
  10. «É campeão! Portugal supera França na prorrogação e conquista a Euro 2016». IG. Consultado em 9 de julho de 2017 
  11. «Camarões vence Egito e é campeão da Copa Africana de Nações». Zero Hora. Consultado em 9 de julho de 2017 
  12. «Gold Cup Winner to Qualify to FIFA Confederations Cup™ Playoff Match». CONCACAF.com. 4 de maio de 2013 
  13. «Mutko to chair 2018 World Cup organising committee». supersport.com. 27 de abril de 2011. Consultado em 23 de janeiro de 2015 
  14. «Russia 2018 to start and finish at Luzhniki Stadium». FIFA.com. 15 de dezembro de 2012 
  15. «Stadium names for the 2018 FIFA World Cup Russia™ confirmed». FIFA.com. 8 de outubro de 2015 
  16. FIFA.com. «List of appointed match officials» (PDF) (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2017 
  17. FIFA.com. «Russia 2017 squads confirmed» (em inglês). Consultado em 9 de junho de 2017 
  18. FIFA.com. «FIFA Confederations Cup Russia 2017 - List of Players» (PDF) (em inglês). Consultado em 9 de junho de 2017 
  19. «Tournament of Champions map drawn in Kazan». FIFA.com. 26 de novembro de 2016. Consultado em 26 de novembro de 2016 
  20. «Men's Ranking (24 November 2016)». FIFA.com. 24 de novembro de 2016 
  21. «Draw procedures of the Official Draw confirmed». FIFA.com. 24 de novembro de 2016 
  22. «FIFA Confederations Cup Russia 2017 Draw Procedure» (PDF). FIFA.com 
  23. «Players - Top goals». Federação Internacional de Futebol. Consultado em 17 de junho de 2017 
  24. «FIFA Confederations Cup Russia 2017 Media Rights Licensees» (PDF). FIFA.com. Consultado em 25 de Fevereiro de 2017 
  25. «PROPOSTA COMERCIAL RTP PORTUGAL - FIFA CONFEDERATIONS CUP RUSSIA 2017» (PDF). FIFA.com. Consultado em 25 de Fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]