Coração partido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um coração partido no meio é o símbolo desta síndrome[1]

Coração partido é uma metáfora comum usada para descrever a intensa dor psicológica.

É normalmente associado com a perda de um cônjuge ou parceiro romântico, embora a perda de pais, filhos, animais de estimação ou amigo íntimo também pode "quebrar o coração" de alguém, e o sentimento é frequentemente experienciado durante fases de luto e pesar.[2] A frase refere-se à dor física que pode ser sentida no peito como resultado da perda, embora também, por extensão, inclua o trauma emocional, mesmo que não seja acompanhado de dor somática. Embora a dor do "coração partido" não implique normalmente um defeito físico no coração, existe uma patologia conhecida como miocardiopatia de takotsubo (Síndrome do Coração Partido), em que um incidente traumatizante desencadeia no cérebro a distribuição de substâncias químicas que enfraquece o miocárdio.[3][4]

Sintomas[editar | editar código-fonte]

Os sintomas de um "coração partido" podem se manifestar por dor psicológica, mas para muitos o efeito é físico. Embora a experiência seja considerada indescritível, a seguinte lista descreve os "sintomas" mais comuns:

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Por ser um trauma emocional subjetivo e não uma condição médica, o tratamento convencional não existe. Dependendo da natureza psicológica de um indivíduo e a severidade do trauma, o comprimento de tempo para os sintomas para desaparecer naturalmente variará. Na maioria dos casos, os efeitos durarão por um período de alguns meses. Porém, há casos nos quais um tempo mais longo é exigido para recuperação.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Green, Terisa (2003). The tattoo encyclopedia: a guide to choosing your tattoo. [S.l.]: Simon and Schuster. p. 113 
  2. Johnson, R. Skip (3 de junho de 2015). «A Broken Heart can Really Hurt You - Know What You are Dealing With». BPD Family. Consultado em 31 de dezembro de 2016 
  3. «Mayo Clinic Research Reveals 'Broken Heart Syndrome' Recurs In 1 Of 10 Patients». Medical News Today 
  4. Zamir, M. (18 de junho de 2006). The Physics of Coronary Blood Flow (em inglês). [S.l.]: Springer Science & Business Media. ISBN 9780387260198 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]