Copa do Brasil de Futebol de 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com um evento desportivo atualmente em curso.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 18 de agosto de 2018.)
Sports current event.svg
XXX Copa do Brasil de Futebol
Copa Continental do Brasil de 2018
Copa do Brasil 2018.png
Logotipo oficial da competição
Dados
Participantes 91
Organização CBF
Local de disputa Brasil
Período 30 de janeiro17 de outubro
Gol(o)s 244
Partidas 114
Média 2,14 gol(o)s por partida
Maior goleada
(diferença)
Fluminense 5–0 Salgueiro
Estádio Nilton SantosRio de Janeiro
15 de fevereiro, 2ª fase
◄◄ 2017 Soccerball.svg 2019 ►►

A Copa do Brasil de 2018 (Copa Continental Pneus do Brasil de 2018, por motivos de patrocínio) é a 30ª edição dessa competição brasileira de futebol organizada pela Confederação Brasileira de Futebol, que começou no dia 31 de janeiro e tem término previsto para o dia 17 de outubro.

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Copa do Brasil começou no dia 30 de janeiro e tem término previsto para o dia 17 de outubro, com 23 datas disponíveis. São oito fases: cinco no primeiro semestre e três no segundo. As duas primeiras fases serão em jogos únicos, utilizando-se quatro datas, duas por fase. O campeão se classificará para a Copa Libertadores da América de 2019.

Os 8 times brasileiros que disputam a Copa Libertadores da América de 2018 entrarão nas oitavas de final, assim como os campeões da Série B, da Copa do Nordeste e da Copa Verde de 2017. Para a competição, a CBF anunciou uma grande novidade: não haverá gol qualificado em todas as fases do torneio. Em caso de empate no placar agregado, a decisão da vaga irá para os pênaltis.[1]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Estaduais e seletivas[editar | editar código-fonte]

UF Clube Forma de classificação
Acre Acre Atlético Acreano Campeão do Estadual 2017
Rio Branco-AC Vice-campeão do Estadual 2017
Alagoas Alagoas CRB Campeão do Estadual 2017
CSA Vice-campeão do Estadual 2017
ASA 3º colocado do Estadual 2017
Amapá Amapá Santos-AP Campeão do Estadual 2017
Amazonas Amazonas Manaus Campeão do Estadual 2017
Nacional-AM Vice-campeão do Estadual 2017
Bahia Bahia Vitória Campeão do Estadual 2017
Fluminense de Feira 3º colocado do Estadual 2017
Vitória da Conquista 4º colocado do Estadual 2017
Ceará Ceará Ceará Campeão do Estadual 2017
Ferroviário Vice-campeão do Estadual 2017
Floresta Campeão da Copa Fares Lopes de 2017
Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal Brasiliense Campeão do Metropolitano 2017
Ceilândia Vice-campeão do Metropolitano 2017
Espírito Santo (estado) Espírito Santo Atlético Itapemirim Campeão do Estadual 2017
Goiás Goiás Goiás Campeão do Estadual 2017
Vila Nova Vice-campeão do Estadual 2017
Aparecidense 3º colocado do Estadual 2017
Maranhão Maranhão Sampaio Corrêa Campeão do Estadual 2017
Cordino Vice-campeão do Estadual 2017
Mato Grosso Mato Grosso Cuiabá Campeão do Estadual 2017
Sinop Vice-campeão do Estadual 2017
Dom Bosco Finalista da Copa FMF de 2017
Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul Corumbaense Campeão do Estadual 2017
Novo Vice-campeão do Estadual 2017
Minas Gerais Minas Gerais
Atlético Mineiro Campeão do Estadual 2017
URT 4° colocado do Estadual 2017
Caldense 5º colocado do Estadual 2017
Uberlândia 6º colocado do Estadual 2017
Pará Pará Paysandu Campeão do Estadual 2017
Remo Vice-campeão do Estadual 2017
Independente 3º colocado do Estadual 2017
Paraíba Paraíba Botafogo-PB Campeão do Estadual 2017
Treze Vice-campeão do Estadual 2017
Paraná Paraná Coritiba Campeão do Estadual 2017
Atlético Paranaense Vice-campeão do Estadual 2017
Cianorte 3º colocado do Estadual 2017
Pernambuco Pernambuco Sport Campeão do Estadual 2017
Salgueiro Vice-campeão do Estadual 2017
Santa Cruz 3º colocado do Estadual 2017
Piauí Piauí Altos Campeão do Estadual 2017
Parnahyba Vice-campeão do Estadual 2017
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Fluminense Vice-campeão do Estadual 2017
Botafogo 4º colocado do Estadual 2017
Nova Iguaçu 5º colocado do Estadual 2017
Madureira 6º colocado do Estadual 2017
Boavista Campeão da Copa Rio 2017
Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte ABC Campeão do Estadual 2017
Globo Vice-campeão do Estadual 2017
América de Natal 3° colocado do Estadual 2017
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Novo Hamburgo Campeão do Estadual 2017
Internacional Vice-campeão do Estadual 2017
Caxias 3º colocado do Estadual 2017
Aimoré Vice-campeão da Copa FGF 2017
Rondônia Rondônia Real Ariquemes Campeão do Estadual 2017
Roraima Roraima São Raimundo-RR Campeão do Estadual 2017
 Santa Catarina Avaí Vice-campeão do Estadual 2017
Criciúma 3º colocado do Estadual 2017
Brusque 4º colocado do Estadual 2017
Tubarão Campeão da Copa Santa Catarina 2017
São Paulo São Paulo Ponte Preta Vice-campeão do Estadual 2017
São Paulo 4º colocado do Estadual 2017
Ituano Campeão do Troféu do Interior 2017
São Caetano Campeão da Série A2 do Estadual 2017
Inter de Limeira Vice-campeão da Copa Paulista 2017
Sergipe Sergipe Confiança Campeão do Estadual 2017
Itabaiana Vice-campeão do Estadual 2017
Tocantins Tocantins Interporto Campeão do Estadual 2017

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Com a definição dos 70 representantes das federações estaduais e dos onze representantes classificados diretamente às oitavas de final, mais dez clubes foram apurados pelo Ranking da CBF.

Pos. Clube Pontos
19º Santa Catarina Figueirense 7 555
20º Goiás Atlético Goianiense 6 698
28º Paraná Paraná 5 244
30º Santa Catarina Joinville 4 805
32º Pernambuco Náutico 4 532
33º Rio Grande do Sul Juventude 4 251
35º São Paulo Bragantino 4 113
37º São Paulo Oeste 3 817
38º Minas Gerais Boa Esporte 3 761
40º Paraná Londrina 3 707

Classificados diretamente às oitavas de final[editar | editar código-fonte]

UF Clube Forma de classificação
Bahia Bahia Bahia Campeão da Copa do Nordeste 2017
 Mato Grosso Luverdense Campeão da Copa Verde 2017
 Minas Gerais Cruzeiro Campeão da Copa do Brasil 2017
América Mineiro Campeão da Série B 2017
 Rio de Janeiro Flamengo 6º colocado do Brasileirão 2017
Vasco da Gama 7º colocado do Brasileirão 2017
 Rio Grande do Sul Grêmio Campeão da Libertadores 2017
 Santa Catarina Chapecoense 8º colocado do Brasileirão 2017
 São Paulo Corinthians Campeão Brasileiro 2017
Palmeiras Vice-campeão Brasileiro 2017
Santos 3º colocado do Brasileirão 2017

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Os 80 times classificados para a competição foram divididos em oito potes (A a H) com dez clubes cada, de acordo com Ranking da CBF. A partir daí, os cruzamentos entre os potes foram os seguintes: A x E; B x F; C x G e D x H. Na 1ª fase, os times do grupo 1 (potes de A a D) enfrentam os do grupo 2 (potes de E a H) em jogo único; o time do grupo 1 joga fora de casa e tem a vantagem do empate.[2] O sorteio foi realizado em 15 de dezembro de 2017 na sede da CBF.

Potes do sorteio[editar | editar código-fonte]

Entre parênteses, a classificação do clube no Ranking da CBF
Primeira fase
Pote A Pote B Pote C Pote D
Pote E Pote F Pote G Pote H

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

A primeira fase foi disputada por 80 equipes, em partida única. As equipes mais bem sucedidas no ranking da CBF foram as visitantes e tiveram a vantagem do empate. Os confrontos desta fase foram definidos através de sorteio.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Resultado   Time 2
Caxias Rio Grande do Sul 0–0 Paraná Atlético Paranaense
Tubarão Santa Catarina 2–0 Rio Grande do Norte América de Natal
Brusque Santa Catarina 0–1 Ceará Ceará
Real Ariquemes Rondônia 0–1 Paraná Londrina
Boavista Rio de Janeiro 1–1 Rio Grande do Sul Internacional
Atlético Itapemirim Espírito Santo (estado) 0–2 Pará Remo
São Caetano São Paulo 1–1 Santa Catarina Criciúma
Cianorte Paraná 2–0 Rio Grande do Norte ABC
Caldense Minas Gerais 0–1 Rio de Janeiro Fluminense
Novo Mato Grosso do Sul 2–3 Pernambuco Salgueiro
Ceilândia Distrito Federal (Brasil) 2–3 Santa Catarina Avaí
Interporto Tocantins 0–0 Rio Grande do Sul Juventude
Parnahyba Piauí 1–1 Paraná Coritiba

Uberlândia Minas Gerais 2–0 São Paulo Ituano
Sinop Mato Grosso 0–1 Goiás Goiás
Vitória da Conquista Bahia 0–0 Minas Gerais Boa Esporte
Nacional-AM Amazonas 0–0 São Paulo Ponte Preta
Inter de Limeira São Paulo 1–0 Acre Rio Branco-AC
URT Minas Gerais 1–1 Paraná Paraná
Independente Pará 0–1 Maranhão Sampaio Corrêa
Madureira Rio de Janeiro 0–1 São Paulo São Paulo
Manaus Amazonas 2–2 Alagoas CSA
Novo Hamburgo Rio Grande do Sul 2–1 Pará Paysandu
União Rondonópolis Mato Grosso 1–3 Alagoas CRB
Globo Rio Grande do Norte 0–2 Bahia Vitória
Corumbaense Mato Grosso do Sul 1–0 Alagoas ASA
Altos Piauí 2–1 Goiás Atlético Goianiense
Nova Iguaçu Rio de Janeiro 1–1 São Paulo Bragantino
Atlético Acreano Acre 1–1 Minas Gerais Atlético Mineiro
Floresta Ceará 0–2 Paraíba Botafogo-PB
Treze Paraíba 0–2 Santa Catarina Figueirense
Brasiliense Distrito Federal (Brasil) 1–1 São Paulo Oeste
Santos-AP Amapá 1–2 Pernambuco Sport
Ferroviário Ceará 2–1 Sergipe Confiança
Itabaiana Sergipe 0–1 Santa Catarina Joinville
São Raimundo-RR Roraima 0–1 Goiás Vila Nova
Aparecidense Goiás 2–1 Rio de Janeiro Botafogo
Aimoré Rio Grande do Sul 1–2 Mato Grosso Cuiabá
Fluminense de Feira Bahia 2–0 Pernambuco Santa Cruz
Cordino Maranhão 1–1 Pernambuco Náutico

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

A segunda fase será disputada por 40 equipes vencedoras da fase anterior, em partida única. Em caso de empate a vaga será decidida na disputa por pênaltis. Os confrontos desta fase seguirão o chaveamento predeterminados da fase anterior.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Resultado   Time 2
Atlético Paranaense Paraná 5–4 Santa Catarina Tubarão
Londrina Paraná 1–2 Ceará Ceará
Remo Pará 1–2 Rio Grande do Sul Internacional
Criciúma Santa Catarina 1–1 (4–5 p) Paraná Cianorte
Fluminense Rio de Janeiro 5–0 Pernambuco Salgueiro
Juventude Rio Grande do Sul 0–2 Santa Catarina Avaí
Uberlândia Minas Gerais 0–2 Paraná Coritiba
Goiás Goiás 0–0 (6–5 p) Minas Gerais Boa Esporte
Ponte Preta São Paulo 1–0 São Paulo Inter de Limeira
Sampaio Corrêa Maranhão 1–0 Paraná Paraná
CSA Alagoas 0–2 São Paulo São Paulo
Novo Hamburgo Rio Grande do Sul 1–1 (3–4 p) Alagoas CRB
Vitória Bahia 3–0 Mato Grosso do Sul Corumbaense
Bragantino São Paulo 1–0 Piauí Altos
Botafogo-PB Paraíba 0–4 Minas Gerais Atlético Mineiro
Figueirense Santa Catarina 2–1 São Paulo Oeste
Sport Pernambuco 3–3 (3–4 p) Ceará Ferroviário
Vila Nova Goiás 2–2 (4–2 p) Santa Catarina Joinville
Cuiabá Mato Grosso 3–1 Goiás Aparecidense
Fluminense de Feira Bahia 0–1 Pernambuco Náutico

Terceira fase[editar | editar código-fonte]

A terceira fase será disputada por 20 equipes vencedoras da fase anterior, em partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a vaga será definida na disputa por pênaltis. Os confrontos desta fase seguirão o chaveamento predeterminados da fase anterior.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Atlético Paranaense Paraná 1–1 (6–5 p) Ceará Ceará 0–0 1–1
Internacional Rio Grande do Sul 4–0 Paraná Cianorte 2–0 2–0
Fluminense Rio de Janeiro 1–3 Santa Catarina Avaí 1–2 0–1
Goiás Goiás 2–1 Paraná Coritiba 1–0 1–1
Ponte Preta São Paulo 0–0 (5–3 p) Maranhão Sampaio Corrêa 0–0 0–0
São Paulo São Paulo 5–0 Alagoas CRB 2–0 3–0
Bragantino São Paulo 1–3 Bahia Vitória 1–0 0–3
Figueirense Santa Catarina 2–2 (2–4 p) Minas Gerais Atlético Mineiro 0–1 2–1
Ferroviário Ceará 2–1 Goiás Vila Nova 1–1 1–0
Náutico Pernambuco 3–1 Mato Grosso Cuiabá 2–1 1–0

Quarta fase[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Os confrontos desta fase foram sorteados no dia 19 de março às 11:00 na sede da CBF.[3] Em 22 de março foram confirmadas as datas.[4]

Pote único
Minas Gerais Atlético Mineiro
Paraná Atlético Paranaense
Santa Catarina Avaí
Ceará Ferroviário
Goiás Goiás
Rio Grande do Sul Internacional
Pernambuco Náutico
São Paulo Ponte Preta
São Paulo São Paulo
Bahia Vitória

Confrontos[editar | editar código-fonte]

A quarta fase será disputada por 10 equipes vencedoras da fase anterior, em partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a vaga será definida na disputa por pênaltis.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Ponte Preta São Paulo 3–1 Pernambuco Náutico 3–0 0–1
Atlético Paranaense Paraná 4–3 São Paulo São Paulo 2–1 2–2
Avaí Santa Catarina 2–4 Goiás Goiás 2–2 0–2
Internacional Rio Grande do Sul 2–2 (3–4 p) Bahia Vitória 2–1 0–1
Atlético Mineiro Minas Gerais 6–2 Ceará Ferroviário 4–0 2–2

Fase final[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

As oitavas de final serão disputadas por 16 equipes, sendo 5 vencedoras da fase anterior, e outras 11 equipes pré-classificadas.
Serão partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a vaga será definida na disputa por pênaltis.

Sorteio[editar | editar código-fonte]

O Pote 1 possuía as oito equipes que disputaram a Libertadores, e o Pote 2, as três classificadas antecipadamente que não disputaram a competição continental mais os cinco classificados da fase anterior. Os confrontos desta fase foram definidos por sorteio, no dia 20 de abril às 11:00 na sede da CBF.

Pote 1 Pote 2
São Paulo Palmeiras (1)
Minas Gerais Cruzeiro (2)
Rio Grande do Sul Grêmio (3)
São Paulo Santos (4)
São Paulo Corinthians (6)
Rio de Janeiro Flamengo (7)
Rio de Janeiro Vasco da Gama (13)
Santa Catarina Chapecoense (14)
Minas Gerais Atlético Mineiro (5)
Paraná Atlético Paranaense (9)
São Paulo Ponte Preta (16)
Bahia Vitória (18)
Bahia Bahia (21)
Goiás Goiás (22)
Minas Gerais América Mineiro (24)
Mato Grosso Luverdense (34)

Entre parênteses, o Ranking da CBF

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Atlético Mineiro Minas Gerais 0–0 (3–4 p) Santa Catarina Chapecoense 0–0 0–0
Atlético Paranaense Paraná 2–3 Minas Gerais Cruzeiro 1–2 1–1
Bahia Bahia 3–2 Rio de Janeiro Vasco da Gama 3–0 0–2
Goiás Goiás 1–5 Rio Grande do Sul Grêmio 0–2 1–3
Vitória Bahia 1–3 São Paulo Corinthians 0–0 1–3
América Mineiro Minas Gerais 2–3 São Paulo Palmeiras 1–2 1–1
Ponte Preta São Paulo 0–1 Rio de Janeiro Flamengo 0–1 0–0
Santos São Paulo 6–3 Mato Grosso Luverdense 5–1 1–2

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Para esta fase, será realizado um novo sorteio pela CBF. Todos os oito clubes classificados num pote único, sem restrições de cruzamentos.

Pote único
Bahia Bahia
Santa Catarina Chapecoense
São Paulo Corinthians
Minas Gerais Cruzeiro
Rio de Janeiro Flamengo
Rio Grande do Sul Grêmio
São Paulo Palmeiras
São Paulo Santos

Tabela até a final[editar | editar código-fonte]